home sobre mim sobre o blog mídia kit

eu quero um ninho pra mim


Eu quero um desses agora, pode ser? Esse é um projeto dos designers franceses Daniel Pouzet e Fred Frety, que eu vi no catálogo da Dedon.

Quero para pendurar na árvore que eu sonho em ter na minha casa, que fica por cima do rio, ou do lago. Tudo bem que eu não sei como a pessoa faz para entrar no ninho quando ele está no alto da árvore, ou por cima da água, mas eu quero mesmo assim. Quero para ler um livro, para tirar a soneca que eu sonho todos os dias depois do almoço, para ficar abraçada com meu amor durante um domingo inteiro. Não me interessa como eu vou fazer pra carregar, mas pra onde eu for eu vou levar o meu ninho comigo. Pra colocar na beira da praia de Maracaípe e curtir o barulho do mar, ou no alto de Serra Negra olhando as montanhas. Quero agora.

E eu juro que se fizessem um projeto que alugasse a hora em ninhos como esse, espalhados pela cidade, eu seria cliente cativa das 13h às 14h todos os dias.


o melhor da casa & jardim


Eu adoro essa parceria do Ideias com a Casa & Jardim, sabia? Adoro quando a revista chega lá em casa, adoro sair olhando ela todinha, e sofro para escolher o que fotografar. Mas o bom é que como a maioria das coisas é linda e maravilhosa, o que eu escolher tá valendo :) Adoro quando eles reúnem vários acessórios assim, e mostram como tem coisa linda. Pena que geralmente é tudo tão caro… O que é essa geladeira icebox? E esse porta incesário de mão? Putz, me apaixonei.

Ah, diz aí se tu também não queria ter esses panos de prato lindos… Adorei o “you wash, I’ll dry”, uma inspiração meio “keep calm and carry on”, né? Eu acho lindo :) Minha mamis faz lindos paninhos de prato pra mim, com bordadinhos e fitinhas. Adoro :)Essa, pra mim, foi a melhor matéria da revista desse mês. Esses meninos com carinha de desenrolados, são designers do estúdio Superlimão. Eles trabalham com reaproveitamento de materiais, misturam humor, design, bom gosto, e jogam isso na decoração. Bacana, né? Tem detalhes bem legais dele, como essa pia da foto pequena, que é tipo industrial. Adorei! Parabéns Antonio, Thiado, Sergio, Lula e o Fusca, o cachorro. Uma galera que coloca o próprio cachorro como “integrante”, tem que ser gente boa, né? :)Algumas pessoas já tinham me pedido para postar algo sobre organização, e eu até fiz esse post aqui. Mas na revista desse mês tem umas ideias bem legais pra deixar cada coisa no seu devido lugar :)Eu fiquei encantada pela casa da Dedéia Meirelles, um pequeno apartamento de 420m2 em São Paulo =O Ela tem um bom gosto que dá pra ver só por essas fotos. Muita arte,  peças confortáveis, acessórios de design, fotos e livros, muitos livros. Ah! E ela tem uma coleção de relógios, como o meu sogro :)Gente, que apartamento delicioso é esse? Que vadanda deliciosa é essa? Que cadeira (é cadeira, que chama?) pendurada é essa? É tudo tão lindo e parece tão confortável. E ela tem um pé de jabuticaba na varanda! Eu quero… Essa parede  de madeira, hein? Perfeita para esconder os fios da TV suspensa e para dar um conforno especial. Ah, e eu adoro quadros (e espelhos) encostados na parede :DDecoração pelo mundo obaaa \o/ E só porque Carolzinha voltou das terras lusitanas, a casa desse mês é em Lisboa :) Adorei o piso de madeira pintada de branco, que deu um contraste muito bonito com as peças rústicas, de madeira crua. Ah, pode me chamar de brega, mas eu adoro peças, quadros, acessórios ou qualquer outra coisa com a palavra AMOR na decoração. Pode ser em qualquer língua, mas eu acho lindo.  Ela tem uma cozinha ampla, aberta, do jeito que eu gosto. Bem integrada ao resto da casa. Tem detalhes perfeitos, como um lavabo lindo, umas peças de louça lindas… Mas não dá pra colocar foto de tudo, né? Vale a pena. Já disse que é minha parte preferida da revista, né? :)E uns 6 anos depois que eu comprei uma formiga gigante de madeira, que fica na parede da minha varanda e assusta alguns desavisados, eu encontro na revista que agora os besouros são tendência. Tava na moda e nem sabia, ó :P Eu sou daquelas que militam contra os quadros feitos de borboletas, e também não gosto muito de insetos de forma geral. Mas como eu curto dar uma chocadinha no sistema, gostei da nova modinha :DEu não decoro minha casa para o Natal, mas dou o maior valor a quem busca fazer isso de forma original e diferente. Eu usaria, linda e loira, os cupcakes da Pitadinha na minha decoração natalina :PEu amo café. Quem me segue no twitter vê as minhas idas quase que diárias ao café da Livraria Cultura. É um vício? É. Claro que é. Mas eu gosto mesmo assim. E com uma canelinha, um bolinho, uma frescurinha, é tudo de bom :) A hora do café com os amigos é uma coisa sagrada, e quando eu não consigo ter esse tempinho eu fico muito triste…Ah como eu queria uma casa, pra ter um espaço assim do lado de fora, pra fazer um churrasco, uma pizza, chamar os amigos. É uma alegria, né? Só de olhar já faz bem :)
E pra finalizar, uma matéria que achei bem interessante. Sebos especialmente cuidados. Porque a referência que eu tenho de sebos, são realmente sebosas. Com tradilho. São lugares feios, sujos, cheios de mofo e mal cheiro. Mas olha só que espaço legal, esse. Que oferecem os livros a preços baixos, mas que também oferecem conforto, café e qualidade de leitura :) Adorei e, por favor, empreendedores de Recife, se liguem na dica ;)Gostaram? Mês que vem tem mais :D E para mais detalhes do que tem na Casa & Jardim desse mês, é só acessar o site ;)


a casa de gravatá


Gravatá é uma cidadezinha do agreste pernambucano, distante 85km da capital. A cidade é conhecida por seu clima gostoso, que é quente durante o dia e chega a fazer frio nas noites de inverno. Até no verão o vento é fresquinho à noite. Recebe muita gente no feriado da Semana Santa, quando o clima está mais frio e as pessoas desfilam com suas botas, casacos e cachecóis. É conhecida também por suas casas charmosas, em estilo de casinhas da Suiça. É onde os recifenses fogem do calor do litoral para tomar chocolate quente, comer foundue e tomar vinho. E foi onde eu passei o meu último domingo, na casa do meu sogro em Gravatá.

Uma palavrinha sobre o meu sogro. Ele é meio doido. Um cara que é geólogo, engenheiro e médico por formação é doido ou não é? Atua como médico, mas fez todo o projeto dessa casa. Todo. Nas horas vagas ele cozinhas delícias, constrói móveis, conserta qualquer coisa que tenha na sua oficina, costura, cuida das suas plantas, coleciona antiguidades e relógios. Ele é um verdadeiro miliuma utilidades. E tenho que dizer que tudo que ele faz, faz bem feito. Tem um ótimo gosto para decoração, como vão ver agora :)

Eu sou completamente apaixonada por esse baú. Eu gosto de qualquer baú, mas esse sem dúvidas é um dos mais lindos que já vi. Ah, e adoro essa lareira. Sim, foi ele que construiu a lareira, junto com meu maridão, que herdou dele esse gosto pelas manualidades. É um projeto que foi feito de olho, sem pegar grandes informações sobre como deixar uma lareira perfeita, mas é isso que ela é. Perfeita. A lenha queima, a fumaça sobe, não suja e cumpre muito bem sua missão de esquentar as noites mais frias. Estão de parabéns :)

E essa linda estante com os livros, adivinha quem foi que fez? Bingo. Meu sogrão. Não, claro que ele não só desenhou. Ele fez. Construiu. Mão na massa. Ou melhor, na madeira. E pra não deixar o marido enciumado, ele também tem esse dom de construir as coisas. Mas, pelo que eu sei, o maior trabalho dele na casa foi com esse piso do primeiro andar. Ele lixou, selou e envernizou cada pedaço desse de madeira. Tenho que dizer que o piso é lindo :)

Ahh como eu amo essa cozinha. Tão rústica, tão linda. Sou completamente apaixonada por esse fogão tipo industrial. Acho ele simplesmente perfeito. Não é? Ah! E adivinhem só de quem é a mão que está cozinhando para o almoço.. Ele mesmo. E a linda e simpática vovó Auzira também saiu na foto, afinal, ela adora uma cozinha :)

E esse forno a lenha, prontinho para receber uma pizza caseira. Claro que foi meu sogro que fez, ué. E mais uma fez Paolo estava junto ajudando e aprendendo. Pensem numa dupla pra gostar de construir coisas. Para essa churrasqueira eles pegaram um projeto pronto na internet para reproduzir sem erro, mas, ao contrário da lareira que ficou perfeita, essa churrasqueira deixa a fumaça sair… Talvez se eles tivessem feito de olho tivesse ficado melhor :P

Agora, saindo da casa, temos algumas das suas frutas. Sapoti, uva, jaboticaba, pitanga, acerola, e ainda tem mais um monte. Tem as flores, as orquídeas, a horta hidropônica (construída por quem? rá! muito bem), a horta orgânica, as árvores, as trepadeiras, e todo tipo de planta que ajuda a deixar esse ambiente ainda mais aconchegante.

Ahh essa oficina. Putz, eu adoro a oficina. Tem todo tipo de ferramenta que você imaginar, para todo tipo de trabalho, e todo tipo de químico, e todo tipo de tudo. Tem furadeira indistrial, máquina de solda, torno, e mais uma infinidade de coisas que eu não vou nem saber do que se trata.  Porque ele não faz só aqueles móveis e tal, ele faz peças com ouro, faz sabonete, conserta eletrônicos, e ainda mais tantas coisas que eu também não faço ideia. A oficina é um sonho até pra mim, que só gosto de brincar.

O post termina aqui, mas a casa ainda tem tanta coisa legal. Eu tive que dar uma selecionada grande, e tudo que eu deixava de mostrar me dava uma aperto no peito, porque é tudo tão lindo. Mas o post já ficou enorme, então quem sabe numa próxima oportunidade, né? :) Eu acho essa casa linda demais. Parabéns Amaury, meu sogro de miliuma utilidades, e meu maridão, que tá indo no mesmo caminho :P




meus saleiros e pimenteiros


Não são lindos? :) Esses dos cactos vieram primeiro. Achei eles uma graça e comprei numa super promô da Tok Stok, mas só tive desgosto. Eles simplesmente não funcionam. Não sai mais que dois grãozinhos de sal ou pimenta, por mais que eu sacuda esses danados desses cactos pra cima e pra baixo. Ainda deixei eles compondo a mesa algumas vezes, porque lindos eles são, mas depois desisti e guardei.

Os cachorrinhos são da Imaginarium e foram presente de um casal amigo e muito querido, Rico e Adriana. São lindos, maravilhosos, funcionam e ficam lindos na minha estante do escritório, onde eu guardo brinquerinhos e miudezas. É, pois é, eu não consigo deixar eles lá na cozinha, pra colocar na mesa e usar no dia-a-dia. Até porque eu praticamente não como em casa, só um jantarzinho que geralmente se resume a um sandubinha. Já coloquei o sal e a pimenta, estou só esperando uma oportunidade pra usá-los :D

E os simpáticos fantasminhas (ou ETzinhos, como preferir :P) foram o presente da Ju, que comentei no post aqui debaixo :) Não são lindos? Não são uma simpatia? Não dá vontade de abraçar? É aquela coisa que é impossível você olhar e não soltar um “ôôôô” automaticamente. Fiquei encantada :D E, pelos “olhinhos” dá pra ver que eles funcionam sim.

Acho todos eles lindos, e agora que eu tenho dois que funcionam vai ser bem difícil escolher qual usara. Acho que sempre vou colocar os dois na mesa hahaha :P



© 2016 - ideias de fim de semana