home sobre mim sobre o blog mídia kit

turquesa (ou o post de uma foto só)


Eu sou uma pessoa que ficou traumatizada com o azul na decoração, depois de simplesmente não conseguir mais dormir no meu quarto azul. Mas quando vi essa foto no House of Turquoise achei um escândalo! As combinações de tantas cores fortes ficaram, incrivelmente, lindas. Não é o tipo de ambiente que eu costumo gostar, mas com toda essa luz, com toda essa vida, fica difícil desgostar, né não? Então aproveito pra fazer um comentário infeliz, turqueza não é azul. Porque azul eu não gosto mais, mas acabei de me apaixonar pelo turquesa na decoração! hahaha :P


marmita do dia: lagarto despedaçado


Eu acho que cada pessoa tem a sua receita de lagarto, menos eu. (Update: lagarto é um corte da carne bovina. Não estou comendo calango, ok?) A minha receita é uma mistureba entre a receita da minha mãe, com a receita do Larica Total, e com outras receitas que já vi pela internet. Dessa vez eu exagerei no tempo de panela de pressão, por isso ele ficou assim, despedaçado, feinho, mas não menos gostoso :)

Para fazer eu peguei a peça de lagarto, dei uma limpadinha no excesso de gordura, fiz um furo no meio para colocar uma linguiça mista e, com um garfo daqueles de churrasco, fiz uns furos para temperar com: sal, pimenta, shoyo, alho, louro, canela e um cálice de vodka (na falta de vinho ou wisky). Então coloquei ele num saco para marinar, e deixei na geladeira por mais ou menos uma hora. Se puder deixar de um dia pro outro é ainda melhor ;)

Então eu refoguei uma cebola em rodelas na panela de pressão, e quando ela já estava bem transparentezinha eu coloquei pra selar a carne (que nada mais é do que colocar a carne na panela quente, fazendo o “shhhhh” de cada um dos lados, pra ela fechar os poros e quando cozinhar ficar mais suculenta). Então é deixar ela dar uma assadinha na panela, completar com água, acertar o sal (eu acertei com shoyo) e deixar na pressão por 1h pelo menos. Aí é só tirar a carne, colocar numa assadeira e cozinhar as batatas no molho da carne que ficou na panela. Se estiver salgado é a hora de salvar :) Adicionei umas fatias de champignon e deixei o molho reduzir um pouco, fervendo e fervendo. Aí é só colocar o molho junto da carne e deixar no forno pra dar uma escurecidazinha na carne. Precisa de mais nada, só de um arrozinho branco e uma saladinha pra ficar perfeito :)

Ah, e preciso compartilhar com vocês a minha mais nova certeza: o sabonete de inox funciona. Sim, ele tira o cheio de tempero das mãos como que num passe de mágica. Eu já tinha visto um ovinho de inox em algumas lojas, mas sempre vi ele tão caro que nunca tive coragem de comprar. O post de Eden no Passinho tinha me encorajado, mas eu ainda não tinha parado para procurar. Então ontem, enquanto andava no Plaza, parei numa lojinha e encontrei esse por R$18,50 e decidi que por esse preço eu pagava pra ver. E o negócio funciona. É só esfregar ele na mão por uns 20 ou 30 segundinhos debaixo d’água, igualzinho a um sabonete, e pronto. O cheio vai embora pelo ralo. Façam esse investimentos, mestre cucas do dia-a-dia, que vale a pena ;)


o natal do plaza shopping (ou o shopping que conheci ontem)


Uma palavrinha sobre o Plaza Shopping. Acredito que eu era uma das poucas pessoas que não conhecia esse shopping. Ou melhor, nunca tinha ido lá, porque já tinha ouvido falar muito, e visto muitas campanhas na rua. Entendam, eu sou nascida e criada na Zona Sul do Recife, e a Zona Norte é quase que outro mundo para mim. Vou pouco, conheço pouco e, geralmente, me perco muito. Mas quando me convidaram para fazer esse post para o Plaza, achei uma oportunidade digna para conehcer o shopping e o cinema, que eu confirmei que é o melhor da cidade.

Fui ao Plaza Shopping e encontrei tudo o que eu ouvia falar. Um shopping pequeno, mas que tem uma boa variedade e que você encontra de tudo. Um ambiente família, com crianças, adolescentes e famílias inteiras passeando no feriado. Um lugar limpo, com lixeiros de coleta seletiva em todos os lugares, e com o serviço de funcionários na praça muito prestativo e ágil. É realmente um shopping que tem um clima diferente dos outros da cidade, e é bem agradável para dar uma volta. Não, eles não me pagaram pra falar tudo isso, mas me sinto bem em compartilhar as minhas experiências, ainda mais as boas. Então é isso, conhecer o Plaza foi ótimo, e me deixou mais a vontade para falar do seu Natal.

Dando continuidade a uma ação muito bacana que rolou no ano passado, o Natal do Plaza vai seguir investindo em solidariedade. Os sonhos de 365 crianças atendidas pela Casa da Criança Marcelo Asfora, pela Creche Menino Jesus e da Comunidade Vila Vintém foram publicados aqui no site, e os clientes podem escolher um ou mais (ou muito mais) sonhos para realizar. A ação já está acontecendo, e a doação dos presentes deverá ser feita direto no shopping. O Papai Noel vai entregar cada um dos sonhos, em todas as instituições, no dia 17 de dezembro

Ah, eu tenho que comentar que também achei a decoração de Natal uma graça. Já tinha falado aqui no blog que não sou muito fã de decoração de Natal, mas que faria a minha cheia de cupcakes fácil, fácil. Então, quando chego no Plaza eu vejo que o Doce Natal era de fato doce :P As árvores decoradas com cupcakes e ilhas para as crianças fazerem suas guloseimas. Não tá fofo?E para deixar o Natal ainda mais legal (e mais bonito) o Plaza fechou uma parceria com a Fiori e vai sortear 2 Fiat 500. Não é lindo? Putz, que carrinho fofo. Tive que, na cara dura, afastar aquelas fitas de segurança para tirar uma foto :P Mas então, para participar do sorteio é só realizar compras no Plaza a partir de R$200, até o dia 2 de janeiro, e trocar a nota por um cupom. Quem comprar com o Hipercard ainda fica com o dobro de chances. O sorteio será no dia 5 de janeiro, e os dois sortudos vão começar o ano com um lindo cinquecento na garagem.

Então tá fechado, a simpatia desse ano é calcinha amarela, sementes de romã, pular as ondinhas e comprar no Plaza :P


eu quero um ninho pra mim


Eu quero um desses agora, pode ser? Esse é um projeto dos designers franceses Daniel Pouzet e Fred Frety, que eu vi no catálogo da Dedon.

Quero para pendurar na árvore que eu sonho em ter na minha casa, que fica por cima do rio, ou do lago. Tudo bem que eu não sei como a pessoa faz para entrar no ninho quando ele está no alto da árvore, ou por cima da água, mas eu quero mesmo assim. Quero para ler um livro, para tirar a soneca que eu sonho todos os dias depois do almoço, para ficar abraçada com meu amor durante um domingo inteiro. Não me interessa como eu vou fazer pra carregar, mas pra onde eu for eu vou levar o meu ninho comigo. Pra colocar na beira da praia de Maracaípe e curtir o barulho do mar, ou no alto de Serra Negra olhando as montanhas. Quero agora.

E eu juro que se fizessem um projeto que alugasse a hora em ninhos como esse, espalhados pela cidade, eu seria cliente cativa das 13h às 14h todos os dias.



© 2016 - ideias de fim de semana