home sobre mim sobre o blog mídia kit

já que é pra trintar, trintei.


trintinha 145Eu estava ansiosa pelo meu aniversário de 30 anos como eu acho que nunca fiquei. Não sei bem porque, mas senti que realmente era uma festa de ano novo. E foi por isso que resolvi fazer uma festa mesmo. Aproveitei que meu irmão tá no Brasil e meu pai arrastou a família pra Recife pra comemorar comigo. Então pela primeira vez em alguns bons anos, reunimos novamente meu pai, minha mãe e meus irmãos no mesmo balaio. Tinha mesmo que comemorar.trintinha 11

Fiz a festa no quintal da Casa 57, um espaço massa onde tem o Café e Atelier da Gordinha e a loja da Vitalina. A casa é linda e acomodou carinhosamente todos os convidados. Para o dia, fiz uma decoração simples. Como fiz tudo praticamente sozinha, não tive tempo livre pra fazer muito mais do que isso hehehe :P Escolhi o vermelho de amor e da luta pra ser a cor da festa, e a partir daí fui juntando umas coisas.trintinha 2 trintinha 3 trintinha 5trintinha 10trintinha 1

No teto, pendurei 30 estrelas, essas que ensinei como é que faz nesse post aqui. Na entrada fiz uma cortina de corações, que são super fáceis de fazer também. A dica tá aqui. Além disso, pintei alguns cartazes com frases que eu compartilho da ideologia, e deixei pendurados pra quem quisesse pegar pra tirar foto. Nas mesinhas eu fiz um arranjo super simples com o origami de coração que eu sempre faço, e inclusive é a inspiração da marca e identidade visual do blog, espetei em palitos de churrasco e coloquei em potes de palmito com sal grosso e brilho vermelho.trintinha 6trintinha 4trintinha 16

Sim sim, além do vermelho, o “open bar de brilho” era o ponto forte da decoração, afinal, foi o que decorou a parte mais bonita da festa: os convidados. <3 Coloquei à disposição da galera brilhos de várias cores, tipos, formatos, espelhinho e gloss pra aplicar. Foi tão lindo ver todo mundo brilhando! As pessoas ficaram radiantes, feito eu estava.trintinha 8

A festinha também foi “open bar de caranguejo”, então foi uma mistura de brilho com lambuzado em todo mundo hahah :) São duas coisas que eu aaaaaamo de paixão, brilho e caranguejo, então fiz questão de dividir com esse povo bom que eu tenho por perto. Mamãe ainda fez um caldinho de feijoada delicioso pra dar a sustança na turma, e o café da Gordinha estava vendendo as bebidas e as comidas deliciosas dela. Pense que ficou todo mundo super bem servido.trintinha 13 trintinha 12 trintinha 9O som da festa estava suuuuper elogiado, o tempo inteiro. Teve DJ Fininho (meu amor <3) e DJ Galego dos Coelhos. Teve duelo dos dois, deve som de vinil, de iPad, de computador, teve tudo. Além disso, tinha Ianah Maia fazendo flash day de tatuagens, com desenhos lindos a R$200. Ela tatuou 6 pessoas e eternizou o dia da festa na pele. Belle Souza da Hair Instiga também tava cortando cabelos por lá, deixando o povo ainda mais bonito. Pese numas atrações rochedos que eu consegui reunir! trintinha 14 trintinha 7O dia estava lindo, o céu estava claro, sem uma nuvem. A noite caiu gostosa com uma lua belíssima bem acima das nossas cabeças. Foi tudo tão incrível que eu não consigo parar de agradecer por esse dia. Teve skype com amiga em Barcelona, teve presente de amiga de São Miguel do Gostoso, teve gente se fazendo presente mesmo à distância. E eu posso garantir que recebi todas as good vibes enviadas. Ainda tive a sorte de ter fotos dos convidados, que levaram câmeras pra ajudar a registrar esse momento incrível. Então aqui tem fotos de Julia, Yanna, Malu e minhas. :)

Ah, de presente para os convidados, eu pedi 1kg de ração para cachorro adulto, que eu vou doar para uma moça que cuida de uns cachorros resgatados lá em Camaragibe. Ano passado fiz isso também, e vi o quanto ajuda. Esse ano foram arrecadados 52kg de ração, e isso me deixou ainda mais feliz do que eu achei que poderia ficar. Meu coração está gordo de amor, e eu sou só gratidão.

Obrigada 30, você chegou me fazendo muito bem. Estou me sentindo linda, e a parte mais bonita tá brilhando aqui dentro do peito. Vamos celebrar a vida!trintinha 15


estrelinhas de papel passo a passo


estrelas de papel 8No mês passado, o casamento das minhas amadas Letícia e Inge foi todo lindo, e me lembro de uma coisa ter chamado bastante minha atenção: umas estrelas de papel que tinham gliter dentro! A ideia foi de Julia, arquiteta cheia do bom gosto, e quando eu estava pensando em algumas coisas simples e baratas pra decoração do meu aniversário, me lembrei dela. Só que ao invés de colocar brilho dentro, eu queria colocar na decoração, sabe? Então pedi pra ela o molde e comecei a produção.

Você pode baixar o molde aqui!

estrelas de papelO primeiro passo é imprimir o molde num papel A3, pra ficar com um tamanho assim maiorzinho. Eu escolhi trabalhar com um papel de gramatura maior pra ficar firme, então usei esse que acho que é papel guache. 
estrelas de papel 2Quando recortei a forma, vi que na primeira dobra ia precisar fazer uns ajustes no molde, então repara onde tá marcado aí em cima e como fica depois. É só um recortezinho simples pra ajustar melhor na hora de dobrar.estrelas de papel 3 estrelas de papel 4Depois, com a ajuda de uma régua, vai fazendo os vincos onde o molde mostra. É bom fazer dobrando para os dois lados, pra ajudar na hora dela virar estrela mesmo, sabe?

estrelas de papel 5Na hora de colar onde o molde indica, tem outro pulo do gato. Se você colar por cima de onde está dobrado, vai dificultar na hora de virar estrela. Então, sugiro mais uma aparadinha conforme mostra aqui em cima, pra deixar bem certinho nas arestas. Aí é só colar aí nessas 3 abas. Eu usei cola quente, mas acho que uma cola líquida de rápida secagem é mais indicada porque facilita a dobra. A aba arredondada fica aberta justamente porque essa estrela é como se fosse uma caixinha, sabe? Então você pode também usar pra colocar doces ou o que quiser pra sua festinha. :)

estrelas de papel 6 estrelas de papel 11Depois de colar, resolvi aplicar gliter em algumas delas, pra dar um efeito de contraste entre algumas brilhosas e outras opacas. Pra isso, usei um verniz em spray e gliter de artesanato por cima. Depois coloca o spray de novo pra segurar mais um pouco o brilho e pronto. :) É só dobrar como todas as outras.

estrelas de papel 7 estrelas de papel 9Tem que dar uma apertadinha nas arestas pra ela ir se “inflando” assim. Fica uma graça, né? :) Como meu objetivo foi usar na decoração, peguei uma linha e agulha de costura mesmo, passei em uma das pontas dela e usei pra pendurar no teto. Fiz esse teste no teto da minha sala e adorei! Vou utilizar como móbile na decoração, achei lindo.

estrelas de papel 10


um pulinho no parque nacional de itatiaia


cachoeira veu da noiva 2O fim de semana que passei em Penedo com papai foi super rápido… No domingo estávamos todos cansados da caminhada no Vale do Alcantilado, meu irmão já tava preferido piscina em casa a sair pra ver a rua, Angélica tava com dor pra fazer qualquer caminhada, e eu e papai estávamos mais com preguiça mesmo eheheh :P Mas como o domingo era meu último dia por lá, já que ia na segunda de manhã pro Rio, resolvemos ir no Parque Nacional do Itatiaia.

Papai disse que há 20 anos eu fui uma criança feliz por aí, pela mata, mas claro que não me lembrava de nada hahaha :P Aí entramos com a promessa de ir só até onde desse pra ir de carro, tinha ninguém muito afim de caminhar. Mas seguimos a dica do moço na portaria: subam direto até o acesso das cachoeiras e depois voltem visitando os lugares. Então fizemos. Quando chegamos no estacionamento, tinha uma placa apontando uma escada e dizendo que tinha uma cachoeira, e eu apenas fui descendo :P Chegando lá…cachoeira da maromba cachoeira da maromba 2Minha gente, que coisa linda! O Poção da Maromba é uma super piscina transparente com uma cachoeira e esse visual incrível das plantas e do céu azul. Fiquei arrasada de não estar de biquíni :( Mas valeu contemplar :) Saindo de lá, tinha a placa pra subir até a cachoeira Véu da Noiva, e eu já tava animada pra fazer a trilha. O cansaço já tinha passado só de ver essa beleza toda. Então mesmo sem estar com os calçados adequados, eu e papai seguimos pela trilha da Véu da Noiva e foi a melhor coisa que poderíamos ter feito no dia.

cachoeira veu da noiva 3A trilha é tranquila, e apesar de não ter a estrutura tão preparada quanto as do Vale do Alcantilado, foi bem tranquilo de chegar. E dava pra ver também gente de todas as idades indo e vindo. Ao chegar no pé da cachoeira, só conseguia me concentrar nos respingos de água em mim. Depois de tirar as selfies com papai (aí gosta de selfie, viu hahaha <3) fiquei um tempo de olho fechado apenas sentindo o respingar da água como quem faz uma oração de agradecimento.cachoeira veu da noiva 4 cachoeira veu da noivaMinha gente, é sério. Eu saí da cachoeira parecia que eu tinha tomado muito café, comido muito açúcar, não sei. Eu estava quicando! Cheeeeia de energia, feliz, saltitando, andando de braços abertos, rindo alto, impressionante. A bateria recarregou no topo, sabe? Foi intenso. Essa cachoeira tem algo de especial, sério mesmo. Ela não tem acesso pra banho, mas tenho certeza que se tivesse seria um banho mágico. Porque a energia dela é coisa séria.

Saindo de lá paramos num hotel que tem lá em cima pra tomar uma cervejinha contemplando a vista panorâmica do parque e seguimos direto pra buscar meu irmão pra almoçar, já quase no fim da tarde.parque nacional de itatiaia 2O Parque Nacional do Itatiaia tem muuuuuitas outras atrações. É o tipo de lugar pra ir passar o dia inteiro, e depois voltar, e voltar. Fiquei devendo conhecer muita coisa, mas saí com a sensação de que tive tudo que precisava e merecia para aquele dia. Foi mágico.

E entre tanta beleza, até as borboletas de lá, que tem de todos os tamanhos e cores, são amigas. Tem coisa mais massa? :) Espero não precisar esperar mais 20 anos pra voltar lá de novo hahaha :Pparque nacional itatiaia


a culpa nunca será nossa


Me culpei por não conseguir escrever nada sobre o assunto

Me culpei por mal conseguir falar sobre o assunto

Me culpei por mal discutir sobre isso com meu namorado, com meus amigos homens

Me culpei por ter postado comida ao invés de textão

Me culpei por ter apetite, até que passou

Agradeci por meu Facebook estar fora do ar, e me culpei por isso

Me culpei por rir de um seriado

Me culpei por ter vontade de transar

Me culpei por não ser da corrente feminista que acredita que somos todas irmãs

Me culpei por chorar repentinamente enquanto tentava trabalhar

Me culpei por conseguir trabalhar, até que não consegui mais

Me culpei por ter conseguido dormir sem pesadelos

Me culpei por ter desejado que ela não tivesse sobrevivido pra não ter que carregar esse peso pro resto da vida

Me culpei por querer que cada um dos 33 tivesse uma morte lenta e dolorosa

Me culpei por querer que esse episódio estivesse nos livros de história

Me culpei por pensar que precisa acontecer esse tipo de coisa pra algo poder mudar de verdade

Me culpei por gostar de homem

Me culpei por acreditar em homens que tentam ser melhores

Me culpei por pensar que eram monstros e era loucura, até entender que são homens sãos em sua consciência agindo por escolha

Me culpei por nunca ter sofrido um abuso sexual físico

Me culpei por não saber que tenho amigas que foram estupradas

Me culpei por não saber o que dizer pra elas quando soube

Me culpei por não achar que meu choro era legítimo

Me culpei por não sair respondendo comentários machistas nos posts sobre o assunto

Me culpei porque sou mulher e desde sempre aprendemos que a culpa é nossa. Da nossa roupa, das nossas escolhas, das nossas companhias, da nossa atitude, da nossa falta de atitude.

NÃO É NOSSA CULPA.

A culpa nunca é da vítima. NUNCA. A cultura do estupro está dentro das nossas casas, na nossa família, na nossa escola, na nossa educação. Ela está presente naquelas cantadas nas ruas, naquele compartilhamento de vídeo íntimo no whatsapp, naquela piada que você diz ser só uma piada, naquela frase que você solta sem perceber que está diminuindo a mulher, está nos portais de notícia que descredibilizam o assédio, está na sua fala quando você diz que estamos exagerando, está no seu silêncio quando vê um amigo passando dos limites e não faz nada, está na sua vergonha em dizer que isso está errado e sair de careta. A cultura do estupro está nas suas mãos.

Uma mulher é estuprada a cada 3 horas no Brasil! O Caso dos 30, como está sendo chamado, foi um dos 8 casos do dia. UM.

Espero, de coração, que este caso seja um DIVISOR DE ÁGUAS. Que algo realmente mude na sociedade, na cabeça das pessoas. Que mesmo com tanta coisa ruim rondando sobre isso, que ele traga união feminina, que leve a consciência feminista para os homens, para as famílias, para as escolas. Que não seja esquecido. Que continue incomodando. Que continue doendo. Porque, só assim, vamos lembrar que a mudança está nas nossas mãos.

VAMOS SER A MUDANÇA. Pela menina de 17 anos estuprada por 33 homens, e por todas as outras mulheres. Crianças, idosas, de todas as idades, cores, credos. PELAS MULHERES.

Por favor. Por amor.



© 2016 - ideias de fim de semana