home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre animais

como fazer quadrinhos de silhueta


quadro silhueta 7Faz muito tempo que eu tô com esse projeto na gaveta. Só que as fotos já estão impressas e recortadas tem meses, desde o ano passado pra vocês terem ideia. Mas eu ainda não tinha ido em busca das molduras e do restante das coisas. Mas desde que minha amiga Alice disse que era minha cara isso, eu decidi que tava na hora de continuar. :)

Então fui lá comprar as molduras de mdf, que pra quem é de Recife encontra fácil tanto dentro do próprio Mercado São José quanto na loja Irmãos Haluli. É coisa de 10 a 13 reais, variando o tamanho. Aí também comprei tinta PVA para pintar as molduras e as silhuetas. Pra fazer a base, comprei uns papéis de scrapbook e pronto, temos tudo que precisamos pra começar. :)

quadro silhueta 1 quadro silhueta 2quadro silhueta 3Peguei fotos dos meus filhos, Chica e Gil, de perfil e imprimi. Recortei pra dar a forma e descobri que é melhor decalcar num papel mais grosso antes de pintar, porque pode rasgar. Então é usar a tinta preta e cobrir todo o molde. Cuidado pra não ficar colado no papel de baixo e terminar rasgando. Sugiro usar o rolo tanto para as fotos quanto para a moldura, porque aí não fica aquela marca de pincel. ;)
quadro silhueta 4 quadro silhueta 5Enquanto espera as tintas secarem, pega a base do quadro e usa como molde para decalcar no papel de scrapbook. Então é só cortar e usar como base. Eu coloquei o papel de fundo na moldura para só então posicionar as silhuetas, pra poder ficar certinho. E olhe que ainda ficou tronxo ahaha :) Então é passar cola branca na parte de trás das silhuetas e colar. Cuidado pra não encharcar, hein? Sugiro que use um pincel pra deixar fina a camada de cola.quadro silhueta 6Fica uma gracinha, né? Simples e fácil. Se quiser, ainda pode colocar uma folha de acetato transparente pra fazer as vezes de vidro e tá tudo certo. Lindo, né? Agora eu acordo e olho para os meus filhos na parede, de frente pra cama. Não que eu não olhasse pra eles antes, porque geralmente estão na cama ou logo embaixo dela. Mas vocês entenderam a intenção. :P

Fica massa pra quem tem filhos humanos também! hahaha Funciona super bem com silhueta de bebê :D

Espero que tenham gostado. É rápido de fazer, eu demorei menos de uma hora pra fazer os dois do zero, então nem adianta dizer que dá trabalho ou que vai tomar muito tempo. Pode ir pensando em outra desculpa. :P


perfis de bichos para seguir no instagram


Eu sou a favor de fazer pequenas coisas que nos deixam um pouco mais felizes durante o dia, sabe como é? Eu passei uma época em que todos os dias, no meio das mil abas abertas do navegador, eu deixava uma foto engraçada. Volta e meia passando pelas abas eu olhava pra foto e dava um sorriso. Pequenas coisas, mas que terminam por fazer a diferença. Como uma das coisas que eu mais gosto nessa vida é de bicho, eu comecei a seguir alguns perfis no Instagram e curtir algumas páginas no Facebook. E toda vez que aparece alguma fofura na minha timeline é uma delícia e eu cumpro minha cota de “ownnn” do dia. Então resolvi trazer aqui alguns perfis de Instagram que eu sigo, vai que vocês também gostam e se interessam por colocar uma dose de sorriso e fofura no dia, né? :)

Joejoe The Capybara é sem dúvidas a capivara mais fofa, amada e querida da face da terra. Eu definitivamente quero pra mim.

oejoe_the_capybara

 

Oliver the Westie é fofo, frondoso e lembra o meu vizinho de porta, que sempre entra lá em casa pra dar uma marcada no território de Chica :P oliverthewestieHamlet the Piggy é esse mini porco que é tratado como uma criança. Ou como uma boneca. Só sei que desde que eu vi eu incluí na minha lista de desejos: ter um mini porco.

hamlet_the_piggyTuna é conhecido, né? Esse cachorro dentuço e super simpático é de derreter os corações <3 tunameltsmyheartIf It Wags são cachorros lindos e que vivem em paisagens lindas. É suficiente pra querer seguir e ver.ifitwagsMotjiro é o cachorro mais estiloso do mundo. Sim, eu tenho pena e acho bullying, mas ao mesmo tempo me divirto e não acho que ele sofra por isso… Então tá valendo :PmontjiroHarlow, Sage e Indiana  são sem dúvidas os meus preferidos do Instagram. Esse trio de cachorros tem vídeos e fotos incríveis, capazes de arrancar os “ooowwwwnnnnnn” mais profundos. São de uma troca de carinho e cumplicidade incrível. <3harlowandsageSam has eyebrows, sim sim, é um gato com sobrancelhas. Ele tem as manchas no pelo que foram justo esse olhar de pena e de coitado no gato. Tem como não rir olhando essa cara? Não consigo, eu amo Sam. samhaseyebrowsDogs of Instagram tem um monte de cachorro lindo, de fotos lindas, de tudo. É só um compilado do “the best of”, então eu sigo e adoro.dogsofinstagramZhilun é um shiba lindo, o cachorro que sorri. Toda foto que eu vejo eu tenho vontade de abraçar, sabe como é?zhilunRafael Mantesso eu comecei a seguir faz tempo, quando ele era do Marketing na Cozinha. Mas o Instagram dele começou a bombar com as fotos do Bull Terrier, que além de lindo ele ainda tira onda com desenhos e deixa tudo mais divertido, vale a pena demais.rafaelmantesso

E mesmo que meu Instagram não seja de bicho, pode seguir que Chica e Gato Gil aparecem sempre hahaha :) @terrinhaCaptura de Tela 2015-01-21 às 10.16.47


meu sonho: ser a velha dos bichos


Eu fui uma criança de apartamento. Na verdade, eu sou uma pessoa de apartamento. Nasci, cresci e moro até hoje em apartamento. E o pior, tudo entre crises de asma e rinite alérgica. Ou seja, ter bichos sempre foi um problema. Quando eu era bem mais nova, depois de pular muro da casa de vizinhos pra brincar com os cachorros deles e me abraçar com qualquer vira-lata que cruzava meu caminho, mamãe e papai fizeram os seus esforços pra realizar meu sonho de ter cachorro.

Primeiro, uma poodle da qual eu lembro pouco… Lembro mais dos carrapatos e dos pelos que ela soltava pela casa do que dela propriamente. Não funcionou. Depois tentamos um husky siberiano. Sim, num apartamento. Sim, em Recife. Sim, ele avançava na geladeira toda vez que a gente abria a porta. Mas era uma raça que na teoria tem cabelo, e não pelo. Então poderia ser uma boa saída pra minha alergia. Mas enquanto não atacava minha rinite, atacava a casa inteira. Louco, destruidor e plenamente não adaptável. Não funcionou e foi o primeiro que eu me apeguei fortemente. Lembro até hoje o quanto eu chorei… bizuDepois dele a última tentativa foi um miniatura pinscher usando o pensamento: ele tem pelo baixo, pouquinho, não vai causar tanta crise assim, certo? Errado. Erradíssimo. Foi minha pior crise alérgica de todos os tempos. Noites de nebulização, emergência, hospital. Um terror. Triste. Depois disso, ficou decidido que não teríamos mais cachorros…

Nesse meio tempo ainda tivemos Tita, uma jandaia que mamãe salvou de um bar onde as pessoas davam cigarro e cachaça pra ela. Ela era super inteligente e era criada solta em casa. Tão inteligente que um dia que foi enxotada do quarto de uma forma mais indelicada ficou triste e pulou da varanda. Pois é, um pássaro suicida. E entre todos os bichos, qual o único que não podia me dar alergia? Isso mesmo. Peixe. E mamãe tentou sanar minha carência ~animal~ com um belo peixinho. Mas eu resolvi tirar ele do aquário pra fazer carinho e… Pois é. Matei de amor. Então deu pra ver que meu começo com os animais foi meio difícil, né?

Aí depois nasceu minha irmã, também alérgia e asmática e nós decidimos não correr mais os mesmos riscos. Então eu só voltei a ter bicho lá pros 20 anos, depois que eu saí de casa. Que foi na mesma época que mamãe voltou a ter cachorro, pegou Lua, uma maltês fofa e chata, que está lá com ela até hoje.

E meus primeiros bichos depois que eu saí de casa foram os gatos. Sim sim, se é pra ter alergia que tenha de verdade hahaha :P E nós pegamos um gatinho novinho que apareceu miando na porta do apartamento térreo que a gente morava. E esse foi meu primeiro filho, Bob. Lindo, carinhoso, companheiro, inteligente. Mas a gente criou ele pro mundo, deixando a janela aberta para ele sair e voltar quando quisesse. Alguns dias da gente chegar e ter 5 ou 6 gatos dentro de casa, até o dia que não tinha mais nenhum. Bob foi e não voltou mais… A gente sabia que isso ia acontecer e já estava esperando, mas chorei tanto… Tanto…

bobE a segunda experiência foram as meninas. Duas gatinhas lindas e pretinhas que a gente salvou do meio de uns escombros. Elas foram abandonadas tão pequenas, mas tão pequenas… Mas a gente não podia criar, a gente ia se mudar pra outro apartamento e sabia que elas não iam se adaptar a ficar trancadas e tudo mais. Ainda tentamos, mas não deu. Elas eram lindas, irmãs, companheiras. Preta e Branca. Pretinha a mais nova, meio maluca e desregulada. Magrinha e desajeitada. Branquinha de uma pose, pompa e elegância que só ela. Terminaram na casa de um amigo nosso em Aldeia, com certeza mais felizes do que trancada num apartamento, enquanto meu coração apertava mais uma vez.

pretinhabranquinhaE depois delas, hoje eu tenho Chica, minha filha, meu amor incrível. Já morou comigo em três apartamentos diferentes, já me viu casar, separar, mudar de emprego, chorar, sorrir, viajar, tudo. Chica é incrível, minha preta pretinha, amor da minha vida. Um olhar humano no corpo de uma cachorra maravilhosa. Não tenho nem o que dizer, o amor que eu sinto por ela acho que reúne o amor de todos os outros bichos que eu tive numa só.

chicaE eu tô aqui, declarando todo meu amor aos meus bichos e contando a história dos animais da minha vida por um único motivo: quando crescer eu quero ser a velha dos bichos. Sério. Quero morar numa casa grande, com espaço pra criar todo tipo de bicho que eu quiser. Adotar cachorros, pegar gatos na rua, peixes que eu não tire pra fazer carinho, até pássaros eu criaria se não precisasse prender. Talvez papagaios, ou esses que a gente cria soltos. Sim sim, eu toparia ter todo tipo de bicho.

No último domingo fui até a casa de Lisiane, uma vizinha de mamãe que é muito querida e tem uma casa maravilhosa, onde ela mora com o marido, os dois filhos, um gato persa, um gato vira-lata adotado, uma border colie, uma akita e dois papagaios. Aí aproveitando que mamãe agora também pegou um gato, irmão desse adotado de Lisiane, passei o dia tirando foto dos bichos e sonhando com o dia que eu vou morar numa casa e ser a velha dos bichos. Sim sim, isso é um projeto de vida.

casa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichoscasa dos bichosDepois de ver essas coisas lindas, como não querer ser a velha dos bichos, me diz? E esses papagaios GARGALHAM. Sim! Eles gargalham de forma estridente, gritando, igual a Lisiane hahaha E, claro, que eu não aguentei quando ouvi e caí na gargalhada também, né? casa dos bichosAgora vai me dizer que esses bichos não deixam a vida das pessoas mais feliz? Claro que deixam, claro que deixam. Então se eu tenho um projeto pra minha vida daqui a alguns anos é ser feliz numa casa com espaço e muitos, muitos bichos. :D

Boa semana pra quem ama mais bichos do que as pessoas hahaha! <3



© 2016 - ideias de fim de semana