home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre calma monga

bogart café – o lugar


bogart cafébogart cafébogart cafébogart cafébogart cafébogart cafébogart cafébogart cafébogart cafébogart caféDesde que o Bogart Café inaugurou, há pouco tempo atrás, que várias pessoas chegam pra mim e falam: você tem que conhecer, é a sua cara! Então eu estava mais do que atrasada para conhecer. Já estava marcado desde a semana passada encontrar as amigas, e já tinha ficado decidido: na terça-feira nós vamos ao Bogart. E fomos :)

Foi um encontro delicioso, em todos os sentidos. Estávamos eu, Lari, Ju, Dani e Lila. Todas conheciam o lugar, menos eu. Que desfeita, hein? :) Mas tem coisa melhor do que você ir para um lugar onde as amigas já conhecem, adoram e sabem exatamente o que você gostaria de comer?

Em todo lugar que eu vou, principalmente se for a primeira vez, eu passo tempos olhando o cardápio, paquerando, estudando, vendo o que vou pedir. Até porque eu adoro cardápios, diga-se de passagem. Mas eu já cheguei no Bogart com a câmera na mão, e quando entrei mal parei de fotografar. Aí quando chegou a hora de fazer o pedido eu nem tinha aberto o cardápio ainda, então as meninas me deram o caminho das pedras e amanhã eu conto no post sobre as comidas o que a gente pediu :D

O lugar é muito lindo. Um corredor com cadeiras encostadas na parede de tijolos aparentes e rodeadas de cadeiras lindas de madeira, algumas envernizadas e outras pintadas de azul pelas donas (Que, por sinal, disseram que é terrível de pintar. Fica a dica ;) Ao longo do corredor de pé direito alto, as luminárias desse estilo industrial dão todo um charme. Adoro :) E o piso de ladrilhos eu não vou nem comentar, né? Que coisa linda. Principalmente porque ele foi misturado com madeira, então basicamente elas reuniram dois desejos grandes meus. Não tinha como não amar :)

Logo na lá na frente tem esse armário (lindo, por sinal), que é uma vitrine da Calma Monga. Eu não sei se eu digo que é uma marca, um ateliê, ou simplesmente que é um pessoal aqui de Recife que faz umas bolsas lindas :)

O balcão tem a parede toda pintada com aquela tinta que transforma a superfície em quadro negro, sabe? Ficou ótimo. Os desenhos são muito bons, engraçados e bem feitos com giz colorido. Tudo lá é bem organizado e os detalhes são muito bem cuidados. Por sinal, eu adorei a marca e a identidade visual de lá. Gente, a marca é um gato que é uma xícara de café. Mais duas paixões que elas juntaram. Não tinha como não amar [2] :)

E quando você acha que o lugar já está lindo o suficiente, lá atrás tem uma área aberta, com mesas de madeira, guarda-sol e bancos. Gente, que lugarzinho especial e agradável, viu. Tanto que a gente começou numa mesa lá na frente e assim que vagou uma mesinha do lado de fora a gente correu pra lá.

A parede coberta de hera dá uma sensação boa, verde, perto da natureza, aconchegante, tudo aquilo. As mesas são de madeira de demolição com pés em estilo cavalete. Olha lá elas misturando duas paixões minhas de novo. Eu sou doida por mesas com pé de cavalete, gente. E madeira de demolição eu nem comento… :) Os bancos foram pintados de amarelo, o que deu todo um charme e uma vida lá fora. Não tinha como não amar [3] :P

E eu tenho que dizer que além de lindo, o lugar tem comidas (e bebidas) deliciosas e um preço bem justo. O nosso encontrinho foi ótimo, divertidíssimo, agradabilíssimo, lindíssimo, íssimo, íssimo. :) E amanhã tem o post com as comidas, porque o Bogart tem muita coisa legal pra um post só ;)



© 2016 - ideias de fim de semana