home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre crepe

creperia fases da lua (e uma história pra lá de engraçada) #praiadapipa


fases da lua creperiafases da lua creperiafases da lua creperiafases da lua creperiafases da lua creperiaNo sábado à noite, depois de ter tirando um cochilo depois da praia que se estendeu mais do que esperávamos, pegamos o restaurante que queríamos conhecer fechado. Mas tem nada não, ele fica para a próxima :) Então, procurando alguma coisa aberta pra comer, que tivesse mais cara de um restaurante do que de um bar, encontramos a creperia Fases da Lua. Com dica no Foursquare e sempre cheia, resolvemos experimentar.

O lugar é simples, mas aconchegante. O crepe é simples, mas gostoso. A massa é sequinha e o recheio é suculento. Eu pedi um de frango com palmito (que, estranhamente, leva bacon) e Paolo pediu um de frango com catupiry que foi o mais gostoso da noite. De sobremesa, um crepe de Nutella, que não tem erro, né?

E foi entre um crepe e outro, entre uma cerveja e outra que eu fui checar o meu Twitter e vi o @canalsemroteiro dizendo “Estamos bem pertinho da @annaterra mesmo sem ela saber”. Gente, que medo :P Isso que dá ficar fazendo check in no Foursquare em todo lugar :P Mas eu li, achei engraçado, e deixei por isso mesmo.

Então, quando eu realmente não esperava, chega na nossa mesa os simpáticos @canalsemroteiro, @D_Maricota e uns amigos. Confesso que fiquei roxa de vergonha, mas super feliz. Eles disseram que queriam me conhecer porque gostam muito do blog, que me seguem no Twitter e que adoram o que eu escrevo. Ah, gente, eu fiquei boba… A verdade é essa :) Morta de vergonha e toda boba. Então eles pediram pra tirar uma foto comigo, nós trocamos umas palavras e eles foram embora. Mal sabiam eles que, além de fazer minha noite mais legal, eles tinham acabado de começar uma das histórias mais engraçadas da minha vida.

Poucos minutos depois que eles foram embora, chega o garçom na minha mesa. Se eu tivesse reparado que ele estava sorrindo mais do que antes, talvez eu tivesse desconfiado… Mas então ele solta a frase: – Oi, tudo bom? Olha, eu sei quem é você… Eu só não estou lembrando o seu nome agora…

Pausa dramática.

GENTE. O cara tava achando que eu era famosa porque a galera veio tirar uma foto comigo. E foi quando eu, sem saber o que dizer, respondi, com um sorrisinho: – Anna Terra. E então, achando que era pouco, ele fala: – Eu sabia que era Anna! Só não lembrava do quê…

GENTE. O cara mente muito mal. E saiu com mil pedidos para que eu ficasse à vontade. E foi nesse momento que toda a vergonha que eu estava sentindo por ter sido “tietada”, passou. Naquele momento eu estava com vergonha do pobre garçom que me atendia. A verdadeira e pura vergonha alheia.

Então Paolo foi para o lado de fora tirar umas fotos da creperia, afinal, ela nem ia virar post, mas agora que eu tinha uma história pra contar valia a pena o registro, né? E foi nesse intervalo que o garçom chegou novamente do meu lado e, sem pestanejar, soltou: – Oi… A senhora pode me dar um autógrafo?

Pausa super dramática.

GENTE! GENTE! Como assim?! O cara me pediu um autógrafo, gente! Eu fiquei roxa, azul, preta, colorida de vergonha por ele. Sério mesmo. Eu fingi que levei na brincadeira e falei que não era ninguém famosa pra ele pedir autógrafo e, mesmo que depois disso ele tenha dito “ah, mas mesmo assim!”, eu só dei uns sorrisos e ficou por isso mesmo.

E nesse momento  eu respirei aliviada porque ele não tinha uma máquina fotográfica para me colocar no mural dos famosos do restaurante. E então eu pensei que se isso tivesse acontecido antes do pedido, meu crepe tinha vindo com mais recheio.

:P

Uma véspera de feriado bem animada para vocês :D


domingo de crepe



O domingo dos pais foi assim. Em cuidando da casa e da cozinha. Paolo, como pai de Chica, escolheu o prato do dia: crepe. Comecei esquentando com uma entradinha de salame, amendoim, azeitona e pão com tomate seco, enquanto bebericávamos uma cervejinha. Depois separei todos os ingredientes que poderiam ir no crepe e preparei a massa. Receitinha básica de um ovo, uma xícara de leite e outra de farinha de trigo com uma pitada de fermento, temperada com sal, pimenta chili e açafrão. Preparei o disco numa frigideira de teflon limpa, e quando um lado ficou pronto eu virei e já levei à mesa para rechear. Escolhi alguns dos ingredientes e levei novamente ao fogo por um tempinho. Então é só fechar, colocar um molho por cima (usei o de tomate pelado com temepro caseiro) e pronto. Acompanhei com uma alface bem temperadinha e foi a melhor coisa do mundo.

Para a sobremesa eu preparei uma massa diferente para o crepe, usando a mesma base, mas temperada com canela, açúcar mascavo, baunilha e cacau em pó. Usei geléia de morango pra rechear, e sorvete de creme para acompanhar. Nem preciso dizer que ficou dos céus, né? :)

E assim foi o meu domingo. Delicioso :)



© 2016 - ideias de fim de semana