home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre dança

paço do frevo


paço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevopaço do frevoAqui em Recife a gente tem ativismo pra tudo. Ecochatos, ciclonazis, carrocratas, entre tantos outros. Acho que eu tô criando uma nova onda de ativismo e virando frevocrata. Gente, eu tô evangelizando todo mundo que eu encontro a visitar o Paço do Frevo, sério. Acho que tá ficando chato já, mas qual ativismo radical não é, né? hahaha :P

É brincadeira mas é sério :P VISITEM O PAÇO DO FREVO. É um prédio lindo, todo dedicado a história do frevo, que se confunde com a história do próprio carnaval. É um banho de cultura. O único problema é que você sai de lá com uma vontade urgente de carnaval. Tipo, URGENTE. Você sai querendo ir pra Olinda, pro Recife Antigo, dançar, pular, correr atrás de bloco, cheirar lança-perfume, tomar batida, subir e descer ladeira, já pode ser carnaval de novo? PORFAVÔ?

O Paço do Frevo é lindo, isso dá pra ver pelas fotos né. E olhe que nem são fotos com essa qualidade toda, de celular mesmo, mas dá pra traduzir um pouco do que vocês vão ver por lá. No térreo fica uma exposição que conta, ano a ano, a história do frevo, do carnaval, dos blocos. Tem também drops da história do Brasil e do mundo pra contextualizar. Dica: vão com tempo pra ir lendo quadrinho por quadrinho, vale a pena. Ah se os livros de história fossem assim tão legais.. hahaha :) No térreo ainda tem um centro de documentação, com computadores para pesquisa e tudo mais. Organizado, pra quem quiser e precisar se aprofundar na história.

No primeiro andar não tem exposição, mas tem escola de música. São diversos instrumentos e, pelo que eu entendi, diferentes professores em diferentes horários. Hoje, temos aulas como os maestros Spock, Édson Rodrigues, Nenéu Liberalquino e Clóvis Pereira, cada um com um foco diferente. Vale visitar pra conferir preços, horários e datas.

No segundo andar tem o espaço para outras aulas de música, aulas de dança e para exposição temporária. A exposição que está atualmente é a São José, territórios do frevo. É uma exposição multimídia, onde você entra pisando no mapa do Bairro do Recife e pode assistir a vídeos que falam sobre o bairro de São José, o Pátio de São Pedro. E ainda tem a representação do Pátio com as barracas de frutas e tudo mais. É uma imersão. :)

E o terceiro, último e mais lindo andar, é onde fica a exposição permanente. Antes de entrar na sala mais linda, tem duas salas menores, uma de cada lado, que trazem projeções sobre a história do frevo e umas peças importantes, como a antiga sombrinha de frevo e o belo clarinete. Depois, é hora de entrar no salão dos estandartes.

Gente, é lindo. É de ficar encantado só de pisar. Eu sugiro começar pelo começo, pela rampa que traz o glossário do carnaval. É esse mural com várias palavras que trazem o significado atrás, e você pode ir mexendo de um por um. Desculpem a matutice, mas eu acho massa pequenas coisas que você interage assim, dá vontade de ir vendo um por um. :)

Depois você entra no piso dos estandartes, onde vai vendo como são lindos, bem trabalhados e cheios de histórias os estandartes de cada bloco tradicional. As paredes trazem coleções de fotos lindas, que não tem como a gente não se identificar. Por mais antigas que sejam, você se vê ali. Naquele apertado, naquele suor, com a latinha na mão, nas fantasias, nos espetinhos de salsichão. Dá vontade de ir vendo uma por uma, mas são tantas que eu tenho a impressão de que se eu for 20x eu vou ver fotos diferentes em cada uma das visitas.

Nas janelas temos trechos de músicas que você vai lendo e cantarolando mentalmente. E as que a gente não conhece vai lendo como um poema mesmo, que é o que é, afinal. Lá de cima dá pra ver o mar, os prédios do recife antigo, as árvores da Praça do Arsenal, é lindo. E ainda tem um espaço com pufes pra gente apenas relaxar enquanto toma um banho com aquelas cores e aquelas histórias de carnaval. Então, já pode ser fevereiro de novo?

Então é isso, eu já falei que vocês PRECISAM CONHECER o Paço do Frevo, né? Então é isso. Ele fica na Praça do Arsenal da Marinha, no Recife Antigo. Se liga no horário de funcionamento: Fechado às segundas. Terças, quartas e sextas, das 9h às 18h. Quintas, das 9h  às 21h, e sábados e domingos das 12h às 19h. A entrada é de grátis nas terças e nos outros dias é R$6 a inteira e R$3 a meia. Vale cada centavo. E aí, já estão se organizando pra ir tipo, AGORA? :)



© 2016 - ideias de fim de semana