home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre feijoada

the line, feijoada e chorinho


the linethe linethe linethe linethe linethe linethe linethe linethe lineDepois de dar uma volta lá pela feira de antiguidades da Praça XV, a sede estava grande e tudo que as nossas humildes gargantinhas pediam era uma boa e gelada cerveja. E foi quando os cariocas nos levaram para esse lugar escondidinho, delicioso, super agradável e com um preço honesto. Ele não é um lugar muito turístico, sabe? É perdido numa viela lá do Centro chamada Arco do Teles, e parece ser frequentado só por quem já conhece o caminho das pedras.

E lá tem no The Line, uma feijoada deliciosa e super bem servida. O buffet livre não passa dos vinte e três dinheirinhos e é suuuper gostoso. Daqueles que o caroço do feijão é separado das carnes pra você montar do seu jeito, sabe? Com aquela couve mineira suculentíssima, macaxeira frita, linguiça e tudo mais que você quiser pra montar um digno almoço de sábado, domingo e feriado. O caldinho é cortesia da casa, você se serve e ainda tempera com bacon, alho torrado e salsinha a gosto. Cerveja Original gelada e uma batida de limão pra limpar a garganta que também é cortesia.

Lá pro meio da tarde começa um chorinho de responsa na rua, com essa sorridente moça cantando alegremente, esses rapazes tocando maravilhosamente e assim corre uma tarde que, penso eu, não tinha como ser melhor. Então se querem aproveitar uma tarde tranquila, gostosa e agradável no Rio de Janeiro, fugindo do foco da turistada, o The Line é a pedida. Anotado? :)


feijoada do vovô hortêncio



O vovô Hortêncio não é o meu avô, mas a feijoada dele é uma delícia. É um carrinho no meio da rua, que serve uma das melhores feijoadas que eu já comi na vida. O clima do lugar é excelente. Fica em Setúbal, numa das áreas mais arborizadas da Zona Sul do Recife. Eles tem algumas cadeiras, bancos, mas nada de mesas. A prefeitura não deixa, sacomé né. Então os veteranos já levam o seus banquinhos a tira colo.

Eles são super organizados, e o atendimento é excelente. São várias pessoas trabalhando de boa vontade, e bom humor. Quem frequenta a feijoada termina conversando com quem tá do lado, porque já viu por lá outra vez, ou pra puxar assunto mesmo. E assim tudo vira uma grande festa. Parece que todo mundo tá em casa. Fui com minha mãe e meu querido-amado-amigo-professor Fred, e nos divertimos de verdade.

Eles só funcionam no fim de semana, e se quiser comer é melhor chegar cedo. A feijoada do vovô Hortêncio sempre fica lotada, e o pessoal dá conta de comer tudo antes das 14h da tarde. Chegamos tarde no sábado, e a nossa foi a última feijoada do dia, por sorte. Passamos o dia entre muitas risadas, cervejas, cervejas, cervejas e feijoada, claro. E eu não posso esquecer de comentar como essa couve estava deliciosa. Posso dizer que foi a melhor couve que eu já comi? Tá, brigada.

Eu confesso que adoro lugares simples, bons e baratos. E esse é um deles. Troco fácil um almoço num restaurante bacana, por uma tarde em pé na calçada comendo dessa feijoada.

E como o sábado não acaba quando a pança tá cheia, eu e Fred ainda fomos dar uma volta na beira mar. Fomos conversando e andando, pra fazer a digestão. Mas claro que isso tinha um objetivo. O meu objetivo foi com recheio de frutas vermelhas, e o de Fred foi uma delícia de objetivo com biscoito, lá na Dalena.

Faço gordices e sou feliz. Entre para o clube você também :D



© 2017 - ideias de fim de semana