home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre geléia

jantar no tout bistrot (com sorteio!)


Olha só que delícia, fui convidada para mais uma degustação num excelente lugar :D Eu não conhecia o Tout Bistrot, que também é um café e casa de vinhos. Ele fica em Casa Forte e oferece um ambiente confortável e de muito bom gosto.

O cardápio montado pela Chef Sofia Mota, que é uma simpatia em pessoa, conquistou todos da mesa. Dessa vez, com direito a acompanhante, levei o maridão para experimentar e ele também adorou.  Foi uma noite muito agradável entre os amigos @claudiagiane @julopes (que adorei conhecer) @juliasalgueiro @pitadinha @naminhapanela e @rrezendes. Conversamos bastante, comemos bastante e bebemos um pouquinho, foi ótimo :D

Para começar, foi servido um brandade de bacalhau, que mesmo eu que não gosto de bacalhau dei uma provadinha e curti :) Em seguida veio o carpaccio rosbif com azeite de ervas e alho confit, que foi a minha entrada preferida. Gente, vocês não estão entendendo como esse alho estava bom não, putz. Delícia! Nem o pastel de pato confit com a incrivelmente deliciosa geléia cabernet picante conseguiu barrar :)

O primeiro prato principal foi um excelente risoto de camarão com alho poró e maçã verde. Adorei a mistura, aprovadíssimo. Mas quando chegou o medalhão ao tinto com ragu de cogumelos e purê de queijo eu vi que não tinha pra mais ninguém naquela noite. Estava simplesmente perfeito. O filé no ponto que eu gosto, com os cogumelos que eu adoro e o purê de queijo que é uma perdição pra mim. Matou, pronto.

A sobremesa foi a nossa escolha, e essa minha linda taça é um pavê de cupuaçu que estava ótimo. Adoro o azedinho da fruta, com o doce do creme e do biscoito. Ficou ótimo mesmo.

Para ver mais fotos dos pratos que foram servidos, vai lá no Flickr :)

E para que vocês não fiquem só babando, vou sortear aqui um jantar com acompanhante no Tout Bistrot o/ Será um cardápio especial, com entrada, prato principal e sobremesa, montado pela Chef Sofia Mota especialmente para o vencedor. Não incluí bebidas alcoolicas, mas eu sugiro pedir uma sugestão de vinho, que lá eles tem uns que até eu que não gosto, gostei :)

Para participar é fácil, é só deixar um comentário aqui nesse post, sem esquecer de deixar seu nome e e-mail. O sorteio vai ser feito pelo Random.org pelo número dos comentários, será realizado terça-feira às 15hsó é válido para quem está na Região Metropolitana do Recife. O vencedor terá até às 20h para entrar em contato, se não eu vou sortear outra pessoa. Assim que o vencedor falar comigo eu vou passar os dados pessoais para pessoal do restaurante e vocês vão agendar uma boa data em comum para o dia do jantar.

Fechado? Valendo!


cheesecake da salvação


Ontem as coisas não deram muito certo na cozinha… Eu estava afim de estrear a forma nova que eu comprei, dessas que sai o fundo, sabe? E a receita ideal era essa de cheesecake. Depois de preparar a massa, percebi que a forma da receita era consideravelmente menor que a minha, logo, eu tive que fazer mais meia receita de massa para terminar de cobrir o fundo e as laterais. O recheio também era pouco para a forma, mas eu não tinha outro pacote de cream cheese para fazer mais uma receita, logo, ficou uma torta fininha.

Então fui pré aquecer o forno, mas a anta aqui não viu que no fundo do forno tinham duas travessas, com tampas plásticas. Então imagina a desgraça do cheiro, derreteu as tampas, pingou o plástico no fogão, foi uma merda. A solução foi fazer a cheesecake com o forno um pouco aberto, assim não fica cheiro de plástico. E, pelo menos isso, deu certo.

O jantar seria frango crocante com gergelim, um arrozinho e uma saladinha. Nada mais simples né? Não em como errar. Mas eu consegui. A salada e o arroz ficaram muito apimentados. Não que eu tenha algum problema com isso, eu amo pimenta. Mas realmente perdi a mão.

Já que o frango é com gergelim, que tal misturar o preto e o branco pra ficar fofinho? Deu merda. O preto parece que desbota, “sujou” o frango e a travessa e acabou com a apresentação do prato. Ah, mas o frango vai no forno, e o forno tá com cheiro de plástico. Se ele funciona entreaberto com a cheesecake, vai funcionar com o frango. Não. O bicho demorou umas 2h pra poder ficar pronto. Porque além do plástico, o meu forno é péssimo.

Conseguimos jantar lá pra depois das 23h30 da noite. Tirando as coisas ruins, tava tudo bom. :P O frango ficou gostoso, apesar de feio. O molho adocicado que eu fiz com shoyo e mel temperado com cebolinha e um dente alho inteiro, salvou a extrema ardência do arroz e da salada. Mas a única coisa que realmente melhorou o meu humor foi a cheesecake, que ficou uma delícia, e a receita você pode ver aqui.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Y65Kg1O2vwY&hl=pt_BR&fs=1?rel=0]


cheesecake sem massa


Eu adoro cheesecake. De verdade.

A última receita que eu tinha feito era com queijo minas, e no liquidificador. Mas essa daqui eu achei uma textura melhor, e também mais saborosa. Agora eu faço uma opção de cheesecake sem aquela massa, do mesmo jeito que minha amiga Camilla faz. Economiza tempo, trabalho e umas boas calorias. Claro que aquela massa é uma delícia, principalmente quando leva amêndoas… huummmm! Mas aqui entra como opcional, tá? :)

Bem, é uma receitinha super simples. Na batedeira você vai bater ligeiramente 3 ovos inteiros e depois adicionar 2 potes de cream cheese, 150g de açúcar, o suco de 1/2 limão e 1/2 colher de chá de essência de baunilha. Bata tudo por 20 minutos em velocidade baixa. Então é só derramar essa mistura num refratário de vidro e levar ao forno pré-aquecido em fogo baixo por uns 40 minutos, ou até começar a dourar. Então é só tirar, esperar esfriar e colocar a cobertura do seu gosto. Pode ser uma calda de goiabada ou uma geléia, como eu escolhi. Comprei daquelas Queensberry (aqui pra nós, são as melhores, né?) misturei com um pouquinho-inho de água, pra ela ficar mais fácil de espalhar e joguei por cima. Então é geladeira (ou freezer, dependendo da sua pressa) até ficar durinho e pronto. É só se jogar :)



© 2017 - ideias de fim de semana