home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre genipabú

natal: uma cidade preparada para o turismo


viagem para natalviagem para natalviagem para natalviagem para natalviagem para natalEu não conhecia Natal, e nem posso dizer que conheço muito bem agora. O navio só ficou um dia lá, e a gente tinha até o final da tarde pra voltar, ou seja, foi tudo muito corrido. Desembarcamos de manhã, pegamos um buggy e fomos para as Dunas de Genipabú. Fomos super bem recebidas pelo bugueiro, que deixou a gente nas mãos de um guia gente fina pra andar até lá em cima nas dunas e ver essa lagoa linda que mais parece um oásis no meio do deserto.

Lá a gente tirou umas fotos com umas latinhas de cerveja e refrigerante, que era pra dar aquele efeito de que a lata é gigante e nós somos miniaturas, sabe? Mas infelizmente nenhuma prestou. Mas o cara foi super prestativo em tirar as fotos e em andar com a gente por lá. Ele não cobra nada, apenas o que a gente quiser dar. Eles trabalham com uma alegria e uma humildade que é extremamente cativante. Em poucos minutos nós estávamos encantadas com o bugueiro, o guia e até o menino que vendeu água mineral pra gente. Pense num atendimento de qualidade.

Depois pegamos o buggy, demos mais umas voltas nas dunas e chegamos até a famosa descida do SkiDuna, que na minha época se chamava de SkiBunda mesmo. É o tipo de coisa que você tem que fazer, sabe? É besta mas é bem divertido, e a dica é ir com o instrutor pra aproveitar a descida até o final, se não você capota antes. Tudo bem que é meio constrangedor você se atracar atrás do cara, mas ele tá tão acostumado que não tá nem aí pra gente, o que é ótimo. Uma descida é R$5 e 3 fica por R$10. Preciso dizer que a gente foi super bem atendido por lá também? Pois fomos.

Nesse mesmo lugar tem o passeio de dromedário. Olha, eu tenho que dizer que achei uma sacanagem com os bichinhos, na boa. Eles ficam lá deitados esperando alguém subir neles, aí eles levantam com o peso dos turistas e vão sendo puxados e ainda apanham pra andar. Uma tristeza só. Além de ser supe caro, coisa de R$70 por pessoa pra andar no bicho usando um pano de pseud0-sheik na cabeça, dizem que você fica com o cheiro do bicho durante um bom tempo mesmo depois do banho. Eca. Eu passo.

Depois a gente desceu até a praia de Genipabú, passando pelo Bar 21 que é cartão postal da cidade. A maré estava cheia e o banho foi uma delícia. Era como se fosse um banho em Maracaípe, sendo que com menos ondas. E ainda assim eu quase perdi o biquíni, mas quem se importa. O banho foi super relaxante e a cerveja estava bem gelada na barraca. Tirando um tiozinho que parou com um carrinho de CD pirata tocando as últimas do brega-trash-sertanejo-whatever por lá, foi ótimo.

De lá nós fomos voltando pro navio, conversando com o bugueiro que fazia questão de explicar tudo sobre os lugares por onde a gente passava.  O passeio que a gente fez foi o mais curto, tem um que vai até as dunas de cima mas que ia ficar muito corrido e a gente queria mesmo era dar uma relaxada na praia.

E nessa hora você me pergunta: mas você mal conheceu Natal, como pode dizer que é uma cidade preparada para o turismo? Porque eu venho de Recife, me desculpem os pernambucanos. Recife é uma cidade linda, que tem história, cultura, arte, gastronomia, praias, complexo hoteleiro e tudo mais. Mas, sinceramente, eu não considero uma cidade turística. Você não é bem atendido nos lugares onde vai, é explorado, tratado como se estivesse o tempo inteiro fazendo um favor de estar ali, contemplando as belezas. Tanto que de turismo que se fala em Recife é Porto de Galinhas e Olinda, que nem Recife são. Então me desculpem conterrâneos, mas Natal dá um banho na gente.

Fomos bem atendidas em todos os lugares. É porque a galera de lá é gente boa? Pode até ser, mas eles sabem claramente o valor que tem o bom atendimento e a humildade. Eles sabem que vão conseguir mais indicações, mais reconhecimento e, claro, mais dinheiro com isso. Eles são espertos e quem se dá bem é a gente. Tão simples sair ganhando dos dois lados, né? E foi por isso que eu saí de Natal falando tão bem e com tanta vontade de voltar e conhecer mais dessa cidade que, se dúvidas, está preparada para o turismo.

Tanto que eu não podia sair de lá sem uma foto tipicamente de turista, né? Beijando o golfinho de Genipabú hahaha :)viagem para natal



© 2017 - ideias de fim de semana