home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre gorgonzola

marmita do dia: espaguete integral com gorgonzola, brócolis e palmito


marmita do diamarmita do diaQuanto tempo faz que não aparece uma receitinha aqui no Ideias, hein :) E eu nem esperava que fosse aparecer tão cedo… Tenho, tido uma preguiça incrível de cozinhar :P Mas eu percebi que uma coisa não anulou outra, já que essa receita é mega simples e super rápida, então pode fazer com preguiça mesmo :P

Nada mais é do que um espaguete de massa integral cozido al dente e coberto com o molho de gorgonzola mais fácil do mundo. Tudo bem que o molho mesmo é com cebola refogada e blá blá blá. Mas qual foi a parte da p-r-e-g-u-i-ç-a que você não entendeu? :P O negócio é sério. Então eu simplesmente pego um pedaço de gorgonzola e deixo derreter no leite. Aí quando já está bem misturado (pode deixar até aguadinho porque depois ele engrossa), é só colocar uma colher de requeijão e temperar com noz moscada e pimenta. Nem pense em colocar sal, viu? Os queijos dão conta do recado ;)

Aí pra incrementar e não ser a marmita da preguiça de sempre (toda vez é macarrão com gorgonzola nos dias de preguiça…), eu refoguei em azeite e bastante alho uns brócolis cozidos no vapor e uns palmitos cortados em pedaços. Ainda joguei uma cebola em flocos que tinha aqui em casa e temperei com uma pitadinha de sal e pimenta.

Aí é só correr pro abraço, gente. Eu montei nessa assadeira porque estou levando especialmente para dividir com as minhas vegetarianas queridas, Lila e Dani, mas se quiser pode montar direto no prato. É só colocar a massa, dar uma regada de azeite, colocar o molho e cobrir com o refogado. Fica delícia demais, gente.

Espero que as meninas comentem por aqui pra dizer se é só uma foto bonita ou é uma receita com muita cuca no lance :P

 


marmita do dia: almôndegas de frango recheadas


marmita do diaEu sei, o post da marmita entrou atrasado… Mas é que na verdade eu nem ia postar sobre a marmita de hoje, mas ficou tão gostosa e é tão simples que achei que valia a pena compartilhar :)

Eu adoro fazer almôndegas. Acho simples, rápido e gostoso. Você pode fazer do seu jeito, com os seus temperos, que vai ficar ainda mais delicioso. A minha foi simples, mas ficou ótima.

Peguei a carne moída de frango e misturei com uma cebola ralada (depois de ralar eu espremi ela na mão pra tirar o excesso de líquido), sal, pimenta, cominho, ervas de provance e esfarelei uma bolacha cream cracker integral pra dar uma liga. Aí é só deixar descansar um pouco pra pegar o tempero e fazer umas bolinhas, do tamanho que quiser.

Como eu resolvi rechear com uns cubos de muçarela, fiz umas bolinhas maiores, me certificando que o queijo não estava aparecendo pra não vazar. Aí você pode escolher o jeito que quer fazer. Tem gente que gosta de fritar, e taca a bolinha lá no óleo quente, mas como fritura é uma coisa que eu não faço em casa, eu resolvi fazer no vapor.

Geralmente eu faço almôndega de carne, é a primeira vez que eu faço de frango, aí tenho que dizer que elas ficaram horrorosas no vapor. Super branconas e tal. Aí eu resolvi tirar do vapor e colocar um pouco no forno, pra dar uma dourada, e acho que ficou perfeita. Porque se eu tivesse colocado direito no forno, ela tinha perdido muito líquido e não tinha ficado suculenta. Mas como ela foi antes para o vapor ela não diminuiu tanto e ficou na medida. Acho que esse é o segredo.

Aí pra acompanhar o fiz o molho de gorgonzola mais simples do mundo.

Um parênteses sobre meus dias de preguiça. Eu não estou conseguindo organizar meu horário direito ainda. Saio da agência, vou pra academia, chego tarde em casa para dar atenção a filha peluda, marido, organizar algumas coisas para o dia seguinte, programar um post e ainda preparar marmita. O que tem me tornado uma cozinheira das madrugadas. Aí eu tenho procurado simplificar cada vez mais as receitas, o que me leva a fazer algumas descobertas :)

O molho de gorgonzola mais simples do mundo nada mais é do que pegar o queijo, cortar em pedaços grandes e colocar numa panela com um fio de azeite. Aí coloca um pouco de leite e vai deixando o queijo derreter. Aí você vai dosando o leite vendo se o molho está muito grosso ou muito ralo. Se ficar muito ralo, dissolve um pouco de amido de milho no leite e joga junto, mas geralmente nem precisa. Se quiser, já tá pronto. Mas se preferir pode dar uma temperada com pimentas, noz moscada e ervas finas. Depois de desligar o fogo eu ainda joguei um pouco de creme de leite e priu. Cabou. Sem cebola, sem alho, sem trabalho.

Aí foi só fazer uma massa e preparar a marmita. Ficou delícia minha receita da madrugada :)


lasagne con spinaci e gorgonzola


Domingo passado eu descobri como é bom dedicar boa parte do meu domingo para a cozinha. Fazer vários pratos de uma vez, sujar a louça só uma vez, muito prático. Um pouco cansativo, mas como eu adoro cozinhar bebericando uma cervejinha ou uma dose de vodka, vira um verdadeiro momento de lazer, e prazer. Eu aproveitei pra adiantar o almoço da semana inteira e para congelar, precisando fazer só os acompanhamentos básicos no dia de comer. É uma mão na roda pra quem trabalha fora o dia inteiro, sai muito cedo, chega tarde e gosta de levar sua marmita pra economizar um trocado no fim do mês, o que é o meu caso :) Então peguei emprestado esse livro com receitas italianas tradicionais, e a primeira que e testei foi essa lasanha de espinafre com gorgonzola. E está mais do que aprovada! Foi a primeira vez que eu fiz espinafre em casa, acredita? Desculpem minha ignorância, mas nem sabia o formato da folha… Mas mistério desvendando e eu coloquei a mão na massa. Ah, foi a primeira receita passo-a-passo que eu fiz pro Ideias. Apesar dessa ser tão simples que nem precisava… hahaha :P

Então, primeiro você tira todas as folhas do espinafre, dispensando as folhas murchas e os caules. Uma coisa importante: o espinafre desaparece! Ele rende pouquíssimo. Para essa receita eu usei dois maços bem cheios. Depois de desfolhar você vai ferver as folhas, até elas ficarem moles, cozidas mesmo. Ai você coloca elas para escorrer e depois pica em pedaços pequenos e reserva. Para preparar o molho você vai refogar uma cebola grande bem picada em duas colheres de manteiga. Quando estiver dourada você vai misturar o espinafre picado e deixar refogar por uns 5 minutos. Depois você vai dissolver 2 colheres de sopa rasas de farinha de trigo em 1 litro de leite e adicionar ao refogado, mexendo até ficar cremoso. Junte o gorgonzola em pedaços e continue mexendo para o queijo derreter bem. Tempere com sal a gosto e pronto. É só cozinhar a massa da lasanha em água fervente com sal e azeite (só não deixe ficar muito mole, porque ainda vai ao forno). Então você já pode montar a lasanha, colocando um fio de azeite numa forma refratária grande e ir intercalando massa e molho, terminando com o molho. Povilhe com queijo parmesão ralado e leve ao forno baixo pré-aquecido por uns 20 ou 30 minutos, até a superfície dourar.

Como a minha eu fiz para congelar, ela não foi ao forno nesse dia, mas como a minha forma foi pequena e sobrou um pouco de massa e um pouco de molho, foi o nosso jantar. A massa da lasanha faz um ótimo papel de falso parpadelli, fica a dica ;)



© 2017 - ideias de fim de semana