home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre home office

o que eu aprendi em 2 meses de freela e home office


home officeToda mudança que acontece na vida da gente precisa de um período de adaptação, né. As vezes a gente consegue fazer com que as mudanças aconteçam em partes, aos poucos, o que não foi o meu caso. A ruptura empresa-freela e escritório-casa foi bem brusca. O que eu aprendi que tem o seu valor. :)

Eu sou uma pessoa altamente desorganizada, em todos os âmbitos da vida. Com dinheiro, com tempo, com cozinha, com roupa, com tudo. Pense numa pessoa que tem o dom de se perder no meio da própria vida: sou eu. E quando a gente vai ver dicas pra quem é freela ou pra trabalhar em casa, a primeira coisa que tem é: organização e planejamento. Logo, posso constatar que já comecei errado hahaha :P

A primeira coisa que eu fiz foi tentar organizar as minhas contas, baixar aplicativo de finanças, fazer planilha, cortar as gorduras do orçamento e ver como fazer pra fechar o mês. Confesso que isso não durou muito. Não consigo alimentar, acompanhar, fazer acontecer. Me perco e abandono, é sempre assim. O que eu estou me forçando a fazer é guardar 20% de tudo que entra na minha conta, tipo guardar pra sempre. Conversei essa semana com um consultor financeiro do Sebrae e peguei umas dicas sobre previdência, investimentos e vou começar a fazer meu pé de meia pra velhice, coisa que eu nunca consegui fazer enquanto tinha um emprego estável. É que quando a gente tá nesse mundo da incerteza, a gente pensa logo no futuro, né? Ainda preciso me organizar melhor pra fazer uma outra poupança, de curto e médio prazo, pra despesas que eu quero assumir como tatuagem, viagens e afins. Uma coisa de cada vez. :)

Aprendi que fazer o seu horário é a melhor coisa do mundo. Afinal, qual seria a grande vantagem de ser freela se você não pode tirar uma manhã de ressaca ou uma tarde pra cozinhar? Ou mesmo querer dormir depois do almoço porque pode trabalhar de boa até mais tarde. Ah, e um passeio no meio da tarde? <3 Mesmo que isso vá render um feriado inteiro de trabalho, ou sábado, ou madrugada. A gente escolhe, e cada escolha é uma renúncia, né? Poder escolher é bom demais. Ainda não consegui saber se eu gosto menos dos dias chuvosos e frios, ou dos quentes e ensolarados. Quando chove, sair da cama pra sentar no computador é uma guerra. Quando tá sol, me segurar no computador pra não correr pra praia é um problema. Mas são escolhas, né? A gente vive fazendo e aprendendo com elas.

Ah, pra quem não sabe com o que eu trabalho, eu faço estratégia e conteúdo pra redes sociais. Trabalho na área de comunicação digital desde 2011, e de lá pra cá foquei em planejamento. Hoje também faço conteúdo, vou dar aula (depois conto mais) e me envolvo com a comunicação dos meus clientes de forma geral. Afinal, sou publicitária, estou há 10 anos no mercado e se posso contribuir com outras áreas da comunicação deles, porque não? :) E como eu só tenho clientes maravilhosos, que eu pude escolher trabalhar, então ficamos muito juntos e nos damos muita força para o que precisamos. É isso :)

Outra coisa que eu aprendi é que Chica e Gato Gil passam o dia inteiro dormindo, mesmo. Eu achava que isso acontecia as vezes, quando eu por algum motivo ficava em casa. Mas não, é todo dia o dia todo. Ô vida boa essa dos meus bichos, meu deus. <3

Aprendi que ainda preciso aprender muito sobre organizar meu tempo. Percebi que tenho dedicado muito mais tempo ao trabalho, aos clientes, que já começo a trabalhar antes de levantar da cama, mal paro do almoço e quando vejo já tá tarde da noite. Aí termino deixando de lado esse cantinho aqui que tanto amo, e isso me deixa tão triste. :( E deixo de lado outros projetos pessoais também… Mas isso vai rolar, é questão de organizar mesmo. O que é um problema pra mim, como já disse. Mas se já aprendi tanta coisa nessa vida, vou aprender a cuidar do meu tempo e saber a hora de parar. Porque isso é importantíssimo e mal nos damos conta: a hora de parar.

Aprendi que quando o trabalho depende 100% de você, não tem ninguém pra cobrar, não tem ninguém pra dizer onde melhorar ou o que está errado, as coisas ficam muito mais gostosas e muito mais difíceis. Porque é uma auto análise constante e diária em tudo que é feito. E o peso de errar é grande, porque se meu trabalho só depende de mim, errar é só culpa minha. Acho que é por isso que fico com uma angústia de querer estar sempre trabalhando, fazendo mais e melhor pra cada job. E se isso não é uma das melhores formas de aprender e melhorar o produto do trabalho, eu não sei o que é. :)

Aprendi que não posso ter lanches em casa e que devo ter na geladeira algo que me dê algum trabalho para preparar, se não eu passo o dia todo comendo. Certeza.

Eu vejo muita gente falar sobre o ambiente do home office, a importância dele ser um ambiente exclusivo de trabalho, que precisa ser organizado e que você precisa se vestir pra se sentir que está trabalhando em casa. Confesso que essa aula eu pulei. Trabalho com meu computador na sala, só de camiseta, sentada na mesa de jantar. As vezes na cama, mas dói minhas costas hahaha :P Almoço no sofá, ligo a TV quando quero, levanto pra abraçar meus animais no sofá e brincar com eles no meio de um texto que eu tô escrevendo.

Nesses 2 meses de freela e home office aprendi na pele algo que eu só ouvia falar: nós não precisamos de emprego, precisamos de trabalho. E ainda bem que os trabalhos estão rolando. E que continuem rolando. E que eu continue aprendendo com essa louca vida louca.

E eu vou voltar mais pro blog, é uma das minhas metas mais urgentes. <3


antes e depois de um home office


antes e depois home officeantes e depois home officeantes e depois home officeantes e depois home officeantes e depois home officeantes e depois home officeToda vez que eu vejo um home office arrumadinho eu penso que o meu ainda é um quarto cheio de caixas e entulho :(

Achei lindo esse projetinho que vi no Remobília, que mostra o antes e depois de um home office, e como esse espaço pode ser simples e gracioso :D Confesso que fiquei pensando com deve ser limpar essas flores de papel na parede, mas não deve ser nada que um espanador com cuidado não resolva, né? Adorei a escolha dos móveis, bem clássicos e elegantes. Quando eu vejo uma mesinha assim, só com o computador em cima eu penso: precisa mais de quê? De nada.

Adorei a cor, que apesar do que os ~especialistas~ podem dizer, eu gosto de trabalhar em lugares com cores calmas. Acho que ajuda a relaxar e pode ajudar sim no processo criativo das coisas. Adorei a estante retinha, queria conseguir manter uma organizada assim um dia hahaha :P E a rosa de canto também ficou uma graça. Enfim, tudo de bom gosto e super possível de fazer.

Fica a inspiração pra quem quer ter um cantinho organizado pra trabalhar em casa e fica inventando desculpa de que não sabe o que fazer, que não tem espaço ou que vai sair caro. Tipo eu hahaha :P



© 2017 - ideias de fim de semana