home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre japão

uma casa em tóquio


casa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquiocasa em toquioEu acho que nunca postei uma casa no Japão por aqui… Não que eu me lembre. E quando eu vi essa casinha em Tóquio lá no The Selby, o que eu achei mais legal é que ela é uma casa multicultural. O espaço é algo bem japonês, eu diria hahaha :P Pequeno, apertadinho. E também tem outras coisas bem da cultura japa na decoração. Mas dá pra ver referências de vários lugares, momentos da história, da arte. Achei inspirador.

Eu sei que muita gente vai dizer que é bagunçado, apertado, que ia morrer de nervoso, que pra limpar deve ser terrível, que “oh meu deus eu morreria aí dentro dessa casa horrorosa”, mas eu achei super legal. Um espaço tão pequeno e que ganhou cara de um lar super confortável justo por esse seu pequeno caos.

Coisas espalhadas, penduradas, coladas, amontoadas. É isso que eu acho que dá personalidade a um ambiente. E poxa, ela consegue ter várias plantinhas, veja só. Dizem que pra ter um jardim ou uma horta a gente precisa de espaço, mas essas fotos mostram justo o contrário, né. Ela tem mais vida aí nesses vasos do que se pode encontrar em grandes casas e apartamentos.

Eu tentei fazer uma seleção das fotos, mas confesso que foi difícil escolher. Porque mesmo sendo um ambiente tão pequeno, o The Selby conseguiu registrar muita coisa, e tem muuuito mais fotos lá no post que vale o clique.

Então fica aqui a minha inspiração para o começo da semana. Uma bagunça apertada e simpática. :)


curiosidade: cidades poligonais


cidades+poligonaiscidades+poligonaisAlmeida, Portugal.

 

cidades+poligonaiscidades+poligonaisPalmanova, Itália.

 

cidades+poligonaiscidades+poligonaisBourtange, Holanda.

 

cidades+poligonaiscidades+poligonaisNaarden, Holanda.

 

cidades+poligonaiscidades+poligonaisGoryokaku, Japão.

 

Gente, eu achei essas cidades muito interessantes. Quando vi o post sobre cidades fortificadas no Obvious, eu tive que catar pra postar. Eu sou dessas pessoas que adora uma curiosidade sobre qualquer coisa, sabe? Adoro as besteiras do Guinness World Record, aqueles Livros dos Curiosos e tudo que gira em torno dessa cultura inútil :P

Mas tenho que dizer que a cultura das cidades poligonais não é nada inútil. Apesar de parecerem mega modernas, uma coisa até meio Dubai feelings, elas são antigas, a partir do século XVIII. Elas foram construídas para ser verdadeiras fortalezas contra os ataques de guerra.

Lembram o formato de alguns fortes, e a principal referência que eu tenho são os fortes aqui de Recife. O Forte das Cinco Pontas, que hoje só tem quatro porque uma delas foi destruída em combate, o Forte do Brum e o Forte Orange. Mas aqui a gente pode ver verdadeiras cidades fortificadas.

Como explica o texto do Obvious, são cidades que quebram os paradigmas da formação das cidades. Essas não são aglomerados de construções que se deram em torno de rios ou estradas, como geralmente são as cidades. Essas foram inteiramente construídas pelo homem, com o objetivo de atacar e defender. Interessante, né?

Claro que eu joguei o nome de todas as cidades no Google Maps para ver se era verdade, e para conhecer melhor esses espaços, e eu indico a viagem. Arrasta o bonequinho laranja pra lá e vai ser feliz:

Almeida, Portugal.

Palmanova, Itália.

Bourtange, Holanda.

Naarden, Holanda.

Goryokaku, Japão.

O interessante é que como o carro do Google não tem acesso a todos os pontos das fortalezas, a maioria só tem fotos das pessoas que enviam. Mas ainda assim são super interessantes, de verdade :)

Ps.: Esse post hoje é didicado ao blog raphanomundo, da minha amiga Rapha Aretakis, que hoje completa 1 aninho de vida. Parabéns! E continue nos levando junto na bagagem para suas viagens :)



© 2017 - ideias de fim de semana