home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre olinda

a casa do cachorro preto


a casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoa casa do cachorro pretoA Casa do Cachorro Preto é o tipo de espaço que Recife/Olinda estava precisando há um tempo. Um lugar totalmente dedicado a arte e cultura, que só tem gente boa envolvida. O espaço completou 2 anos agora, e muita coisa massa já rolou por lá. Exposições de artistas locais estão sempre acontecendo na galeria, que tem ambientes que são totalmente personalizados de acordo com quem está expondo. Eu já visitei várias exposições lá, e é massa ver como o espaço fica com a cara do artista. Ao final da galeria tem a lojinha permanente, que tem produtos que são frutos das exposições que passaram por lá. Posters, reproduções, camisas, quadros, imãs, itens de tabacaria, livros e mais num monte de coisa que vale ir lá ver e comprar. :)

Além da galeria, A Casa do Cachorro Preto tem o espaço de bar e música. O quintal da casa é o palco para bandas, DJs, audição de discos, exibição de filmes, festas e tudo mais. O bar funciona sempre com cerveja gelada e pronto. Precisa mais de quê? :) É um ambiente gostoso de frequentar, com aquele clima de olinda, cheio de gente bonita, elegante e sincera. hahaha :)

Parabéns pra Raoni Assis e toda a turma envolvida n’A Casa do Cachorro Preto por oferecer tanta coisa boa num espaço tão massa. Que venham novas exposições, novos projetos e vida longa ao black dog. :) Confiram a programação lá na página A Casa do Cachorro Preto. As fotos do post são de Victor Jucá, e lá na fanpage dele também tem um monte de outras fotos de exposições e eventos que já rolaram. Vale dar uma olhada e sentir o clima. ;)

Pronto, agora já tem a programação do fim de semana :Da casa do cachorro pretoServiço:

Rua 13 de Maio, nº 99 – Olinda

Telefone:  081 3493-2443

Aberto de quinta a domingo, a partir das 16h.


recortes do final de semana


corangelicaangelicaseu vitalfabitomalustelacachorro pretooficina do saboroficina do saboroficina do saborboteco e bistroliaSó porque hoje é sexta-feira e me deu vontade de começar de novo o final de semana passado, com feriado e família. Tem coisa melhor do que receber em casa a família que mora longe? São sempre dias tão bons, tão felizes e, infelizmente, tão corridos. Dias entre muita risada, saudade, comidas, bebidas, histórias, passeios. Dias que deveriam acontecer mais vezes e, cada um, durar muito mais. Né? :)

Pai, Angélica, Fabinho, Malu, Mamis: amo vocês. <3

E um bom fim de semana a todos \o/

 


meu carnaval não teve foto


Hoje, quarta-feira de cinzas, eu me dei conta de que não bati uma só foto durante o carnaval. O que é muito estranho, porque geralmente acumulo gigas nesse feriado, que tem tantas cores e é o mais longo do ano.

Não tirei foto vestida de hippie no Segura o Briefing, quando muita gente chegava pra mim e dizia: mas você não está fantasiada, você já se veste meio assim. O bloco dos publicitários de Recife foi ótimo, divertidíssimo e cheio de gente querida. Não podia ser melhor.

No sábado eu não tirei foto no carnaval de Olinda. Rafa levou a lomo dele e ‘bateu uns retratos’, mas daqui que ele revele já passou até a semana santa. Foi um dia inteiro de risadas, com amigos queridos, rodeados de fantasias engraçadas e gente afim de se divertir. Subindo e descendo ladeira, cruzando com blocos de rua, ouvindo frevo, maracatu, samba e tudo mais. Ouvimos até rock n’ roll em ritmo de frevo, no bloco dos roqueiros “Tá bom, a gente freva”. Foi ótimo.

No domingo o dia foi preguiçoso, mas à noite fomos ao carnaval do Recife Antigo, ver o mal falado bloco Quanta Ladeira. Formado por músicos da cena local como Lula Queiroga, Silvério Pessoa, Zé da Flauta, DJ Dolores e convidados, o bloco é escrachado, tira onda com políticos, celebridades e sempre trata de temas muito atuais, parodiando músicas conhecidas. É sempre divertidíssimo, e esse ano não foi diferente.

Segunda foi um dia pra fugir da folia, e ainda assim não teve fotos. Fomos com nossos queridos amigos Lu e Ro conhecer a nova Ponte do Paiva, linda e que deixou o caminho da minha casa para a Praia do Paiva tão perto que é até um pecado não ir visitar essa praia tão bonita, quase deserta. O dia não estava o mais bonito, mas ainda assim não justifica ter sido um dia sem cliques. Até porque à noite fomos para a casa dos cariocas do Na minha panela, e enquanto Cami fungava com gripe, Rafa dominava a cozinha e serviu uma costelinha de porco ao molho barbecue caseiro que deixou todo mundo se lambendo, literalmente. Foi uma delícia incrível.

E hoje, depois de tomar uns chopps com mamãe, vendo o saldo de diversão do carnaval, decidi que ia fazer um post sobre meus dias de folia. Foi quando percebi que, mesmo sendo divertidíssimo, meu carnaval não teve foto. Que coisa, né?



© 2017 - ideias de fim de semana