home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre panqueca doce

um doce e uma ajuda


Esse fim de semana foi super difícil… No sábado ficamos sabendo que meu primo estava hospitalizado em estado gravíssimo depois de uma hemorragia interna e uma parada cardíaca, em decorrência de complicações de uma cirurgia bariátrica que ele fez há 2 anos atrás. Foi e está sendo um susto muito grande. No âmbito da medicina, tudo que poderia ser feito, se fez. Ele precisou de transfusão de sangue, e é por isso que eu vim pedir uma ajuda.

Na hora que esse post entrar no ar eu devo estar doando sangue para ele, e qualquer um pode fazer isso. Doar sangue já é um ato de solidariedade que deve ser praticado sempre e, nesse caso, a solidariedade tem nome. Você pode doar qualquer tipo de sangue no HEMOPE, em Recife, em nome de Yvison Oliviera Barbosa Cavalcanti, que está na UTI no Hospital da Unimed. Se não puder doar, pode dar uma força divulgando e fazendo pensamentos positivos, que também vai ajudar muito.

E como, infelizmente, não havia mais nada que eu pudesse fazer por ele, resolvi pegar o domingo para uma terapia que eu gosto: cozinhar. Ontem eu estava precisando ocupar a mente e fazer pensamentos positivos, e nada melhor para garantir isso do que cozinhar. Então nasceu essa trouxinha de doce de leite e biscoito.

Eu inventei esse doce que, para quem foi feito como terapia, ficou bem gostoso.

Primeiro eu preparei o recheio, partindo biscoito maizena em pedaços pequenos. Fiz isso em cima de um escorredor e depois tirei o excesso de “pó” do biscoito, deixando só os pedaços mesmo. Não sei porque eu cismei que esse pó ia deixar a mistura muito doce e dura, mas eu não sei se faz o menor sentido… Então eu misturei o biscoito ao doce de leite cremoso, e estava pronto o recheio.

A massa é de panqueca doce, que eu fiz pegando a receita tradicional (1 ovo, 1 xícara de farinha de trigo, 1 xícara de leite, 1 colher de chá de fermento) e adicionei duas colheres de sopa não muito cheias de açúcar, uma colher de sopa de chocolate em pó e uma colher de chá de essência de baunilha. Bati tudo no liquidificador e deixei descansar na geladeira por um tempinho.

Depois é só untar uma frigideira antiaderente com um pouco de manteiga sem sal e preparar as panquecas, cuidando para que não fiquem duras, virando assim que as bordas começarem a soltar. Para rechear é bom deixar a massa esfriar, então é só colocar um pouco de recheio, fechar no meio e juntar as pontas. Usei um palito de petisco para fechar e pronto. Até que ficou bonitinho, né?

E doce como a esperança deve ser.



© 2017 - ideias de fim de semana