home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre vilas

depois de atravessar a balsa


Eu sei que o que todos esperam depois de uma semana em Japaratinga são fotos de praias lindas e tudo aquilo. Mas eu resolvi mostrar um lado para o qual pouca gente olha. As cidades de praia são geralmente muito pobres, vilas de pescadores que vão sendo invadidas pelo turismo. É onde você encontra muita gente que vive do que pesca e do que planta. É gente que pesca lagosta e polvo não pra colocar num cardápio de restaurante, mas pra colocar na panela porque é o que tem para alimentar a família toda. Quando tem.

São pessoas humildes, que vivem em pequenas vilas, em casas simples, as vezes até sem água encanada. São pessoas que convivem com turistas passeando em seus carrões, ficando hospedados nas pousadas de luxo que contrastam com suas casas de taipa. Pessoas que vivem da sazonalidade das temporadas, que dependem da maré e do clima para sobreviver. Que tomam banho de sabão e tudo dentro do Rio, porque é a água doce que tem. E a água de beber vem da cacimba pública da cidade.São pessoas que devemos respeitar quando visitamos a terra delas, e não simplesmente passar de óculos escuros por isso tudo e ir direto para a praia, curtir a água cristalina e a areia branquinha. Turismo pra mim tem todos esses lados. Vamos olhar mais por onde passamos.

Essas fotos eu tirei de dentro do carro, enquanto a gente atravessava as cidadezinhas que nós encontramos depois da balsa Japaratinga – Porto de Pedras. São várias vilas pequenas, que guardam lindas praias. É para ir de manhã cedo, pingando de praia em praia, e só voltar pra casa de noite, depois de um lindo pôr-do-sol :)



© 2017 - ideias de fim de semana