home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre cores

mercado das flores


Todos os dias para vir trabalhar, eu passo na frente do Mercado das Flores. Na verdade, eu passo por trás, e por isso nunca tinha visto essas coisas lindas que tem por lá. Sempre passei e vi meia dúzia de flores do campo e nunca me interessei em parar pra ver, mas depois que vi o post da Ju no Pitadinha sobre o mercado, me animei pra ir. Mas foi só hoje, numa sexta-feira ensolarada, que eu vim com um vestidinho leve e colorido, que eu precisava ver e mostrar algumas cores e tinha acompanhia das minhas amadas Lu e Carol, que fui para fazer os devidos registros. E aqui estão.

Uma das coisas que mais me chamou a atenção foram as flores secas. Quando vi esses bouquetzinhos pendurados de cabeça para baixo lembrei da casa do fotógrafo Mike Mabes, onde uma das coisas que mais me chamou a atenção foram as rosas secas. Claro que eu já decidi que vou ter flores secas penduradas de cabeça para baixo em algum lugar da minha humilde decoração de casa, mas eu mesma foi ressecá-las. Até porque, é só deixar de cabeça pra baixo e priu, esperar. Fica tão lindo, né? Tão poético… :)

Se você é do Recife e gosta de flores, não deixe de ir ao mercado. Eles abrem no sábado e no domingo também, então é só escolher um dia bem ensolarado (que daqui até abril não vai ser difícil) e ir contemplar as cores das flores, conversar com as pessoas, e comprar, claro. Ele fica no Recife Antigo, e eu selecionei ele nesse mapa aqui.

Bom fim de semana a todos :)



a casa de lisa grue


Lisa Grue é designer e ilustradora, e essa é a sua casa na Dinamarca. É uma casa alegre, cheia de luz, cores e texturas. A casa é cheia de móveis e acessórios de design assinado, mas o que eu achei mais legal foi a alegria dos objetos quase infantis. Quando se tem uma criança em casa é impossível fugir da bagunça, ao menos que você a use a seu favor. Os brinquedos e os tons infantis trazem uma alegria lúdica pra casa. Gente, o que é esse painel com o ursinho carinhoso mais fofo de todos os tempos? :) Além disso, a Lisa usa bem as cores vivas na decoração, sem ficar over. Vi lá no Design Sponge e adorei.


cor, psicodelia e transcendência


Esse simpático senhor é Gerald DeCock, e essa é a sua casa colorida. Ele é cabeleireiro e artista plástico. Trabalhou com editorias de moda em NY, Milão e Paris, e hoje trabalha sozinho com a sua própria carteira de clientes. Essa sua casa fica em NY, e é cheia de detalhes criados pelo próprio Gerald, inclusive cheia dos seus próprios quadros. Algumas das coisas que ele mais gosta no seu cafofo é o espaço externo, onde ele tem o jardim e sua parede de montagem com fotos.

Eu adorei a energia das cores, vibrantes, contrastantes, com espelhos, luzes e madeira. Adorei, mas acho que não conseguiria morar ai. É muita vibração pra um lugar onde muitas vezes eu só quero relaxar.

Quando vi suas fotos no The Selby, por indicação de Carol, pensei que ele era um iogue meio maluco em sua casa em Bali. Mas não, é um cabeleireiro em Nova Iorque. Engraçado né? :)


fondation claude monet


Oscar-Claude Monet nasceu em Paris, em 1840, e foi um dos maiores pintores do mundo. Foi por “culpa” de um dos seus primeiros quadros, chamado Impressão, nascer do Sol que surgiu a denominação do Impressionismo. Primeiro a crítica usou o termo de forma pejorativa, escrevendo “Impressão, nascer do Sol” – eu bem o sabia! Pensava eu, justamente, se estou impressionado é porque há lá uma impressão. E que liberdade, que suavidade de pincel! Um papel de parede é mais elaborado que esta cena marinha.” Mas Monet ainda assim gostou do título. Talvez por sentir que uma revolução no mundo da pintura estava pra acontecer.

A casa de Claude Monet em Giverny, no norte da França, foi onde ele passou seus últimos dias. Quando vi essas fotos pensei que ele escolheu viver dentro dos quadros que ele pintou. Depois de algumas gerações de descaso, a casa foi transformada em uma fundação com espaço aberto ao público e exposição das obras dele, das suas coleções de gravuras japonesas e quadros de outros artistas. Mas um dos grandes atrativos também são os jardins, tão coloridos, lindos, inspiradores e encantadores. Com certeza um dos mais bonitos do mundo. A decoração interna da casa foi restaurada e hoje está assim, colorida e linda. Sem dúvidas, mais um lugar no mundo que eu quero conhecer.

Conheci o site da fundação através do twitter do jornalista Fred Navarro.



© 2024 - ideias de fim de semana