home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre quarto

decoração vintage para quarto de bebê


decoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebedecoracao+vintage+quarto+bebe

Em plena era das televisões 3D, dos brinquedos ultramodernos, nas barbies com webcam integrada e dos aplicativos infantis para tablets, um quarto para bebê com uma decoração vintage dessa me parece tão reconfortante.

Um quarto sem grandes modernidades, parecendo o quarto da casa da vó. Os móveis antigos receberam uma nova pintura e uns puxadores bem fofos. As letras de metal descascado aparecem tanto em ambientes ultramodernos, mas aqui parece que elas que se encaixam melhor. Super combinam com as latas antigas. Ah como eu adoro latas, caixas e tudo isso.

E essas fotos antigas? Achei de um romantismo e de uma nostalgia sem fim. A prateleira com pequenas gavetas e os vários bibelôs de louça me encantou. Até o urso que, ao primeiro olhar pode parecer meio macabro, me parece aconchegante. E os saquinhos já separados para o primeiro dente e para primeira mecha de cabelo? Eu adoro guardar essas coisinhas, acho de um simbolismo tão fofo :)

Quando eu vi essas fotos lá no blog italiano Valdirose fui logo ver de onde eram e terminei descobrindo outro blog recheado de fotos lindas, o Alice W, e esse é o quarto do bebê dela, que ela está chamando de Baby W, por isso o W na decoração. Tem um bom gosto a Alice, né?

Achei lindo e super válido para os papais que querem dar uma escapada do banho de tecnologia e modernidade na decor do quarto do filhote. Pensem nisso na hora de decorar o quarto do seu baby :)

Uma boa volta de feriado e uma semana alegre para todos!


projeto incrível pra quarto de criança


Eu sei que esse projeto não é uma simples decoração de quarto pra criança, mas quando vi lá no Design on the Rocks fiquei tão encantada que tive que postar.

Quando eu era criança tinha o meu mundo mágico na cabeça, assim como todos tiveram, né? Eu tinha uma passagem secreta no piso do meu quarto, que dava para o teto do vizinho de baixo, e era por onde a gente fugia.

Bem como tinha o meu escritório de detetive (eu sempre quis ser detetive…) que era ao lado do guarda-roupa da minha mãe, que também tinha uma passagem secreta que só eu via, e lá dentro existia um escritório completo com disfarces e tudo pra fazer inveja no professor buginganga.

Claro que a passagem pro apartamento do vizinho não existia de fato, e que meu escritório de detetive se resumia a um espaço que eu fechava com papelão, e pra onde eu levava um bloco de papel com lápis e uma garrafa d’água. Não sei porque, mas eu tinha a impressão de que ter uma garrafa e um copo d’água dava status de escritório, trabalho, sei lá. E eu cresci assim, imaginando tudo, fazendo casinha com colchão, clubinho empilhando livros da Xuxa e construindo meu mundinho com o que tinha por perto, o resto ficava por conta da imaginação.

Mas quando vi esse quarto pensei que tem gente que pode executar o que a gente imagina quando é criança. Que máximo essa corda pra subir e descer, essa ponte, tudo tão lindo. O barco, o calabouço, os desenhos do fundo do mar. Achei tudo mágico, além de parecer bem confortável para dormir. Tudo bem que é o primeiro quarto de criança com suíte e closet que eu vi, mas perto do barco e de tudo mais isso vira só um detalhe :P

Eu e minha criança interior amamos. Agora quero a minha como se fosse numa selva, com direito a casa na árvore :D


o quarto mágico de carol


Isso não é uma casa inteira, é apenas um quarto. É o quarto da minha mais que tudo amada Carol, que enquanto faz os planos pra ter sua casinha, vai fazendo do seu quarto o seu lar. E um lindo lar, por sinal. Ela é que nem eu, que adora um brebote e vê significado em tudo, por isso não consegue se desfazer de nada. E eu acho que é assim que temos que ser, cercados de boas lembranças e de coisas que nos fazem bem. De livros que lemos e gostamos. De coisas que trazemos de viagem. De artes que nós mesmas fazemos. Mesmo que essas artes sejam desenhos de palitinhos. O que não é o caso de Carol, que é uma artista e pinta essas lindas telas. Acho que devemos ser assim, felizes e confortáveis nos nossos lares. Mesmo que nosso lar seja apenas o nosso quarto. Mas isso vai mudar, e eu vou ter o maior prazer em ajudar Carol a montar a sua casinha. E será em breve.

Acessem o blog de Carol, o Small Fashion Diary, que você só vai ver coisas lindas.


as cabeceiras da era box


Antes se escolhia a cama pelo design, principalmente por seu espelho (ou cabeceira), mas depois da chegada das camas box tudo ficou tão quadrado (sem trocadilhos). Claro que ainda existem as belas camas com cabeceiras de madeira talhada ou de ferro retorcido, mas como a minha é box eu me identifiquei muito com essas imagens. Existem várias formas de criar um espelho pra sua cama box, com tecido, papel de parede, madeira, travesseiro, chapa de aço, acolchoado, e também de adesivo. A minha eu fiz com talhas de madeira e fórmica, mas já penso que gostaria de ter feito bem diferente… Quando eu colocar minhas luzinhas de natal pra decorar eu tiro uma foto e coloco aqui :)

Fotos: De(coeur)ação e Casa & Jardim



© 2021 - ideias de fim de semana