home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre texto

eu e #meumoleskine


meumoleskineNo meu aniversário deste ano o meu irmão Fabinho me deu um Moleskine de presente. Preciso dizer que eu amei? Confesso que demorei uns dias pra ter coragem de escrever nele, mas a primeira vez foi até mais rápido do que eu esperava. A verdade é que eu sou uma apaixonada por bloquinhos, cadernos, papéis. Adoro tudo isso. E o #meumoleskine vai ser um cantinho para quando me der aquela vontade urgente de escrever. Um pensamento, um sentimento, uma ideia, uma besteira. E quando eu escrever eu vou fotografar, colocar no meu Instragr.am e fazer um post aqui. Combinado? Não esperem textos grandes, lindos, emocionantes. Será um caderno só de pensamentos, onde eu vou sempre escrever de caneta, porque se errar faz parte. Todo caderno precisa ter as suas cicatrizes no meio das palavras, né.

Vou colocar as três primeiras páginas e depois eu posto conforme for escrevendo.

meumoleskinemeumoleskinemeumoleskine

Então o que acharam? :) Só não liguem pra letra, hein.


a hora de parar


As vezes é difícil saber a hora de parar.

Eu soube a hora de parar de fumar, mas nem sempre sei a hora de parar de beber numa noite. Eu já soube a hora de parar de chorar, mas achei que ela nunca chegaria. Já soube a hora de parar de falar e a hora de quebrar o silêncio.

Nem sempre a gente sabe a hora de parar de reclamar da vida, e as vezes perdemos a hora de falar das coisas boas. Eu já soube a hora de parar de prometer para começar a cumprir, a hora de parar de falar e começar a fazer. Eu soube a hora de parar de namorar e casar de vez.

Mas as vezes é difícil saber a hora de parar.

A hora de parar de comer quando se está ansiosa. A hora de parar de pensar nele quando estamos com saudade. A hora de parar de escrever uma carta que já está ficando grande demais.

As vezes é difícil saber a hora de parar.

Eu soube a hora de parar de brincar para começar a trabalhar. Soube a hora de sair de um trabalho para outro. A hora de parar e pensar no futuro. Mas e a hora de parar de sonhar e começar a realizar? E a hora de conseguir parar de trabalhar e começar a viver?

Durante o dia precisamos saber a hora de parar e começar várias coisas. A hora de parar de dormir para o dia começar. Mas precisamos saber também a hora de parar de trabalhar para poder aproveitar. Se não o nosso dia passa. A nossa semana passa. A nossa vida passa. E nossa hora de parar já vai ter passado tantas vezes que não vamos mais  conseguir recuperar.

Porque a gente precisa saber a hora de parar, porque a hora nunca para de passar.

 


é melhor ser alegre que ser triste


Alegria é a melhor coisa que existe, já dizia o poetinha. Então mesmo com tantos poréns, fui ser alegre no fim de semana do meu aniversário. Quem leu o valor de dizer até amanhã vai entender o tamanho da minha tristeza ao dizer que meu pai não chegou “amanhã”. Pois é, por conta das cinzas do vulcão chileno ele ficou preso em Buenos Aires. Passei o meu dia sem o meu maior presente e o principal convidado da minha festa.

Mas consegui reunir ótimos amigos e uma parte da família. Dei boas risadas, bebi muita cerveja, comi muita fava, ganhei lindos presentes. Foi um dia ótimo e eu só tenho a agradecer aos meus amigos que me levantaram e me deram uma injeção de ânimo pra curtir a festa. Obrigada ainda aos mesmo sem poder ir deixaram uma mensagem no Facebook, ligaram, mandaram sms ou sinal de fumaça. Todos tiveram um lugar cativo no meu coração que estava tão apertado. Obrigada.

Meu pai conseguiu desembarcar no sábado às 18h e ficou menos de 24 horas por aqui. Tive vontade de não dormir para aproveitar cada minuto, mas ele estava numa maratona de dias acordado e estava no aeroporto desde às 4h da manhã… Voltou ontem no fim da tarde, deixando a saudade ainda maior e meus olhos marejados. Mas é assim como a luz no coração.

Ah, é. Ontem foi dia dos namorados… Mas não há muito espaço para comemorações num coração apertado. Então não tenho palavras de amor, fotos ou receitas gostosas. Apenas um domingo. Mais um domingo. Se eu tivesse o dom da música poderia ter escrito um samba, porque eu tinha um bocado de tristeza. E um bom samba é a tristeza que balança.

Mas hoje começa uma nova semana. Vou voltar para academia e tentar entrar na dieta mesmo tendo em casa mais chocolates do que durante a Páscoa inteira. Hoje o dia começou bonito, com sol, e eu busco um pouco de inspiração nesse céu azul. Porque não dá pra ser triste por muito tempo, é melhor ser alegre. A vida é pra valer, não se engane não que é uma só.

Agora vou parar de roubar os versos do Vinícius e dar um jeito de trazer um post alegre pra começar a semana de vocês :)

Bom dia.

 


o valor de dizer “até amanhã”


Ontem eu tuitei que só quem sente saudade sabe o valor de dizer “até amanhã”, e acho que é uma super verdade. Quando troquei e-mails com o meu pai ele se despediu com “Até amanhã, se Deus quiser”. E como é claro que Ele quer, fiquei pensando no valor de você dizer “até amanhã”. Quem tem família longe, amor longe, amigos longe, sabe disso. É uma alegria de véspera que me deixa ansiosa, que faz com que as horas se arrastem.

Quando a gente diz “até amanhã” a saudade aumenta tanto que parece a saudade que a gente sente quando diz “boa viagem”. Aquela saudade instantânea quase insuportável. Vai demorar dias pra chegar “até amanhã”.

Será que o bolo vai ficar fresquinho até amanhã? Será que daqui pra amanhã vai juntar muita poeira na casa? É, definitivamente vou ficar sem cozinhar até amanhã para não sujar nada. Existe um mundo de possibilidades “até amanhã”.

Que coisa, né? Acho que tem gente que chama esse tipo de reflexão de surto de ansiedade, principalmente se coexistir com uma vontade súbita de comer chocolate.

Faz três anos que meu pai veio pra Recife. Três anos que ele não vem na minha casa. Tanta coisa mudou por aqui. Não só na casa, mas na minha vida, na minha rotina. Nos vemos outras vezes, mas sempre em Minas, nas reuniões da família. Receber meu pai e meu irmão aqui em casa é o melhor presente de aniversário que eu podia querer.

Isso mesmo, meu aniversário é amanhã. Acho que desde as vésperas dos meus 18 anos eu não fico tão ansiosa para chegar o dia 10 de junho. Deixa disso de chegar amanhã, pai, chega ontem :)

E se um dia me perguntarem qual é o valor de dizer “até amanhã” eu vou responder: o valor eu não sei, mas dá pra comprar o melhor presente de aniversário do mundo.



© 2024 - ideias de fim de semana