home sobre mim sobre o blog mídia kit

mercado central de belo horizonte


mercado de belo horizonte 1 mercado de belo horizonte 5 mercado de belo horizonte 4 mercado de belo horizonte 6 mercado de belo horizonte 7mercado de belo horizonte 3 mercado de belo horizonte 8 mercado de belo horizonte 9 mercado de belo horizonte 12 mercado de belo horizonte 13 mercado de belo horizonte 14 mercado de belo horizonte 11 mercado de belo horizonte 10 mercado de belo horizonte 15Eu amo mercados, do fundo do meu coração. E sei que o Mercado Central de Belo Horizonte não precisa de qualquer apresentação. Mas eu estava saudosa olhando as fotos da última viagem e pensei: vou começar a semana com esse gostinho de sábado e domingo que os mercados deixam. E comecei a separar umas fotos e reviver as delícias que conheci por lá. Claro que minha vontade era levar tudo, TUDO.

Como todo bom mercado, o de Belo Horizonte tem lugar pra beber, comer e comprar. Pra comprar a variedade é incrível. Eu, como uma boa filha de mineiro, sou viciada em queijos. Olhar um box desse com todos os tipos, tamanhos e preços é como quando um cachorro fica olhando aquelas churrasqueiras de galeto, sabe? Os olhinhos brilham. Pra levar eu comprei só o queijo cavala, esse tipo peitinho que fica pendurado, bem artesanal e que você come desfiando. Eu tinha ouvido que não podia mais vender, alguma coisa com a vigilância sanitária.. Mas parece que encontrei um lugarzinho para minha alegria <3 Mas vale a pena demais comprar o queijo canastra, minas padrão e quantos mais você puder levar. Querer, querer mesmo, eu queria todo o estoque de minas frescal. Mas esse daí já é mais difícil de levar, aí deixo pra comer só em Minas e guardar nele o gostinho da viagem. :)

Lá também é ótimo para temperos, pimentas, doces e, claro, cachaças. O doce de leite na palhinha é imbatível, junto com uma boa lata de Viçosa. Mas se você preferir, tem os doces cremosos que você escolhe, bota no pote, pesa e chora de alegria. A goiabada cremosa não é careta não, viu? As pimentas são ótimas pra você levar e conhecer, afinal, não dá pra ficar por aí experimentando todo tipo de pimenta sem querer sentar logo pra tomar um chopp. Então é pedir indicação na lojinha, escolher e provar pra ver se fez uma boa escolha. As cachaças, meu deus… Parece que todas estão reunidas ali. Você entra nas lojas de bebida e fica sem saber pra onde olhar. Entre mil nomes, rótulos e preços, é difícil escolher um pra levar. Mas você vai conversando, descobrindo e sempre encontra alguma que agrada. Então pra quem gosta, tem que comprar. Pra quem não gosta, compra de presente que não tem erro. :)

E claro que tem a parte das compras gerais, presentes, lembranças, decoração, moda, cozinha. Alguma dúvida de que eu queria levar as panelas de ferro e de pedra sabão? Imagina… Quis muito, muito. Mas me contentei em comprar coisas menores pra trazer, como brinquinhos e sandália. Mas ficar andando por todas as lojinhas você sempre encontra alguma coisa que é a cara de alguém e quer comprar de presente, encontra aquilo que você não sabia que existia mas que precisa muito a partir daquele momento, encontra tudo. O bom dos mercados é que você sempre encontra tudo.. Tudo!

E, claro, tem a parte boa: comer e beber. Os botecos de lá são ótimos. Cheios de cerveja gelada e petiscos gostosos. No Botiquin do Antonio a pedida é o chopp artesanal da Backer, escuro ou claro, pra tomar em pé no balcão. E, pra fechar minha viagem com chave de ouro, almocei esse incrível mexidão premiado lá no Casa Cheia, acompanhado de uma Serramalte estupidamente gelada. Então nem preciso dizer que o mercado foi um dos meus lugares preferidos de Belo Horizonte né? Já quero voltar. :)
mercado de belo horizonte 2 mercado de belo horizonte

mercado de belo horizonte 2


2 comentários sobre o assunto

nossa, que matéria linda, sou mineira de Bh e adorei, obrigada,
bj

lilian

Gostei muito e pretendo passar por lá, em breve

Antonio Carlos de Almeida

Deixe sua mensagem



© 2017 - ideias de fim de semana