Warning: Illegal offset type in isset or empty in /home/ideiasde/public_html/wp-includes/post.php on line 1151
festa | ideias de fim de semana
Warning: Illegal offset type in isset or empty in /home/ideiasde/public_html/wp-includes/post.php on line 1151

Tag Archives: festa

quiche de queijo com goiabada

quiche de goiabada com queijo 4 quiche de goiabada com queijo 3 quiche de goiabada com queijo 16 quiche de goiabada com queijo 15 quiche de goiabada com queijo quiche de goiabada com queijo 14 quiche de goiabada com queijo 12 quiche de goiabada com queijo 11 quiche de goiabada com queijo 10 quiche de goiabada com queijo 9 quiche de goiabada com queijo 8 quiche de goiabada com queijo 7 quiche de goiabada com queijo 5 quiche de goiabada com queijo 2Eu queria fazer uma sobremesa com cara de festa. Pensei naquelas grandonas pra servir pra família toda, pensei em porções menores pra deixar a coisa mais ~gourmet~, pensei em bolo, sorvete e então pensei: sobremesa quente. Pois é, acho que temos poucas opções de sobremesas quentes, né? Cartola, que eu amo, é uma delas. Ou um brownie quente. Mas torta quente, tipo as que a gente come salgadas, eu nunca tinha visto doce. Aí comecei a matutar isso e resolvi experimentar. Porque não um quiche de goiabada com queijo? E fui lá fazer a minha experiência :) Tenho que confessar que o resultado final ficou mais gostoso do que bonito hahaha Deu uma desmoronada porque o recheio tava muito cremoso <3 Mas vale a pena cada pedaço.

A receita a gente começa pela massa. Junta 1 ovo inteiro, 1/2 copo de iogurte natural, 2 xícaras e meia de farinha de trigo, uma pitada de sal e 100g de manteiga. Aí você mistura tudo até ficar homogêneo e então leva pra geladeira por uns 10 minutinhos. Enquanto isso, você prepara o recheio. Mistura 2 claras e 1 gema e bate com o fouet pra dar uma misturada. Então junta 1/2 copo de iogurte natural, 100g de queijo minas em cubos, 100g de cream cheese e 250g de goiabada Tambaú em cubos. Mistura tudo isso bem direitinho. Então pega a massa que está na geladeira e forra uma assadeira de fundo removível, que deve estar untada e enfarinhada. Aí forra a base e as laterais. Se a massa ainda estiver um pouco mole, pode voltar com ela pra geladeira depois de colocar na forma, só pra dar uma segurada melhor na hora de colocar o recheio.

Aí é preencher com o recheio e cobrir com parmesão ralado pra dar aquela gratinada. Em forno baixo pré aquecido ela fica uns 35 minutos, dependendo do seu forno. É bom ficar olhando. Quando ela estiver dourando nas pontas faz o teste do palito no meio pra ver se está tudo cozinhando direitinho. Aí pronto, é só tirar e decorar com uma flor de goiabada pra deixar a sobremesa ainda mais bonita e com cara de festa. :) Essa flor é fácil de fazer. Eu peguei a goiabada Tambaú e cortei em tiras. Então comecei a montar a flor numa folha de papel manteiga, enquanto a torta estava no forno. É só ir pegando as fatias e ir enrolando, como mostra aí nas fotos. Depois de pronta deixa ela esperando na geladeira. Quando a torta sair do forno é só tirar a flor com uma espátula e colocar em cima pra decorar. Fica um charme, né?

E sim, sobremesa quente é uma delícia e tem cara de festa. Ah, e pra quem quiser… Ela também funciona bem gelada. :) Espero que vocês gostem!

quiche de goiabada com queijo 6

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos

festival de rosas na bulgária

Há muito tempo atrás eu postei aqui os campos de tulipa da Holanda. Gente, que coisa tão linda… Tão colorida, tão delicada. Eu acho as flores uma coisa tão sutil e bonita de se ver, sabe? Acho que dar flores é um gesto enorme de carinho. Quando eu vejo campos de flores assim eu fico querendo apenas ir e sair andando aí pelo meio. Vendo as cores, o cheiro, a delicadeza da textura, tudo.

Quando eu vi no 79ideias esse festival de rosas lá na Bulgária, achei por bem compartilhar aqui um pouco dessa leveza e beleza. Acho incrível quando a natureza faz parte das tradições do lugar, sabe? Homens, mulheres, crianças, idosos, todos iguais diante das flores, dos campos. Acho uma coisa belíssima. Espero que vocês sintam a mesma paz que eu senti quando olhei as fotos. :)

Que seja um lindo dia.festival de rosas na bulgariafestival de rosas na bulgariafestival de rosas na bulgariafestival de rosas na bulgariafestival de rosas na bulgariafestival de rosas na bulgaria

saudades do carnaval

carnavalcarnavalcarnavalcarnavalcarnavalcarnavalcarnavalcarnavalCarnaval é assim mesmo. Todo ano tem, parece que é sempre a mesma coisa mas, na verdade, não cansa de ser melhor. Ano após ano. Todo ano tem calor, cerveja quente, suor, canseira e uma boa e velha gripe na quarta-feira de cinzas. Mas é cada vez melhor.

Eu sempre digo que não é à toa que o carnaval tem só 4 dias. Mesmo que ele comece muito antes e venha terminar muito depois, o carnaval tem 4 dias. E se tivesse mais, eu não sei se estaria viva pra contar história. E se tivesse menos, não seria suficiente. É a dose certa, porque tudo em excesso faz mal, né. Até a alegria do carnaval.

E que venham as gripes, as ressacas acumuladas, a infecção intestinal e as dores musculares. Que apareçam as ronxas de pancadas que não lembramos, os brilhos em lugares que não colocamos e as memórias em forma de foto. Que venha a depressão pós carnaval, o feliz ano novo e o balanço dos dias que passaram. Porque por mais clichê que seja a piada de que o ano só começa depois do carnaval, ele de fato é um marco separador de águas. Existe uma vida antes e outra depois do carnaval. Que venha a saudade.

Porque tem gente que a gente só encontra no carnaval, e é uma alegria, uma festa. E tem gente que a gente encontra todo dia, mas que no carnaval é como se fosse diferente. Ah, e quem não é diferente no carnaval? Mais bonito, mais feliz, mais sem vergonha. Mais sincero, com menos medo, com mais amor. Todo mundo é alguém diferente no carnaval, seja pela fantasia, pela alma, pelo brilho. Seja por esse clima que só o carnaval sabe vestir.

Eu sou uma sortuda mesmo, de poder dividir meu carnaval com pessoas de uma energia tão boa. Fico agradecida por cada abraço suado, por cada sorriso que foi dado, por cada brilho trocado. Cada pessoa que eu encontrei, seja passando, seja curtindo junto, foi o que fez o meu carnaval ser lindo. E feliz. E inesquecível. E eu já tenho saudade de cada um. E uma saudade não é só das pessoas. É saudade da gente mesmo, porque agora eu só encontro esse meu eu carnavalesco no ano que vem, e eu já estou contando os dias.

E que venha o próximo carnaval.carnaval

 

a comida deliciosa do restaurante oca gourmet

restaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocaPapai começou as comemorações do aniversário dele na quinta-feira, lá em Santos, num jantar para os amigos, no Oca Gourmet. Angélica organizou super bem as coisas, e foi naquele esquema de escolher o cardápio resumido antes e deixar pro pessoal fazer o pedido do menu de entrada, prato principal e sobremesa na hora. O restaurante é lindo e super aconchegante. Alguns probleminhas de atendimento, mas entre tantas taças de proseco e chopps Heineken eu nem percebi. Mas o que me chamou a atenção mesmo foi a comida. Gente, que comidas incríveis.

Sabe quando você vai comendo e vai fazendo involuntariamente aquele sinal de “sim” com a cabeça? Pronto. Foi assim desde as entradas. Aqui pra nós, eu nem gosto de queijo de cabra… Mas esse “pastelzinho” com a geléia de abacaxi tava coisa divina. Eu fui muito feliz na escolha da minha salada pra entrada. Apesar as folhas super montadas, eu apenas cortei tudo (mal aê, Glorinha) e mandei essa combinação perfeita de queijo brie e tomate seco pra dentro. Como é que uma salada tão simples pode ficar tão gostosa? Sério, chamou a atenção.

No pedido dos pratos, eu fui a única da nossa mesa que pedi peixe, e não me arrependi. O filé estava uma delícia, frito sequinho, maravilhoso. E o torteloni que acompanhou estava levinho, tudo combinou muito bem. Claro que eu não sou besta nem nada, e fui dar uma bicada no risoto de alho poró de papai, e estava perfeito. E olhe que risoto é aquela coisa, né? Ou está muuuuito bom, ou está péssimo. Ainda bem que foi a primeira opção :D

E as sobremesas… Ahhh as sobremesas… Claro que entre tapioca e churros, eu fui de churros,  né? Sair de Recife pra ir comer tapioca em Santos é sacanagem hahaha :) Até porque provei a tapioca, mas considerando que meus critérios foram formados entre Olinda e Recife, acho que faltou um bocado pra ser aqueeela tapioca, sabe? Mas como eu fui de churros com doce de leite não teve erro. Churros sequinho, quentinho, tive vontade de comer um balde inteiro disso, sério. Rezava por mais espaço na minha barriga.

E era engraçado ir comendo e reparando nas pessoas, porque foi unânime. A comida agradou a todo mundo, todo mundo comendo feliz e satisfeito. Eu fiquei na curiosidade de voltar lá pra conhecer o cardápio da casa, sem ser esse reduzido pra festa, que deve ser incrível. Então quem tiver pela baixada santista em busca de uma comida inesquecível, dá um pulo lá no Oca Gourmet que você não vai se arrepender.

E eu, como fotógrafa da festa, registrei minha presença com um selfie básico hahaha :)

restaurante oca
Página 1 de 111234567...Última »