home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre festa

a comida deliciosa do restaurante oca gourmet


restaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocaPapai começou as comemorações do aniversário dele na quinta-feira, lá em Santos, num jantar para os amigos, no Oca Gourmet. Angélica organizou super bem as coisas, e foi naquele esquema de escolher o cardápio resumido antes e deixar pro pessoal fazer o pedido do menu de entrada, prato principal e sobremesa na hora. O restaurante é lindo e super aconchegante. Alguns probleminhas de atendimento, mas entre tantas taças de proseco e chopps Heineken eu nem percebi. Mas o que me chamou a atenção mesmo foi a comida. Gente, que comidas incríveis.

Sabe quando você vai comendo e vai fazendo involuntariamente aquele sinal de “sim” com a cabeça? Pronto. Foi assim desde as entradas. Aqui pra nós, eu nem gosto de queijo de cabra… Mas esse “pastelzinho” com a geléia de abacaxi tava coisa divina. Eu fui muito feliz na escolha da minha salada pra entrada. Apesar as folhas super montadas, eu apenas cortei tudo (mal aê, Glorinha) e mandei essa combinação perfeita de queijo brie e tomate seco pra dentro. Como é que uma salada tão simples pode ficar tão gostosa? Sério, chamou a atenção.

No pedido dos pratos, eu fui a única da nossa mesa que pedi peixe, e não me arrependi. O filé estava uma delícia, frito sequinho, maravilhoso. E o torteloni que acompanhou estava levinho, tudo combinou muito bem. Claro que eu não sou besta nem nada, e fui dar uma bicada no risoto de alho poró de papai, e estava perfeito. E olhe que risoto é aquela coisa, né? Ou está muuuuito bom, ou está péssimo. Ainda bem que foi a primeira opção :D

E as sobremesas… Ahhh as sobremesas… Claro que entre tapioca e churros, eu fui de churros,  né? Sair de Recife pra ir comer tapioca em Santos é sacanagem hahaha :) Até porque provei a tapioca, mas considerando que meus critérios foram formados entre Olinda e Recife, acho que faltou um bocado pra ser aqueeela tapioca, sabe? Mas como eu fui de churros com doce de leite não teve erro. Churros sequinho, quentinho, tive vontade de comer um balde inteiro disso, sério. Rezava por mais espaço na minha barriga.

E era engraçado ir comendo e reparando nas pessoas, porque foi unânime. A comida agradou a todo mundo, todo mundo comendo feliz e satisfeito. Eu fiquei na curiosidade de voltar lá pra conhecer o cardápio da casa, sem ser esse reduzido pra festa, que deve ser incrível. Então quem tiver pela baixada santista em busca de uma comida inesquecível, dá um pulo lá no Oca Gourmet que você não vai se arrepender.

E eu, como fotógrafa da festa, registrei minha presença com um selfie básico hahaha :)

restaurante oca

como fazer jelly shots


jelly shotsEu nem ia fazer post disso, porque nem receita eu tenho direito. Mas fez tanto sucesso, ficou tão lindo e animou tanto a festa que eu vim aqui compartilhar com vocês :D No dia do aniversário do meu querido Rafa, o mudo, fiquei de levar uns jelly shots. Pra quem não conhece, são shots de gelatina com vodka, pra tomar de uma vez.

ATENÇÃO: Essa é uma daquelas bebidas perigosas, porque é docinho, você nem sente e quando vê PIMBA! Subiu pra cabeça :P Então, antes de tudo, cuidado meus caros. Porque é bonitinho, coloridinho, docinho e perigoso que só o cão. :P

Então, foi a primeira vez que eu fiz. Algumas pessoas disseram que estava forte, outras gostaram, outras disseram que tava fraco. Então a verdade é que a medida depende mesmo do gosto do freguês. Quando eu estava pesquisando pra fazer, a maioria das receitas sugeria o preparo de 2 pacotes de gelatina de uma vez, usando a proporção de 500ml de água fervida pra diluir a gelatina, depois misturar 300ml de vodka e 200ml de água gelada. Mas como eu queria fazer 4 sabores diferentes pra ficar bem colorido, fui fazendo a medida meio que de olho pra fazer um pacote de cada vez.

Então como cada receita de gelatina pede pra ferver 250ml de água, desligar o fogo e dissolver a gelatina, fiz isso. Aí fiz uma mistura que devia ter uns 173ml de vodka pra uns 77ml de água gelada e misturei. Pois é, fui fazendo de olho então não sei a medida exata, pode variar uns 27ml para mais ou para menos aí. :P Pra mim, a parte mais difícil da receita foi encher os copinhos de café sem derramar. Na verdade, foi impossível, já que derramei em todos hahaha :P Eu distribuí os copinhos em travessas pra facilitar e fui enchendo com uma concha de sopa. Depois é só levar pra geladeira até endurecer e pronto.jelly shotsPra levar pra festa coloquei em caixinhas dessas de papelão, tipo de docinho, sabe? Fez parte do contexto :P E pra tomar é só dar uma soltadinha no fundo do copinho, amassando, e pronto. Tomar de uma vez, de shot mesmo. Só não vale fazer careta, porque é super docinho. E também não vale exagerar, vai por mim. hahaha :) Então vai separando os ingredientes aí que dá tempo de sobra de fazer pro Natal e ano novo ;)


receita de mojito (ou meu pequeno cresceu)


20130923-010305.jpg20130923-010157.jpgBem, como eu havia prometido lá no post dos petiscos pra receber os amigos em casa, trago aqui a receita mágica do mojito perfeito. hahahaha :) Claro que ele só é perfeito se você estiver feliz e em boa companhia pra brindar, afinal, é disso que são feitas as melhores receitas de drink, né não? E pense numa companhia perfeita que eu estava nesse mojito do final de semana. Pra comemorar o aniversário de 18 anos de Fabinho, meu irmão, conseguimos reunir os três, eu (Recife), Leo (Juiz de Fora) e Fabinho (São Paulo) numa noite super divertida na casa de papai em Santos. Então assim, não tinha como ser melhor, sabe?

A receita do mojito é simples e permite mil variáveis, afinal, tudo vai do gosto do freguês. Mas vou passar a minha aqui e você faz as adaptações necessárias, combinado? Vou passar as medidas básicas pra uma dose e você vai multiplicando se tiver que fazer uma jarra assim pra galera toda hahaha :) Numa coqueteleira pode macerar 1/2 limão (lembrar de tirar aquele miolinho branco pra não amargar, tá?), um punhado de hortelã, uma colher de sopa de açúcar e uma dose de Barcardi (a medida da minha dose é entre 6 e 7 segundos da garrafa derramando, mas vai do seu gosto). Então com um pilão amassa tudo isso com fé.

Aqui entra um opcional que é da receita do Fabinho, que é fazer um chá de hortelã concentrado, que nada mais é que uns 2 ou 3 sachês de hortelã pra menos água quente. Aí você pega um pouco desse chá, umas 2 ou 3 colheres de sopa, e mistura na coqueteleira. Por isso que na jarra a cor tá um pouco mais escura, sabe? Aí adiciona o gelo e dá aquela chacoalhada marota, fingindo que é barman experiente, até sentir que tudo ficou gelado. Então coloca no copo e, pra finalizar, eu uso um pouco de Aquarius Fresh de limão, ou H2Oh pra dar uma suavizada. Há quem curta água tônica também. Então é só misturar e pronto. A dica é tomar de canudo por conta do bagaço do limão e das folhas de hortelã. Tem a opção de coar isso também, mas acho que perde a magia da coisa hahaha :)

Ah, e lembrar de ir devagar, porque é docinho, refrescante e você vai bebendo feito água. Aí quando vê… Já viu, né? hahaha :)

E assim começou o aniversário do meu pequeno, que esses dias era um pirralho e hoje tá essa lapa de homem. Quando dizem que a gente se parece eu fico toda feliz, mas feliz mesmo eu fico quando eu vejo ele traçando um caminho do bem, firme e decidido. Se tem uma palavra, além de amor, que resume o que eu sinto por ele é orgulho. Porque tudo que ele faz é de encher os olhos da gente. Fabinho meu amor, te amo muito. Demais. Parabéns <3

20130923-010231.jpg


petiscos pra receber os amigos (ou o fim de semana que não queria acabar)


amigos queridosSe tem uma coisa melhor do que reunir os amigos, é reunir os amigos em torno de petiscos simples e feitos com muito amor, brindando algumas boas cervejas. E foi assim que começou um fim de semana que não queria acabar nunca.

Sabe aquela galera que você conhece há quase 10 anos e sempre que se encontra são aquelas boas e velhas histórias da faculdade? Pronto. Até acordar amigo que mora na Espanha via Skype pra brindar com a gente rolou. Porque se tem uma coisa que, aqui pra nós, vale mais do que qualquer diploma na parede é essa amizade e as boas lembranças. :)

E entre essas conversas e risadas todas, chegaram os petiscos. Três receitas que eu nunca tinha feito e que, ainda bem, deram certo hahaha :P Desculpa aí as fotos meio amadoras, porque né, de noite, com iPhone e algumas cervejas fica assim hahaha :Pcestinha de frangoCestinha de frango

Não é uma gracinha? Confesso que depois de pronta eu fiquei pensando se não ia ser um desastre pra comer hahaha Mas até que foi tranquilo e a preparação é simples.

Sabe aquelas massas de pastel prontas? Então, é pegar elas e montar em formato de cestinha numa forma de empada. Na falta, eu montei numas forminhas de silicone de cupcake. Aí você monta e coloca no forno pré aquecido por uns 5 minutos pra ela ficar mais durinha. Mas não muito, tá? Porque depois do recheio ela volta pro forno de novo.

E o recheio fica ao seu gosto, né? Essa eu fiz de frango. Refoguei o franguinho desfiado na cebola e no alho, coloquei um pouco de tomate pelado e temperei com sal, pimenta calabresa e orégano. Deixei dar uma secada na água do tomate e pronto, foi só rechear as cestinhas. Por cima coloquei um pouco de requeijão pra dar uma ~cremosidade~ e voltei com isso pro forno até ficar com as bordas douradinhas. Legal, né? :)

linguica no vinhoLinguiça agridoce no vinho tinto

Eu não queria começar dizendo que esse foi o meu preferido da noite (disparado) pra não criar muita expectativa. Mas, na boa? Ficou sensacional. E o melhor, eu nem tenho coragem de chamar isso de receita, dada a simplicidade da coisa. Dei uma fritada em 4 linguiças fininhas na própria gordura delas. Aí depois adicionei 250ml de vinho tinto e umas duas colheres de sopa de açúcar. Pronto. Deixei lá fervendo até reduzir e criar essa graxinha doce deliciosa. Serve com um pão francês pra limpar o prato e tá tudo lindo. Vai por mim ;)
cachorro quente de rap10cachorro quente de rap10Cachorro quente de Rap10

Rap10 é um bom companheiro, Rap10 é um bom companheiro, Rap10 é um bom companheirooo! Ninguém pode negar.

E como bom companheiro não poderia faltar numa reunião de comidas simples para bons amigos :D A “receita” é fácil demais, e tem fotos do passo a passo lá no Panelaterapia, se liga. Pega o Rap10 e espalha um pouco de ketchup, coloca queijo muçarela, espalha um pouco de mostarda em cima do queijo e coloca a salsicha. Então é só enrolar, cortar na medida que quiser e colocar no forno pré aquecido até a massa ficar crocante.

Eu ainda fiz uns tomates marinados pra fazer uma bruscheta, mas todo mundo já tinha comido (e bebido) tanto que terminou no esquecimento da geladeira hahaha :) Ah, e depois eu venho aqui dar a receita do mojito do sucesso, porque eu descobri que é, sem dúvidas, uma das minhas bebidas preferidas hahaha :P

E assim que a gente começa a segunda-feira. Com um gostinho do final de semana de cerveja, amigos, comida e boas surpresas :D

 



© 2017 - ideias de fim de semana