Tag Archives: cozinha

arroz doce de goiaba

arroz doce de goiaba 0 arroz doce de goiaba 1 arroz doce de goiaba 2 arroz doce de goiaba 3 arroz doce de goiaba 7 arroz doce de goiaba 6Arroz doce é um prato bem tradicional, né? E confesso que nunca foi dos meus preferidos. Na sobremesa eu sempre ia pra outras coisas… Pudim, doce de leite, mousse. O tal do arroz doce nunca era o meu escolhido. Dava uma colherada ou outra pra experimentar e pronto. Mas se tem uma coisa que eu admiro na culinária é você reinventar pratos, trocar ingredientes e descobrir novos sabores. Então estava lendo uma revista de cerveja que eu assino e lá tinha uma receita de arroz doce de ovomaltine, e isso me deu um estalo de “porque não?!”. Então pesquisei mais algumas receitas, a maioria com leite, açúcar, canela e leite condensado e fui adaptando para a que eu acho que foi a melhor de todas hahaha :)

A receita é simples e ao invés de usar o arroz arbóreo, que com certeza também fica uma delícia, eu usei o arroz branco. Coisa nossa do dia a dia, sabe? Quando tem aquele saco com menos da metade, aí você usa uma parte pra fazer o almoço e a outra já pode ser a sobremesa :D Então vê como é fácil.

Pega uma panela grande e coloca 1 xícara de arroz branco lavado e escorrido e leva pra cozinhar com 1 xícara de água e 3 colheres de sopa de arroz. O arroz não vai exatamente cozinhar, sabe? Ele vai levar um susto de água quente e vai ficar ainda bem durinho. Mas é que ele já inicia o cozimento pegando o doce do açúcar. Aí depois que a água secar (cuidado porque seca bem rápido já que só tem uma xícara de água) você coloca QUASE 1 litro de leite. Quase porque não é a caixa toda, sabe? É quase mesmo, na casa dos 700ml. Então mistura, incorpora e vai mexendo.

Aí é quase o preparo do risoto. Vai mexendo, mexendo, mexendo. O leite vai ferver, subir e você vai continuar mexendo. Você deixa secar e o arroz ficar bem cremoso. Lembrando que quando esfriar ele vai ficar ainda mais durinho, deixa num ponto bem cremoso mesmo, tá bom? Aí chega a hora maravilhosa. Coloca 1 sachê de Doce de Goiaba Cremoso Tambaú todinho, e mistura. Você já vai ver que a papa que estava o arroz começa a tomar uma cor linda, e os grãos de arroz começam a aparecer melhor e ele fica com mais cara de arroz doce mesmo do que de papa de arroz hahaha :) É uma coisa linda.

Pra servir, coloquei em taças atingidas pelo raio gourmetizador que colocou açúcar na borda e lascas de queijo para servir. Mas você pode fazer ao seu gosto. Pode colocar naquela travessa grande pra servir no almoço da família, como preferir. Então coloca na geladeira por umas 2 horas pra esfriar e pode servir. Fica com uma textura maravilhosa e um sabor que eu não vou nem comentar, tem que experimentar. :)

arroz doce de goiaba 4

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos

 

bar do zaqueu

bar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueuO Bar do Zaqueu é uma experiência, e nada mais justo do que um lugar desse pra o post de sexta-feira. Primeiro, uma experiência geográfica, porque eu fui e não sei voltar de novo. Tenho fé que o nosso senhor do GPS nos guiará, mas que é um lugar difícil é. Sobe morro, desce morro, rua estreita, daquele jeito. Quando você acha que está perdido, anda mais um pouco e chega no lugar. Pronto. Sobe a escada e dá de cada com um super salão amplo, espaçoso e cheio de mesas. Então é só sentar e esperar começar a alegria.

De entrada fomos de caldinho de jabá, que é feijão preto com charque. E que charque. E que caldinho. E que quantidade. Também pedimos um queijo coalho assado que é chorado na manteiga, que combina super bem com a cerveja gelada que vende por lá. Ah, e pra quem gosta, deu pra ver que tem uma verdadeira carta de cachaça, né?

Na hora do prato principal fomos certeiros: rabada com pirão. Gente, que delícia é essa. Rabada é um prato difícil, que precisa de um tempero certeiro pra não deixar um ranço na carne, além de um tempo de preparo muito bom pra carne ficar soltinha. E eu não tenho absolutamente nada pra reclamar da rabada que veio. Deliciosa, generosa, inesquecível. E com essa pimenta da casa então, a coisa fica mais imoral ainda. Agora cuidado, que a bicha é braba.

Aí para os fortes vem a hora da sobremesa, que pode ser um belo pudim de leite ou esse queijo coalho com mel de engenho. E eu posso dizer que além do doce do mel ainda dá pra sentir a manteiga, é coisa linda. E depois de tanta coisa boa da entrada até a sobremesa, posso garantir que a hora da conta é outra coisa boa. Eu vou dizer que o preço é justo, pra não dizer que é barato e desvalorizar. Mas posso dizer com fé que foi um dos almoços que eu paguei menos pra ter uma comida tão boa.

Aí para os créditos da foto temos o próprio Zaqueu na cozinha, Amanda no pirão, Ely na sobremesa, eu no sorriso e, pra fechar com chave de ouro, a Cumbuca no sol. :D Então se você quer uma experiência completa pro almoço, vá no Bar do Zaqueu e tenha fé no GPS. :)

bar do zaqueuServiço:

Bar do Zaqueu

Rua Professor José Amarino dos Reis , 24 , Linha do Tiro.

(81) 3443-1940

suflê leve de brócolis e queijo coalho

sufle de brocolis e queijo coalhosufle de brocolis e queijo coalhosufle de brocolis e queijo coalhosufle de brocolis e queijo coalhosufle de brocolis e queijo coalhosufle de brocolis e queijo coalhoEu nunca sei direito o que define um suflê ser um suflê. Se for um recheio refogado com ovo batido por cima e colocado no forno, então tá tudo dominado. Temos um delicioso suflê cremoso de brócolis com queijo coalho! hahaha :) Se não for bem isso… Bem, aí vocês chamam como preferirem. De Olavo, talvez. :P

Pois bem, essa receita é super simples e leve, ótima pra quem tá querendo manter a linha e tem preguiça na cozinha. Ou seja, eu. :P Primeiro eu coloquei 1 saco de brócolis congelado no vapor pra dar uma cozinhada, enquanto refogava cebola e alho no azeite. Ah, e aproveita pra ligar o forno e deixar pré aquecendo.

Depois dei uma cortada no brócolis e juntei ao refogado. Temperei com sal, pimenta calabresa e um pouco de noz moscada pra dar aquele sabor. Então com o refogado pronto, juntei uma generosa colher de requeijão light e uns cubos de queijo coalho, e desliguei o fogo.

Então bati 4 claras em neve, mas eu gosto de dar uma temperada, sabe? Então depois das claras mais firmes eu coloquei páprica picante e açafrão e juntei 2 gemas. Aí bati mais um pouco e pronto, é só montar. Eu dividi em dois refratários pequenos. Coloquei o refogado e, por cima, as claras temperadas. Então é só colocar em forno baixo e esperar dourar.

Fica cremoso, delicioso e dá pra repetir sem muito peso na consciência. :)

mini cheesecake de goiabada

mini cheesecakeEu amo cheesecake, e adoro experimentar diferentes tipos, formatos, sabores e receitas. Essa receita daqui é simples, e tem uma surpresa na massa que fez toda a diferença. Eu fiz uma versão mini, que eu achei um charme. Pra quem, assim como eu, ama dar comida de presente, essa é uma ótima opção. E também fica uma graça pra servir de sobremesa em casa pra um evento especial. Também funciona se você usar as forminhas tradicionais de cupcake, mas eu gostei mesmo dessa versão com folhas de papel manteiga. Achei mais ~rústico~ e ainda dá pra colocar um laço de fita pra ficar mais fofo <3 Então se liga na receita que é fácil.

mini cheesecakemini cheesecakeOs ingredientes são poucos, o que deixa a receita ainda mais fácil. Na batedeira, você bate 3 claras em neve, e depois junta 3 gemas e 1 xícara de açúcar. Bate pra misturar, depois coloca 300g de cream cheese e o suco de 1/2 limão. Então deixa essa mistura toda bater por uns 20 minutos. Enquanto isso, vamos preparar a massa. Eu gosto de experimentar alternativas para a receita básica de biscoito + manteiga. Faço muitas vezes até sem massa mesmo, porque gosto de fazer em travessas de vidro e não naquelas formas de fundo removível, sabe? Mas pra essa versão eu me inspirei nessa receita da Pitadinha e ficou ótima e fácil.mini cheesecakemini cheesecakeÉ só esfarelar bolinhos de bacia e umedecer com um pouco de leite. O suficiente pra que os farelos fiquem assim, agarradinhos de novo. Então e só forrar os quadrados de papel manteiga, que eu lambusei com um pouco de manteiga antes e pronto. A massa está pronta pra receber o recheio. Gostei dessa massa porque ela funciona até na versão do cheesecake de travessa de vidro, porque não fica dura, sabe? Mas dá uma firmesa e um docinho especial. Adorei. Então é só colocar o recheio e levar ao forno pré aquecido por uns 30 minutos, até passar no teste do palito.mini cheesecakemini cheesecakemini cheesecakeDepois de sair do forno, espera esfriar um pouco e cobre com Doce de Goiaba Cremoso Tambaú, que já vem pronto pra você derramar aí em cima. Aí é só colocar na geladeira ou no freezer até ficar geladinho pra servir. 
mini cheesecakemini cheesecakeDelícia, hein? E a textura fica ótima também, bem fofinho. Deu pra ver que cheesecake do bom não tem mistério? E pode ser mini, grande, pra cortar, comer de colher, tudo com essa mesma receita. É versátil que só ela. Então já deixa ela na agulha pra próxima reunião da família ou dos amigos, é uma delícia garantida ;)

 

Post em parceria com a Tambaú Alimentos

Página 1 de 381234567...2030...Última »