Category Archives: Ideias

receita de ceviche

receita de ceviche 8Eu nunca tinha comido ceviche, até começar a namorar com Victor. Não sei se era o medo da cebola crua, do coentro, do limão… Só sei que na real não era um prato que me atraia, sabe? Sempre tinha algo que chamava mais minha atenção. Mas ainda bem que eu quebrei a barreira do preconceito e experimentei. E me apaixonei. E agora tenho desejo de ceviche. E posso dizer que meu namorado faz o melhor ceviche do mundo, e é por isso que a receita daqui é dele. Eu fico de mera assistente, cortando verduras, fazendo drinks e mantendo o copo do chef cheio. E o resultado é incrível.receita de ceviche receita de ceviche 13 receita de ceviche 11 receita de ceviche 10 receita de ceviche 12 receita de ceviche 9Eu não sou muito de medidas certinhas nas receitas, mas se o moço passou assim é melhor seguir pra não ter erro. Ele disse que só presta quando está colorido, e fez questão de anotar as cores pra legenda. Acho que é pra acessibilidade em casos de daltonismo. :P Ah, e vou manter escrito como ele mandou, com seus ~pluraus informaus~ peculiares :P Anota:

10 limães (verde)

1/2 lata de mío (amarelo)

1 buquê de coentros (verde)

1/2 pimentão vermelho (vermelho)

1/2 pimentão amarelo (amarelo)

2 cebolas roxas médias (roxo)

1 pimenta-chifre-de-veado (vermelha)

2 kg de filé de linguado (branco)

1 kg de filé salmão 1kg (laranja)

400 gr camarães (laranja e branco!)

Ah, e o passo a passo também é em listinha, se liga:

1. Comece cortando os peixes do jeito que tá na foto.

2. Junte o suco de aproximadamente 10 limães, até o peixe ficar submerso. Cobre com papel filme e bota na geladeira.

3. Eu (ele, Victor, no caso hehe) gosto de deixar um tempo bom na geladeira.. Uns 40 minutos. Tem gente que tira antes disso. É bom de vez em quando provar a textura do peixe.

4. Enquanto o peixe tá no limão, comece a cortar as verduras. Tudo muito miudinho, com excessão da cebola roxa, que você deve cortar em meia-lua.

5. Cortou? Marinou? Comece a juntar tudo, num grande bacanal colorido, provando sempre.

6. Antes de servir é bom escorrer boa parte do suco de limão.

Sirva com Doritos sem gosto (embalagem preta) e/ou acelga e/ou alface e/ou puro mesmo. E lembre de adicionar pimenta do reino, azeite e sal à gosto na hora de comer.

receita de ceviche 3Ah, o moço esqueceu de uma das minhas partes preferidas: purê de batata doce. A batata doce é o acompanhamento certo certo do ceviche (eu ia dizer que “é batata”, mas vou poupar vocês do trocadalho chulo num post tão phyno). Já fizemos outras vezes com chips de batata doce, e também já comemos com ela cozida em cubos. Mas eu gosto mesmo é desse purê, pra passar na acelga, preencher ela com o ceviche e comer com a mão fazendo a maior sujeira. Amor demais. E como aqui sou eu falando da receita, não tem medida certa. Mas também é purê, né? Cozinha a batata doce, amassa, mistura com manteiga e leite, acerta o sal e pronto. Eu gosto de uma pitada leve de noz moscada, mas tem que ser leve já que os sabores do ceviche são muito delicados.receita de ceviche 7 receita de ceviche 6 receita de ceviche 5 receita de ceviche 4Viu que o coentro tá separado? É porque eu não gosto, então ele deixa de fora pra mim. É amor. Tá vendo que o camarão tá separado? É que Nara, roomie dele, tem alergia a camarão, então ele deixa de fora pra ela. É amor. Tá vendo como tá lindo e serve bem 8 amigos felizes? É amor de muito. Então essa é uma dica maravilhosa pra receber a galera em casa pra jantar e bebeircar. É leve, dá pra comer bebendo sem empachar e eu já disse que é delicioso? :)receita de ceviche 2Ah, e pra acompanhar fiz mojitos, que já postei a receita aqui. É um drink leve e refrescante, a cara do ceviche. E nessa noite também servi a versão “mojito brasileiro”, que é com cachaça. Mas nesse caso eu preferi sem a água saborizada, o que transforma ele numa caipirinha com hortelã :P

Meu bem, muito obrigada pela receita, pelas fotos, pelo jantar. Você é demais.

quando eu não conheci brasília

Processed with VSCOcam with b5 presetSemana passada eu fiz um bate e volta em Brasília, que durou dois dias. Mas foram dias tão intensos de trabalho, entre uma reunião e outra, que eu nem posso dizer que conheci Brasília. Ainda mais com a chuva temporal que estava caindo, o jeito foi aceitar que tenho que voltar outras vezes pra conhecer :P

Mas, mesmo assim, vi um pouco e gostei do pouco que vi :D E apesar de não ter tirado muitas fotos, ou tirado fotos pensando em compartilhar aqui, vou deixar registrado o que tem, porque acho que vale a dica :D

parrilla madridChegando, direto do aeroporto, fomos almoçar no Parrilla Madrid. Éramos 4 pessoas e pedimos uma parrillada com acompanhamentos livres, todos deliciosos. Tinha uma farofa de ovo incrível e um purê de queijo que por lá tem o nome chic de Aligot de queijo meia cura que é inesquecível. Além disso tinha vários outros acompanhamentos para a chapa com 1,2kg de carnes e linguiças variadas. Bem servido, com chopp Stella Artois. Eu achei caro, mas comi tão bem que vou nem reclamar. :P

Depois de ir madrugada adentro trabalhando e ter um dia seguinte cheio de reuniões e chuva, almoçamos no Tia Zélia, na Vila Planalto, e eu achei sensacional. O restaurante é famoso entre os políticos que trabalham por lá, e vive cheio de engravatados. Mas a simplicidade do lugar permanece. A baiana Tia Zélia acerta na mão, na conversa e no sorriso, indo de mesa em mesa.tia zelia 2Lá o esquema é o seguinte: cada dia tem alguns pratos e você escolhe o que quer comer. Não é prato feito, não é self service, é um a la carte sem cardápio que você paga por pessoa. 30 reais por cabeça e você come a vontade. Quando fomos era dia de rabada, macaxeira com carne de sol e galinhada, além do famoso bolinho de macaxeira com carne moída. Gente, tudo estava tão gostoso, mas tão gostoso. Eu tava com uma fome triste, primeira refeição do dia, então nem registrei os pratos… Mas vai na fé e joga na internet que por lá é só elogio.tia zelia tia zelia 3Depois de encher o bucho lá na Tia Zélia e passar mais uma tarde inteira em reunião e sem ver a cara da rua, quando colocamos a fuça pra fora: chuva. Muita chuva. Então não nos restava nada a não ser sentar pra comer e tomar uma cerveja, né? E foi isso que a gente fez, lá no Beirute da Asa Sul. Ou a gente ia lá ou Ely tinha um troço, porque mais do que todo o trabalho, o Beirute foi a pauta dos assuntos sobre Brasília desde que marcamos a viagem.beirute 3Eu até fiquei animada quando ele disse que tinha uma cerveja da casa, mas quando experimentei eu não gostei :( Tudo bem também, né? Lá tem a Heineken mais gelada da cidade, segundo muita gente. :P Eu ainda estava até a goela do almoço, porque eu realmente exagerei em pratos e mais pratos, finalizando com pudim de leite <3 Mas não podia ir embora sem provar o tal Kibeirute, que é um kibe achatado recheado com queijo e acompanhado com um molho tártaro que olha… Não tava careta não. Bem gostoso mesmo.

beirute 2E pelo que eu vi nas mesas, e li no Foursquare, toda comida de lá é muito boa. Gostei e quero voltar. E falando em Foursquare, vi muita gente indicando uma batida chamada Diabo Verde. Uma batida com um nome desse tem que deixar a pessoa com medinho, né? Principalmente depois de perguntar pro garçon o que é que leva a batida e ele responder que é “cachaça, vodka, rum, menta… é uma farmacinha.” Mas os elogios eram tantos que valeu a pena experimentar. E tenho que dizer, não podia ter outro nome. Ô djabo!beirute copyDepois disso foi só aeroporto de novo… Então não deu pra dizer que conheci Brasília, né? Mas espero voltar em breve, então pode deixar aqui a sua dica que vai ser ótimo trocar essa experiência. :D

picolé de coco caseiro

picole de coco caseiro 5 picole de coco caseiro picole de coco caseiro 2 picole de coco caseiro fb1 picole de coco caseiro 4Isso de fazer picolé caseiro é demais. Eu fico querendo congelar tudo e ver no que é que dá hahaha Seja na picoleteira, que é uma pechincha nessas lojas de presentes/ decoração/ construção/ paraíso. Essas foram carinhosamente emprestadas por meu anjo da guarda, Rafa. Ela fez “vai menina, isso rende um post massa, depois tu me dá”, e deixou na minha portaria. Como não amar? Como não querer fazer tudo ao mesmo tempo nesses quadro espacinhos de picolé? hahaha :P Foi quando eu consegui decidir e resolvi fazer picolé de coco.

A receita é mega simples, fica cremosa, com pedainhos de coco e se você não tem picoleteira, não tem aperreio. Pode fazer a boa e velha técnica do copinho descartável que rola demais.

Ah, eu adoro essas receitas que é apenas misturar tudo no liquidificador, como essa. Então é só untar 1 lata de leite condensado1 caixa de creme de leite1 vidrinho de 200ml de leite de coco Tambaú200ml de leite (pode medir no vidrinho do leite de coco, se preferir) e 100g de coco ralado úmido e adoçado Tambaú. Pronto, bate tudo isso junto até ficar homogêneo e pode preencher as forminhas, sejam elas quais forem. Se você for fazer no copo descartável, tem que levar pro freezer por uma horinha, mais ou menos, pra ele poder ficar mais firme e você espetar a colher, ou se você for fera mesmo, o palito de picolé.

Então preenche as forminhas e coloca no freezer por, no mínimo, 6 horas. Bom mesmo é deixar de um dia pro outro. Aí o que você vai inventar com esse picolé, colega, só sua imaginação pode dizer. Ele puro já é uma sobremesa maravilhosa. Ele também pode ir junto com um bolo de chocolate e uma calda, sabe? Imagina… E se você estiver no clima de fazer uns bons drink, ele vai muito bem com uma caipirinha!

picole de coco caseiro 6 picole de coco caseiro 8 picole de coco caseiro 9A minha receita de caipirinha é simples. Na coqueteleira eu misturo 7 segundos de cachaça (contando “mil e um, mil e dois..” pra dar o tempo certo, ou então uma dose se você tiver o medidor), meio limão que deve estar cortado na metade e sem aquele miolo branco que amargar e 1 colher de sopa de açúcar, que nesse caso você pode usar só meia pra ir dando um grau enquanto o picolé não derrete. Afinal, ele é o doce da história. Gente, combina demais. Fica com os pedacinhos do coco, fica mais cremoso, mais saboroso, sensacional. Me apaixonei e quero experimentar mais drinks com outros tipos de picolé.

Tem um nome pra quem é viciado em congelar coisas? Porque acho que tô entrando nessa onda hahaha :P

Espero que gostem e que inventem aí com essa receita. Depois quero saber o resultado. :)

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos

o loft perfeito onde eu não moraria

loft perfeito loft perfeito 2 loft perfeito 3 loft perfeito 4 loft perfeito 5 loft perfeito 6 loft perfeito 7Eu sou apaixonada por projetos de loft. Sempre espaçosos, pé direito alto, ambientes que se misturam, acho lindo. Quando mistura toques industriais com rústico então, ganha meu coraçãozinho. Esse que postei aqui há um bom tempo, é o tipo de lugar onde eu queria morar.

Mas esse daqui, que eu encontrei lá no Desire To Inspire, é o tipo de lugar que eu acho perfeito, lindo e maravilhoso, mas não consigo me imaginar morando. Acho lindo todos os ambientes juntos, mas não conseguiria morar assim eu acho… Fico pensando que preciso do meu quarto de porta fechada quando eu quiser, que não sei se teria sempre desprendimento pra um banho de banheira “no meio da casa”. Essas besteiras, sabe? Que, no fim das contas, são só grandes besteiras mesmo. Mas que eu acho que definem o seu estilo de vida no dia-a-dia.

Eu moraria linda num loft desse se tivesse um quarto e um banheiro separados hahah O resto pode juntar tudo que fica maravilhoso. Sala e cozinha foram feitas para serem um ambiente só, na minha opinião. Acho que tudo é um ambiente de estar e de receber pessoas. E se rolar de juntar a varanda então, fica tudo mais perfeito ainda.

Então pra inspiração do começo da semana, ficamos com esse loft perfeito onde eu não moraria, mas adoraria ser convidada por amigos para visitar. :P

Página 1 de 2111234567...203040...Última »