home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre costura

cachecol de retalhos de camisa


Hoje não ia ter post. Na verdade, hoje não deveria ter post. Estou correndinho aqui no trabalho… Mas quando a querida (e sumida) Sofia do Buteco Feminino me mostrou esse link eu tive que postar. Eu adorei! Claro que eu sou a favor da doação das camisas velhas para pessoas que precisam. Claro que eu não iria comprar camisas novas para fazer isso. Mas claro que eu achei uma coisa linda de viver.

É ou não é?


a casa de gravatá


Gravatá é uma cidadezinha do agreste pernambucano, distante 85km da capital. A cidade é conhecida por seu clima gostoso, que é quente durante o dia e chega a fazer frio nas noites de inverno. Até no verão o vento é fresquinho à noite. Recebe muita gente no feriado da Semana Santa, quando o clima está mais frio e as pessoas desfilam com suas botas, casacos e cachecóis. É conhecida também por suas casas charmosas, em estilo de casinhas da Suiça. É onde os recifenses fogem do calor do litoral para tomar chocolate quente, comer foundue e tomar vinho. E foi onde eu passei o meu último domingo, na casa do meu sogro em Gravatá.

Uma palavrinha sobre o meu sogro. Ele é meio doido. Um cara que é geólogo, engenheiro e médico por formação é doido ou não é? Atua como médico, mas fez todo o projeto dessa casa. Todo. Nas horas vagas ele cozinhas delícias, constrói móveis, conserta qualquer coisa que tenha na sua oficina, costura, cuida das suas plantas, coleciona antiguidades e relógios. Ele é um verdadeiro miliuma utilidades. E tenho que dizer que tudo que ele faz, faz bem feito. Tem um ótimo gosto para decoração, como vão ver agora :)

Eu sou completamente apaixonada por esse baú. Eu gosto de qualquer baú, mas esse sem dúvidas é um dos mais lindos que já vi. Ah, e adoro essa lareira. Sim, foi ele que construiu a lareira, junto com meu maridão, que herdou dele esse gosto pelas manualidades. É um projeto que foi feito de olho, sem pegar grandes informações sobre como deixar uma lareira perfeita, mas é isso que ela é. Perfeita. A lenha queima, a fumaça sobe, não suja e cumpre muito bem sua missão de esquentar as noites mais frias. Estão de parabéns :)

E essa linda estante com os livros, adivinha quem foi que fez? Bingo. Meu sogrão. Não, claro que ele não só desenhou. Ele fez. Construiu. Mão na massa. Ou melhor, na madeira. E pra não deixar o marido enciumado, ele também tem esse dom de construir as coisas. Mas, pelo que eu sei, o maior trabalho dele na casa foi com esse piso do primeiro andar. Ele lixou, selou e envernizou cada pedaço desse de madeira. Tenho que dizer que o piso é lindo :)

Ahh como eu amo essa cozinha. Tão rústica, tão linda. Sou completamente apaixonada por esse fogão tipo industrial. Acho ele simplesmente perfeito. Não é? Ah! E adivinhem só de quem é a mão que está cozinhando para o almoço.. Ele mesmo. E a linda e simpática vovó Auzira também saiu na foto, afinal, ela adora uma cozinha :)

E esse forno a lenha, prontinho para receber uma pizza caseira. Claro que foi meu sogro que fez, ué. E mais uma fez Paolo estava junto ajudando e aprendendo. Pensem numa dupla pra gostar de construir coisas. Para essa churrasqueira eles pegaram um projeto pronto na internet para reproduzir sem erro, mas, ao contrário da lareira que ficou perfeita, essa churrasqueira deixa a fumaça sair… Talvez se eles tivessem feito de olho tivesse ficado melhor :P

Agora, saindo da casa, temos algumas das suas frutas. Sapoti, uva, jaboticaba, pitanga, acerola, e ainda tem mais um monte. Tem as flores, as orquídeas, a horta hidropônica (construída por quem? rá! muito bem), a horta orgânica, as árvores, as trepadeiras, e todo tipo de planta que ajuda a deixar esse ambiente ainda mais aconchegante.

Ahh essa oficina. Putz, eu adoro a oficina. Tem todo tipo de ferramenta que você imaginar, para todo tipo de trabalho, e todo tipo de químico, e todo tipo de tudo. Tem furadeira indistrial, máquina de solda, torno, e mais uma infinidade de coisas que eu não vou nem saber do que se trata.  Porque ele não faz só aqueles móveis e tal, ele faz peças com ouro, faz sabonete, conserta eletrônicos, e ainda mais tantas coisas que eu também não faço ideia. A oficina é um sonho até pra mim, que só gosto de brincar.

O post termina aqui, mas a casa ainda tem tanta coisa legal. Eu tive que dar uma selecionada grande, e tudo que eu deixava de mostrar me dava uma aperto no peito, porque é tudo tão lindo. Mas o post já ficou enorme, então quem sabe numa próxima oportunidade, né? :) Eu acho essa casa linda demais. Parabéns Amaury, meu sogro de miliuma utilidades, e meu maridão, que tá indo no mesmo caminho :P




delicada e colorida


Lembra do abajur de crochê que postei aqui há um tempo? Pronto, é da mesma dona desta casa. Jo é dona do blog About Mo and me, e diz que Mo é… algo como um amigo imaginário? Mais ou menos isso, algo como um ser mágico inspirador. Ela é Alemã e ainda não acredita que já passou dos 40. Gosta de literatura, redação, fotografia, jardinagem, tocar seu ukulele e cantar bem alto.  Ela faz crochê e reforma móveis antigos.

E além de tudo isso, é dona dessa casa linda, colorida, cheia de vida. Me apaixonei por cada detalhe.


as flores de feltro não morrem


Já disse aqui no Ideias que um dos meus blogs de casa favoritos é o Rainhas do Lar, adoro o jeito que as meninas escrevem e o conteúdo é de primeira, vale ir lá :)

E foi lá que eu encontrei essa coisa linda, que são as plantas feitas de feltro. Até o título eu tive que repedir, porque né, não há melhor :) Eu sou uma pessoa bem resistente a plantas artificiais, aquelas que tentam a todo custo imitar o que a natureza faz por si só, pra mim não rola. Mas aqui estamos falando de outra coisa né? Vamocombiná. Essas plantinhas de feltro são um mimo sem fim.

O artista é um florista finlandês, até onde o google translate me permitiu saber, e que posta essas suas coisas lindas nesse site aqui.

Fofo né? Adorei :)



© 2017 - ideias de fim de semana