home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre publieditorial

pizza caseira super prática


pizza caseira 6Pizza é uma coisa maravilhosa, né? E se for pra fazer em casa, reunindo os amigos e transformando uma despretenciosa noite de sexta num momento maravilhoso, fica melhor ainda. E foi isso que fizemos dia desses. Acho que essa é a receita mais prática de massa de pizza caseira que eu já vi, e já fiz. E vou avisar: foi tudo por acaso.

Victor disse que ia fazer umas pizzas pra receber nossos amigos e eu disse: oba, levo a cerveja. Mas a receita de massa dele não rolou, a farinha acabou, a que chegou já era com fermento, tudo deu errado. Mas tem coisas que quando a gente corrige parece que saiu melhor que o original, né? E foi isso que aconteceu. Assumi a produção, deu tudo certo e eu aprendi: Victor só no ceviche. :P

Então como a gente teve que resolver com o que tinha, pesquisei uma receita de massa de pizza usando massa já com fermento, rezei e deu certo. Ela ficou fininha e crocante, do jeito que eu gosto. E só leva 4 ingredientes, maravilha.massa de pizza massa de pizza2Para a massa é só misturar 3 xícaras de farinha de trigo com fermento, 1 xícara de leite, 1 colher de sopa de óleo e 2 colheres de sopa de manteiga. Mistura tudo numa tigela e depois coloca na mesa enfarinhada pra ir sovando até a massa não grudar mais nos dedos. Aí vai adicionando mais farinha se precisar. Deixa descansar por meia horinha antes de abrir, tá? Essa quantidade rende dois discos de pizza médios.

Essa primeira ficou assim mais ~rústica~ e não muito redonda porque na casa de Victor não tinha rolo de massa, então usamos uma garrafa de vodka pra abrir… Aí demorei um pouco pra pegar a manha hehehe :P

pizza caseira pizza caseira 2Como é a receita mais prática de pizza caseira, o molho também foi super prático. Usamos tanto o Molho Pronto de Pizza Tambaú quanto o Molho Pronto de Majericão Tambaú, os dois funcionam muito bem como base da pizza. E se quiser, também pode incrementar mais o molho, refogando uns dentes de alho fatiados, dá um sabor incrível.

E pizza é aquela coisa, né? Uma ótima forma de experimentar misturas e ingredientes. A primeira que saiu foi metade de abobrinha e metade de champignon com alho frito, delícia.pizza caseira 3 pizza caseira 5 pizza caseira 7A segunda pizza foi de tomate e calabresa, que claramente está com mussarela demais hehehe A calabresa precisa ser frita antes de ir pro forno, se não ela fica meio crua na pizza, tá?

pizza caseira 8Luiza feliz com as bochechas cheias de pizza <3pizza caseira 9 pizza caseira 10E a última foi a que ficou mais bonita e mais gostosa, e apesar de todo mundo já estar satisfeito, não sobrou nenhum pedaço hehehe Tomate e abobrinha, com queijo na medida e molho com muito alho. Ficou maravilhosa. As pizzas ficam cerca de 20 minutos no forno, e a gente assou nessa pedra de pizza que é sensacional, fiquei querendo uma pra mim. Muito melhor (e bem mais bonita) que aquelas assadeiras… Tá na lista de desejos. :D

Já estou aqui articulando a próxima noite de pizza com os amigos, porque ô coisa boa é comer, beber e sorrir, né? :)

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos


picolé de coco caseiro


picole de coco caseiro 5 picole de coco caseiro picole de coco caseiro 2 picole de coco caseiro fb1 picole de coco caseiro 4Isso de fazer picolé caseiro é demais. Eu fico querendo congelar tudo e ver no que é que dá hahaha Seja na picoleteira, que é uma pechincha nessas lojas de presentes/ decoração/ construção/ paraíso. Essas foram carinhosamente emprestadas por meu anjo da guarda, Rafa. Ela fez “vai menina, isso rende um post massa, depois tu me dá”, e deixou na minha portaria. Como não amar? Como não querer fazer tudo ao mesmo tempo nesses quadro espacinhos de picolé? hahaha :P Foi quando eu consegui decidir e resolvi fazer picolé de coco.

A receita é mega simples, fica cremosa, com pedainhos de coco e se você não tem picoleteira, não tem aperreio. Pode fazer a boa e velha técnica do copinho descartável que rola demais.

Ah, eu adoro essas receitas que é apenas misturar tudo no liquidificador, como essa. Então é só untar 1 lata de leite condensado1 caixa de creme de leite1 vidrinho de 200ml de leite de coco Tambaú200ml de leite (pode medir no vidrinho do leite de coco, se preferir) e 100g de coco ralado úmido e adoçado Tambaú. Pronto, bate tudo isso junto até ficar homogêneo e pode preencher as forminhas, sejam elas quais forem. Se você for fazer no copo descartável, tem que levar pro freezer por uma horinha, mais ou menos, pra ele poder ficar mais firme e você espetar a colher, ou se você for fera mesmo, o palito de picolé.

Então preenche as forminhas e coloca no freezer por, no mínimo, 6 horas. Bom mesmo é deixar de um dia pro outro. Aí o que você vai inventar com esse picolé, colega, só sua imaginação pode dizer. Ele puro já é uma sobremesa maravilhosa. Ele também pode ir junto com um bolo de chocolate e uma calda, sabe? Imagina… E se você estiver no clima de fazer uns bons drink, ele vai muito bem com uma caipirinha!

picole de coco caseiro 6 picole de coco caseiro 8 picole de coco caseiro 9A minha receita de caipirinha é simples. Na coqueteleira eu misturo 7 segundos de cachaça (contando “mil e um, mil e dois..” pra dar o tempo certo, ou então uma dose se você tiver o medidor), meio limão que deve estar cortado na metade e sem aquele miolo branco que amargar e 1 colher de sopa de açúcar, que nesse caso você pode usar só meia pra ir dando um grau enquanto o picolé não derrete. Afinal, ele é o doce da história. Gente, combina demais. Fica com os pedacinhos do coco, fica mais cremoso, mais saboroso, sensacional. Me apaixonei e quero experimentar mais drinks com outros tipos de picolé.

Tem um nome pra quem é viciado em congelar coisas? Porque acho que tô entrando nessa onda hahaha :P

Espero que gostem e que inventem aí com essa receita. Depois quero saber o resultado. :)

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos

frango cremoso na mostarda


frango cremoso na mostarda 4 frango cremoso na mostarda frango cremoso na mostarda 2 frango cremoso na mostarda 5 frango cremoso na mostarda 3Eu sou apaixonada por mostarda. Completamente. Sou dessas que coloca em tudo, sabe? Pronto. Sanduíche, macarrão, sopa… Sim, sopa. Mas isso é outra história. É que eu acho a mostarda um tempero delicioso e completo, sabe? Bem condimentado, combina com tudo.

E do jeito que eu adoro um macarrão meio gororoba com qualquer coisa que fique cremoso, porque não unir o útil ao agradável numa receita SUPER fácil e que vai tirar a cara de segunda-feira do peito de frango? Pois pode olhar que é a coisa mais simples do mundo.

Peguei 2 peitos de frango, cortei em cubos e coloquei pra temperar com sal, alho, meio limão espremido e 180g de Mostarda Tambaú. Então deixa pelo menos uma hora nessa mistura, tá? Eu deixei de um dia pro outro. Aí numa panela você vai dourar uma cebola em cubos e depois jogar o frango temperado. Ele vai parecer meio aguado por conta da quantidade de mostarda e da água que o frango vai soltar quando ele começar a cozinhar, mas esse é o caldo que nós queremos pra deixar tudo lindo e cremoso. Deixa lá cozinhando, com a panela fechada.

Em outra panela você vai derreter manteiga e dourar 1 colher de chá de farinha de trigo. A dica é ir mexendo com um fouet pra não embolotar. Então vai adicionando leite aos poucos. É pouco mesmo, vamos fazer só um pequeno creme. É bom ir adicionando e vendo a textura dele, mas acho que deu entre 150 e 200ml de leite. Mexendo sempre e com o fogo baixo, você vai temperar esse creme com sal, pimenta do reino e noz moscada. Fica lindo e cheiroso. Ele, além de engrossar o caldo do frango, vai deixar tudo com uma textura e um brilho maravilhoso.

Então pode desligar o fogo do frango que já cozinhou e misturar o creme. mistura bem, mexe bem, incorpora bem e pronto. É só acertar o sal se precisar e servir. Ele vai bem com uma massa, com couscous marroquinho, com arroz branco, com batatas, com qualquer coisa. Afinal, o que é que não combina com frango e mostarda, né?

Simples, rápido, fácil e delicioso. Acho melhor anotar a receita porque você vai precisar de algo assim nos dias de carnaval. :)

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos


arroz doce de goiaba


arroz doce de goiaba 0 arroz doce de goiaba 1 arroz doce de goiaba 2 arroz doce de goiaba 3 arroz doce de goiaba 7 arroz doce de goiaba 6Arroz doce é um prato bem tradicional, né? E confesso que nunca foi dos meus preferidos. Na sobremesa eu sempre ia pra outras coisas… Pudim, doce de leite, mousse. O tal do arroz doce nunca era o meu escolhido. Dava uma colherada ou outra pra experimentar e pronto. Mas se tem uma coisa que eu admiro na culinária é você reinventar pratos, trocar ingredientes e descobrir novos sabores. Então estava lendo uma revista de cerveja que eu assino e lá tinha uma receita de arroz doce de ovomaltine, e isso me deu um estalo de “porque não?!”. Então pesquisei mais algumas receitas, a maioria com leite, açúcar, canela e leite condensado e fui adaptando para a que eu acho que foi a melhor de todas hahaha :)

A receita é simples e ao invés de usar o arroz arbóreo, que com certeza também fica uma delícia, eu usei o arroz branco. Coisa nossa do dia a dia, sabe? Quando tem aquele saco com menos da metade, aí você usa uma parte pra fazer o almoço e a outra já pode ser a sobremesa :D Então vê como é fácil.

Pega uma panela grande e coloca 1 xícara de arroz branco lavado e escorrido e leva pra cozinhar com 1 xícara de água e 3 colheres de sopa de açúcar. O arroz não vai exatamente cozinhar, sabe? Ele vai levar um susto de água quente e vai ficar ainda bem durinho. Mas é que ele já inicia o cozimento pegando o doce do açúcar. Aí depois que a água secar (cuidado porque seca bem rápido já que só tem uma xícara de água) você coloca QUASE 1 litro de leite. Quase porque não é a caixa toda, sabe? É quase mesmo, na casa dos 700ml. Então mistura, incorpora e vai mexendo.

Aí é quase o preparo do risoto. Vai mexendo, mexendo, mexendo. O leite vai ferver, subir e você vai continuar mexendo. Você deixa secar e o arroz ficar bem cremoso. Lembrando que quando esfriar ele vai ficar ainda mais durinho, deixa num ponto bem cremoso mesmo, tá bom? Aí chega a hora maravilhosa. Coloca 1 sachê de Doce de Goiaba Cremoso Tambaú todinho, e mistura. Você já vai ver que a papa que estava o arroz começa a tomar uma cor linda, e os grãos de arroz começam a aparecer melhor e ele fica com mais cara de arroz doce mesmo do que de papa de arroz hahaha :) É uma coisa linda.

Pra servir, coloquei em taças atingidas pelo raio gourmetizador que colocou açúcar na borda e lascas de queijo para servir. Mas você pode fazer ao seu gosto. Pode colocar naquela travessa grande pra servir no almoço da família, como preferir. Então coloca na geladeira por umas 2 horas pra esfriar e pode servir. Fica com uma textura maravilhosa e um sabor que eu não vou nem comentar, tem que experimentar. :)

arroz doce de goiaba 4

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos

 



© 2017 - ideias de fim de semana