home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre reciclagem

cachecol de retalhos de camisa


Hoje não ia ter post. Na verdade, hoje não deveria ter post. Estou correndinho aqui no trabalho… Mas quando a querida (e sumida) Sofia do Buteco Feminino me mostrou esse link eu tive que postar. Eu adorei! Claro que eu sou a favor da doação das camisas velhas para pessoas que precisam. Claro que eu não iria comprar camisas novas para fazer isso. Mas claro que eu achei uma coisa linda de viver.

É ou não é?


castiçal ou vasinho do it yourself


Gente, tenho que confessar uma coisa pra vocês… Essa semana eu estou numa correria danada! Começando no emprego novo, muitos projetos novos, muitas pessoas novas e muito, muito trabalho. Então eu termino sem dar a atenção que o blog e que vocês merecem… Tenho demorado pra responder os comentários, os e-mails, os tweets e os comentários no facebook, vocês me desculpam? Eu não vou nem dizer que isso vai passar tão cedo, mas com o tempo eu vou conseguir organizar melhor meus horários pra não deixar vocês sem posts nem respostas :D

Mas ainda bem que eu tenho anjinhos na minha vida, que vieram em forma de amigas e amigos, e que vivem me mandando coisas lindas dizendo “olha, lembrei de você!”, e isso tem me ajudado muito a alimentar o blog. Então sintam-se à vontade para mandar sugestões de posts, será um prazer pra mim :D Quem me mandou a dica desse lindo projetinho foi minha querida Ju, do Pitadinha, e eu adorei na hora :)

Não é uma coisa linda de viver, gente? O post está lá no Achados de Decoração, que é um blog bem legal também :) Eu adorei a criatividade e o preço :P Já imaginei os pregadores pintados, cada um de uma cor, fazendo um efeito bem colorido. Vocês bem sabem que não é todo projetinho de reciclagem do it yourself que funciona e fica bonito, né? Vide vários projetos com garrafa pet… Mas esse é lindo de verdade! E eu adorei as utilizações como vasinho e como castiçal. Já vejo que vou fazer em casa, assim que tiver tempo :P


parador ayatana, o paraíso de serra negra


Este é o prometido e bem falado Parador Ayatana, um verdadeiro paraíso em Serra Negra. É um spa e pousada que tem 4 chalés, todos temáticos: Indiano, que é o das fotos, Anos 60, Brasileirinho e Indonésio. Todos eles foram construídos aproveitando pedras naturais, muito comuns nos terrenos de Serra Negra.

O Parador Ayatana foi todo idealizado e construído pelo simpático casal Cristina e Celso. Ela, apesar de não ser arquiteta nem nada do tipo, fez todo o projeto do lugar, inclusive dos quartos, e toda a decoração também. Ela garimpa cada peça exclusiva que me deixou maluca. Você vai andando e reparando como tem coisas lindas, únicas, antigas, e sendo usadas de uma forma que eu nunca pensei.

Eu só estou postando algumas poucas fotos aqui, mas tem muito mais fotos no Flickr.

A primeira foto  mostra o bar e o restaurante de lá, e é cheio de detalhes maravilhosos. Esse banco é um banco de bonde antigo, e o encosto é móvel e muda de lado. Como o bonde não fazia a volta, quando ele ia retornar os acentos mudavam de sentido arrastando o encosto. Genial, né?

Essa “parede” com peças de ferro foi toda projetada e montada por Cristina, que juntou vários pedaços de ferro, misturou com espelhos, quadros, pranchas, livros, porta-velas e mais um monte de coisas que a gente vai descobrindo enquando vai olhando. É um ambiente super confortável e bem iluminado, já que as paredes são janelões de vidro.

A outra foto mostra um pouquinho do banheiro de lá, que também é cheio de surpresas. Essa cadeira é daqueles barbeiros antigos, sabe? E o quadro que tá perto dela traz um antigo cortador de cabelo, o avô dessas máquinas de cortar de hoje. Muito interessante. Ah, e o que eu achei mais lindo foi a sinalização de feminino e masculino. A Cristina (ô mulher criativa, viu) pegou um sapato lindo que o marido não usava, e um lindo dela que estava incomodando, pintou e colocou nas portas. Não tinha como ser melhor, né?

A terceira composição de fotos mostra a adega, montada em cima de uma das pedras naturais do terreno, que é totalmente climatizada e organizada. E mostra também o projeto que a Cristina (sim, sempre ela) fez e levou para os oleiros de Tracunhaém executarem. É uma lareira móvel, para lugares abertos. Não é incrível? Para quem quer tomar um vinhozinho na beira da piscina e ficar quentinho ao mesmo tempo. Funciona super bem, a fumação vai pra longe e deixa todo mundo quentinho. Achei demais.

Mas as ideias geniais não param por aí. Vamos para a sauna. O que poderia uma sauna ter de tão diferente, né? Mas a sauna do Ayatana te esse buraco no chão, onde você cai direto na piscina depois de suar litros. Gente, não é um máximo? Fiquei babando. Tão simples e tão ótimo, né?

Aí agora é um show de detalhes. Essa rede incrível e maravilhosa, onde eu dormiria a minha vida inteira, fica perto da piscina, com vista para a serra, e é super confortável. E eu ainda coloquei o detalhe do quadrinho que tem no Chalé Indiano, pedindo silêncio. Eu amei muito esse quadro, ele é a minha cara. Sempre em busca de um momento silencioso e quieto para pensar e escrever. Amei e quero pra ontem.

E então nós fomos convidados a conhecer o Chalé Indiano, o único que estava disponível naquele fim de semana. É incrivelmente lindo. Tem uma salinha com um lareira, um banheiro com dois chuveiros no mesmo box, para o casal tomar banho junto de forma mais confortável, um quarto aconchegante, uma pérgola do lado de fora e um ofurô com vista para a serra. Quer mais? É sério, parece que todo lugar que você olha é confortável por lá. As lindas cadeiras de três pés que eu sou apaixonada, o sofá cheio de almofadas, e até um fino cochão colocado num cantinho entre a pedra do terreno e a parede.

Ah, e como se não bastasse, na área privativa do chalé ainda tem mais um cantinho que dá vontade de sentar e ficar por lá. E sabe o que é mais inteligente? É que, como esse cantinho é do lado de fora, eles cercaram com citronela. Ela é essa planta que parece um capim, por trás desse meio divã, meio rede, totalmente lindo. Aí com o suave cheiro dela os mosquitos são naturalmente repelidos. Não é lindo?

Confesso que fiquei muito curiosa para conhecer o Chalé Indonésio, já que eu terminei de ler Comer, Rezar, Amar, e é a Indonésia é a parte do amar. Deve ser lindo :)

Eu sei que eu já escrevi demais, mas acreditem, lá ainda tem MUITO mais coisas para ver, fotografar e escrever. Quem é de Recife e arredores tem que ir conhecer, nem que seja para comer alguma coisa e passear por lá.

Cristina e Celso, parabéns pelo Ayatana. É um lugar lindo, confortável, que tem uma energia deliciosa e encantadora. Espero voltar qualquer dia. Até lá :)



o melhor da casa & jardim


Eu adoro essa parceria do Ideias com a Casa & Jardim, sabia? Adoro quando a revista chega lá em casa, adoro sair olhando ela todinha, e sofro para escolher o que fotografar. Mas o bom é que como a maioria das coisas é linda e maravilhosa, o que eu escolher tá valendo :) Adoro quando eles reúnem vários acessórios assim, e mostram como tem coisa linda. Pena que geralmente é tudo tão caro… O que é essa geladeira icebox? E esse porta incesário de mão? Putz, me apaixonei.

Ah, diz aí se tu também não queria ter esses panos de prato lindos… Adorei o “you wash, I’ll dry”, uma inspiração meio “keep calm and carry on”, né? Eu acho lindo :) Minha mamis faz lindos paninhos de prato pra mim, com bordadinhos e fitinhas. Adoro :)Essa, pra mim, foi a melhor matéria da revista desse mês. Esses meninos com carinha de desenrolados, são designers do estúdio Superlimão. Eles trabalham com reaproveitamento de materiais, misturam humor, design, bom gosto, e jogam isso na decoração. Bacana, né? Tem detalhes bem legais dele, como essa pia da foto pequena, que é tipo industrial. Adorei! Parabéns Antonio, Thiado, Sergio, Lula e o Fusca, o cachorro. Uma galera que coloca o próprio cachorro como “integrante”, tem que ser gente boa, né? :)Algumas pessoas já tinham me pedido para postar algo sobre organização, e eu até fiz esse post aqui. Mas na revista desse mês tem umas ideias bem legais pra deixar cada coisa no seu devido lugar :)Eu fiquei encantada pela casa da Dedéia Meirelles, um pequeno apartamento de 420m2 em São Paulo =O Ela tem um bom gosto que dá pra ver só por essas fotos. Muita arte,  peças confortáveis, acessórios de design, fotos e livros, muitos livros. Ah! E ela tem uma coleção de relógios, como o meu sogro :)Gente, que apartamento delicioso é esse? Que vadanda deliciosa é essa? Que cadeira (é cadeira, que chama?) pendurada é essa? É tudo tão lindo e parece tão confortável. E ela tem um pé de jabuticaba na varanda! Eu quero… Essa parede  de madeira, hein? Perfeita para esconder os fios da TV suspensa e para dar um conforno especial. Ah, e eu adoro quadros (e espelhos) encostados na parede :DDecoração pelo mundo obaaa \o/ E só porque Carolzinha voltou das terras lusitanas, a casa desse mês é em Lisboa :) Adorei o piso de madeira pintada de branco, que deu um contraste muito bonito com as peças rústicas, de madeira crua. Ah, pode me chamar de brega, mas eu adoro peças, quadros, acessórios ou qualquer outra coisa com a palavra AMOR na decoração. Pode ser em qualquer língua, mas eu acho lindo.  Ela tem uma cozinha ampla, aberta, do jeito que eu gosto. Bem integrada ao resto da casa. Tem detalhes perfeitos, como um lavabo lindo, umas peças de louça lindas… Mas não dá pra colocar foto de tudo, né? Vale a pena. Já disse que é minha parte preferida da revista, né? :)E uns 6 anos depois que eu comprei uma formiga gigante de madeira, que fica na parede da minha varanda e assusta alguns desavisados, eu encontro na revista que agora os besouros são tendência. Tava na moda e nem sabia, ó :P Eu sou daquelas que militam contra os quadros feitos de borboletas, e também não gosto muito de insetos de forma geral. Mas como eu curto dar uma chocadinha no sistema, gostei da nova modinha :DEu não decoro minha casa para o Natal, mas dou o maior valor a quem busca fazer isso de forma original e diferente. Eu usaria, linda e loira, os cupcakes da Pitadinha na minha decoração natalina :PEu amo café. Quem me segue no twitter vê as minhas idas quase que diárias ao café da Livraria Cultura. É um vício? É. Claro que é. Mas eu gosto mesmo assim. E com uma canelinha, um bolinho, uma frescurinha, é tudo de bom :) A hora do café com os amigos é uma coisa sagrada, e quando eu não consigo ter esse tempinho eu fico muito triste…Ah como eu queria uma casa, pra ter um espaço assim do lado de fora, pra fazer um churrasco, uma pizza, chamar os amigos. É uma alegria, né? Só de olhar já faz bem :)
E pra finalizar, uma matéria que achei bem interessante. Sebos especialmente cuidados. Porque a referência que eu tenho de sebos, são realmente sebosas. Com tradilho. São lugares feios, sujos, cheios de mofo e mal cheiro. Mas olha só que espaço legal, esse. Que oferecem os livros a preços baixos, mas que também oferecem conforto, café e qualidade de leitura :) Adorei e, por favor, empreendedores de Recife, se liguem na dica ;)Gostaram? Mês que vem tem mais :D E para mais detalhes do que tem na Casa & Jardim desse mês, é só acessar o site ;)



© 2017 - ideias de fim de semana