home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre reciclagem

um talento colorido aflorado durante a guerra


Recebi esse link da querida amiga Larissa, que me mandou dizendo que achou a cara do Ideias. Fico tão feliz quando me mandam coisas assim tão lindas dizendo que lembraram do meu humilde bloguinho :)

A artista Liat Yaniv é de Israel e começou a desenhar em 1991, durante a Guerra do Golfo, quando tinha 13 anos e muito medo. Diante de um cenário de guerra, ela descobriu a felicidade numa caixa de 30 lápis coloridos e páginas de papel, e desde então o seu talento foi só se desenvolvendo. Hoje, como paper worker, Liat cria essas lindas e coloridas figuras através de recortes de jornal. Mas não é assim tão fácil como você pensa. Ela não colore, todas as cores são recortadas e montadas. É só jornal, tesoura, cola e muita inspiração. Além das imagens, Liat também cria bonecos com esses recortes. Lindos papers-toy-arts :P E tem mais coisas fofas e coloridas no blog dela.

Fiquei encantada com a delicadeza do material, e impressionada em como um talento tão colorido foi aflorado em plena guerra. Tá de parabéns ;)


o primeiro hotel sustentável do brasil


Tenho que admitir que a palavra “sustentável” já está cansada nos meus ouvidos. Tudo é ser sustentável aqui, sustentável ali… Mas achei esse hotel digno de um post. Vi no blog Escapismo Genuino e gostei. O Hotel Canto das Águas fica em Lençóis, Chapada Diamantina, Bahia. Eu fiz essa viagem com o colégio em 2002, e o lugar é realmente maravilhoso. Voltando ao hotel, eles receberam da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, o título de Primeiro Hotel Sustentável do Brasil por suas ações ecofriendly. A água é aquecida por energia solar, eles reciclam e tratam o próprio lixo, constroem com madeira de reflorestamento e reutilizam madeira de demolição, entre outros cuidados. Segundo Teté, o hotel diz: “É nosso princípio preservar recursos que são preciosos para que a Chapada continue a ser o que é, incluindo as águas, os ecossistemas, nossa cidade e todos que moram nela. Neste conjunto de naturezas está o encanto que nos cerca, daí o nosso compromisso em preservá-lo.” Além de tudo isso, eu fiquei encantada com a arquitetura e com a decoração do hotel. Muita pedra, madeira, verde, do jeitinho que eu gosto :) O Hotel Canto das Águas está no Roteiro do Charme, e eu já estou muito afim de conhecer :)


um presente simples para uma amiga especial


É isso que acontece quando você precisa dar um presente para alguém especial, e na metade do mês está mais sem dinheiro do que antes de receber o salário. Então a gente faz o que pode né, porque o que importa é o carinho que se coloca no que se está fazendo.

Todo mundo sabe que Carol é uma GRANDE amiga minha (sem gracinha com o seu tamanho diminuto, ok?). Aquela amiga que você escolhe pra ser família, sabe? Que é pra quem você vai chorar, e a quem você consola. Aquela que você cuida como se fosse uma filha, briga como se fosse uma irmã, e pede força como se fosse uma mãe. Porque amiga que é amiga é assim, uma família inteira numa só pessoa, que a gente escolhe pra fazer parte da árvore genealógica do nosso coração.

E a minha pequena-grande amiga está fazendo aniversário amanhã, e tirando suas merecidas férias. Vai passar um mês longe de mim (como proceder?) e perto da mamãe, da irmã, da titia. Justo, justíssimo. E sabendo dessa viagem, que começará HOJE, preparei um presentinho simples, barato, mas cheio de amor. Carol é ilustradora e escreve melhor do que muito redator por aí. Outro detalhe da sua pessoa, é que ela é desorganizada e desmemoriada. Então, pensando em tudo isso, resolvi escolher como presente para ela um moleskine genérico, já que o original não coube no orçamento, para que ela usasse como diário de viagem, escrevendo, desenhando e anotando tudo que se passa em solo europeu, debaixo do seu salto doze. Isso vai ajudá-la a não esquecer instantaneamente das histórias, e ela ainda terá um lindo caderno cheio de boas lembranças para guardar pra sempre. Acho que foi uma boa escolha :)

E como eu não ia simplesmente entregar ele naquela embalagem horrível da Livraria Saraiva, fui personalizar uma caixinha pra ela. Fazer qualquer tipo de “arte” pra presentear Carol é um desafio, já que ela tem o dom dos trabalhos manuais e faz qualquer coisa com muito primor, então eu tive que caprichar. Usei o que eu tinha em casa, e terminei gostando do resultado :) Se eu tivesse grana, o presente era essa caixa de Godiva devidamente recheada com seus incríveis chocolates finos, mas a verdade é que eu ganhei os chocolates do meu sogro há quase 1 ano e guardei a caixa. Sim, eu guardo caixas, vidros, embalagens e fitas dos presentes.

Eu tenho alguns papéis especiais perdidos nas gavetas do escritório, e fui buscar um legal para cobrir a tampa da caixa. Encontrei esse, que é totalmente feito de fibras naturais. Foi produzido pela Bruxaxá para um projeto da Chesf, que escolheu determinadas regiões de onde foram recolhidas folhas de plantas características para fazer os papéis. Mais natural e artesanal impossível :) Claro que eu fiz de tudo para que a caixa ficasse com um bom acabamento, então coloquei ela em cima do papel, fui fazendo os vincos para marcar, vi onde precisava cortar para o encaixe ficar ideal e saiu esse corte que dá pra ver direitinho na segunda foto. Para prender, eu usei fita dupla-face apenas nas laterais da tampa, pra não colocar em cima e correr o risco do papel ficar marcado. Coloquei fita também nas laterais no lado de dentro, para fixar o acabamento. Ficou bem feito :)

Com a sobra do papel eu fiz o cartão, que levou um lacinho e foi escrito à mão com o maior carinho. A cinta para o caderno eu fiz em papel tipo kraft, para deixar claro que o presente tem um objetivo que precisa ser cumprido :P Para deixar um cheirinho agradável, usei um pouco desse pot-pourri que eu tinha em casa, com lascas de madeira e algumas sementes. Para fechar a caixa, usei essa ráfia que veio forrando uma cesta que Paolo me deu no aniversário, e que eu guardei e já usei em várias outras “artes” :P Tudo nessa vida é reaproveitamento, né? Mas com bom gosto, por favor ;)

E assim ficou o meu humilde, porém querido, presente. Para minha nada humilde (porque quem vai pra zoropa nas férias não é humilde, fecha com a cara da sociedade) porém muito, mas muito querida amiga.

Boa viagem, e feliz aniversário \o/


a arte reciclada de serginho altenkirch


A mulher esperando a hora do cachorro-quente ficar pronto.O primeiro sapato do filho dele.Totem.Pia de vinho?Serginho Altenkirch é um multiartista muito talentoso. Ele é fotógrafo, designer e artista plástico. O Canal das Artes é onde fica o seu atelier, além de ser um espaço para ensaio e apresentações de teatro, música e dança. É alugado para eventos e possui um estúdio, onde há 2 anos está sendo filmado um stop motion de massinha de modelar.

O Canal das Artes é uma exposição permanente da arte de Serginho. Mas permanente não ter dizer que tudo permaneça do mesmo lugar. Sempre que eu vou fazer uma visita tem alguma coisa nova, ele mudou algo de lugar, desfez, refez. Ele diz que aquelas obras nunca estão totalmente acabadas. Enquanto você anda pelo Canal das Artes, vai descobrindo formas e rostos em qualquer lugar. Essa bagunça é meticulosamente organizada, pensada, repensada. É uma experiência excelente :)

A matéria prima ele consegue em ferro velho, com carroceiros, em antiquários, brechós, bazares. Ele trabalha com madeira, ferro, materiais de demolição, resina, fotografia e um sem número de materiais e objetos. Ele tem o dom te transformar as coisas, e deixá-las lindas. Ele transforma alfaias em mesas, gavetas em quadros, degraus em prateleiras, e tudo tem a sua personalidade e o seu encanto.

Serginho ainda é dono do bar e restaurante Casa da Moeda, que fica na rua da Moeda no Recife Antigo. O bar é todo decorado com sua artes, e está tudo sempre à venda. A comida é de excelente qualidade, a cerveja é gelada e o ambiente é super agradável. As vezes rolam shows de blues que animam ainda mais o movimento.

Eu já tinha esse quadro de Serginho na minha parede, que é de uma foto que ele tirou do rio Capibaribe, pegando o Recife Antigo ao fundo. Então um dia eu e Paolo chegamos lá no Canal das Artes com a ideia de fazer uma estante com prateleiras suspensas num tronco bem rústico. Serginho gostou e nós fomos escolher o tronco do tamanho e do formato que seria melhor. Escolhemos ainda uma base legal e deixamos nas mãos dele.

Quando fomos pegar ele terminou de fazer o acabamento, polindo com óleo de linhaça, e pronto. Ficou linda assim. A decoração dela é provisória, temos bons planos para essas prateleiras :) Linda demais, né? Deu uma vida pra nossa sala :D



© 2017 - ideias de fim de semana