home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre sorvete

sobremesa gelada de banana com canela


sobremesa gelada de bananaEu sou péssima de escolher nome para as coisas, vocês me desculpam? Essa receita de hoje poderia ser sorvete, ou bolo gelado ou até surpresa de banana com canela, porque fui inventando a receita e foi uma agradável surpresa o tanto que ela ficou gostosa! Mas pra facilitar a visualização, vamos chamar de sobremesa gelada de banana com canela mesmo, tudo bem por vocês? :P

Essa é uma sobremesa deliciosa e que se destaca pelas texturas diversas. Você tem a leveza da massa doce, com os pedaços macios de banana e os cubos doces de bananada, é uma coisa linda. E ela ainda fica um charme pra você servir na mesa de fim de ano, hein? Ou pra rebater os petiscos e os drinques daquela confra em casa :) Então se liga que ela é fácil e aqui tem praticamente o passo a passo completo :D

sobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananasobremesa gelada de bananaPrimeiro eu peguei 3 bananas maduras (desculpa gente, mas eu não sei o tipo da banana… mas acho que é prata) e cortei em rodelas. Aí coloquei na panela e dei um banho de cachaça envelhecida. Não faz assim taaanta diferença no fim da receita, mas gostei de usar no preparo. Aí depois deixei o álcool evaporar e coloquei 2 xícaras de água e 1 colher de sopa canela. Deixei ferver até a banana ficar bem molinha. Depois juntei 1 lata de leite condensado e fui mexendo até dar uma engrossada. Mas não é pra dar ponto de brigadeiro nem nada não, sabe? Só pra dar uma firmeza maior mesmo. E na sequência juntei 1/2 pote de Bananada com Canela Tambaú cortada em cubos, como na foto. Deixei misturar bem pra dar uma derretida e desliguei o fogo.

Com o fogo já apagado, misturei 1 caixinha de creme de leite e deixei dar uma esfriada na mistura toda. Enquanto isso, fui preparar a forma. Usei uma forma de bolo inglês, que untei com um fio de óleo de coco e povilhei com canela. Peguei mais 1 banana em fatias bem finas e coloquei no fundo da forma, o que fez toda a diferença na apresentação. :) Pra deixar a banana com uma textura melhor, coloquei a forma por uns 10 minutos no forno pré aquecido. Depois disso, bati 2 claras em neve para deixar a textura da sobremesa mais leve, sabe? Então é incorporar as claras na mistura da massa que já deve estar mais fria.

Aí é colocar no congelador por 4 horas e tirar uns 5 minutos antes de servir. A dica é virar a forma numa travessa e ir “enxugando” o fundo dela, pra ir soltando. Depois de uns minutinhos ela solta e fica assim, linda. Como opcional, fiz uma calda quente com a outra metade da Bananada com Canela da Tambaú, que eu só cortei em pedaços e coloquei água até cobrir. Deixei derreter e pronto, é só servir quente por cima dessa sobremesa gelada e aguardar os aplausos, porque com certeza vai fazer sucesso.

E aí, gostaram? Espero que sim, e que seja um prato pra ser lembrado nas festinhas desse fim de ano. :D

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos


decoração cor de sorvete


cor de sorvetecor de sorvetecor de sorvetecor de sorvetecor de sorvetecor de sorveteEu sei que vocês podem olhar e dizer que esses tons são pastéis. Mas quando eu vi no 79 ideias dizendo que era pastel e sorvete, eu tive que concordar. Sim, é cor de sorvete. Um sorvete gostoso, cremoso hummmm :)

São tons delicados mas que conferem uma personalidade que me parece forte, sabe. Me parece uma imagem decidida a ser doce mas que não passa despercebida. Posso dizer que eu adorei a toalha da mesa e a cortina em degradê? Fiquei com vontade de afogar a barra da minha cortina num balde de tinta pra ver se fica assim :P

Adorei também as cadeiras de madeira com pés palito e só com a parte de cima colorida. Poxa, como eu nunca tinha pensado nisso? Eu sempre quis cadeiras de madeira coloridas, mas nuna tinha pensado em como elas podem ficar bem assim, meio a meio. E os outros detalhes são pura delicadeza, né. Tudo encaixa bem com o branco da parede e do piso, que deixa as coisas ainda mais leves.

Se eu pudesse definir essa inspiração com duas palavras seria: cremosa e leve. Isso. Uma decoração cremosa. Me parece uma boa inspiração. :)


búzios: pier e rua das pedras


pier rua das pedraspier rua das pedraspier rua das pedraspier rua das pedraspier rua das pedraspier rua das pedrasA Rua das Pedras é, basicamente, onde tudo acontece em Búzios. É a rua das compras durante o dia e a rua da balada à noite. O pier que tem lá é o lugar perfeito pra ver o fim de tarde, como a gente viu por lá. De um lado o sol baixando e do outro os barquinhos iluminados pela luz dourada do fim do dia. Uma coisa linda. Escunas parando para embarcar e desembarcar gente deixam a vista ainda mais bonita.

O que tem barco pra ser tão legal de se ver, né? De se andar também, pra quem gosta, como eu. Mas eu acho que os barquinhos dão um charme todo especial ao lugar. Parece que eles não tem nenhum uso, estão ali só pra decorar o ambiente :P

Lá na Rua das Pedras tem vários restaurantes, bares e lojas, muitas lojas. O meu espanto foi que as coisas por lá não são tão caras como eu imaginava. Algumas coisas são até baratas, pra falar a verdade. Biquínes, sapatos, saídas de praia. Algumas coisas que eu olhei estavam bem compráveis.

Mas como eu disse no primeiro post, eu não estava preparada para a viagem, tão pouco meu bolso. Então tudo que eu comprei por lá foi esse sorvete PERFEITO de Romeu e Julieta. Sério, gente. Foram os 7 reais mais bem pagos da vida. E, pensando bem, eu devia ter pedido 2 bolas. Porque gente, nunca vi um sorvete assim. Pedaços de queijo mascarpone e um creme com pedaços de goiaba que vocês não estão entendendo. Nada que eu disser aqui vai descrever essa gostosura. Pronto, é o melhor sorvete do mundo.

Normalmente eu tiraria mais fotos do lugar, de onde a gente comeu e tudo mais. Mas eu também já disse, essa viagem foi diferente. Foi mais pra curtir do que para registrar. Então tudo que eu posso dizer é que a gente foi na creperia mais badalada de lá, a Chez Michou. Mas ela estava tão badalada, tão lotada, e ainda era dia de jogo, que nós não conseguimos ser atendidas.

Então paramos nosso barco no simpático Kiara Deli Bistrot, que tem um atendimento super simpático. Lá o garçom gente boa nos serviu generosas caipiroskas e um prato de massa gostoso, que na primeira olhada parecia que tinham economizado no espaguete, mas depois de comer descobrimos que foi a medida certa.

E isso começou a animar a nossa última noite em Búzios. Que, infelizmente, foi debaixo de chuva. Mas o que é uma chuva quando se está em Búzios, né? :)

pier rua das pedras


preciosa gelateria artesanal #praiadapipa


preciosa gelateria artesanalpreciosa gelateria artesanalpreciosa gelateria artesanalpreciosa gelateria artesanalpreciosa gelateria artesanalpreciosa gelateria artesanalpreciosa gelateria artesanalA Preciosa Gelateria Artesanal Italiana foi outro achado ótimo da gente na Pipa :) A gente estava indo almoçar para pegar estrada, então passamos na frente da gelateria e eu simplesmente senti uma vontade enorme de entrar e experimentar. Como diz a história: “a vida é curta, coma a sobremesa primeiro”, e foi isso que a gente fez :)

Entramos na gelateria e fomos atendidos por um simpático rapaz. Ele não era da Pipa e, conversando com ele, lembrei de uma coisa que eu e Paolo falamos muito durante o fim de semana: como tem gente de fora em Pipa. E muita gente com a mesma história, que foi passar um tempo lá e simplesmente ficou. Não voltou mais pra casa. E quando você conhece Pipa entende a escolha que essas pessoas fizeram.

Elas escolheram viver com pouco, e viver bem. Bem melhor do que muita gente que escolhe viver com muito. E uma coisa que a gente falou é que, em muitos lugares, você sente vontade de ficar pelas pessoas, mas na Pipa é o lugar que faz com que as pessoas fiquem. E eu comentei com o rapaz que achava interessante a quantidade de gente de fora que morava na Pipa, e ele me disse uma coisa que eu nunca vou esquecer: “É a energia da Pipa escolhe algumas pessoas pra ficar aqui”, e isso confirma toda a nossa teoria.

Casado, com filhos, morando e trabalhando na Pipa. Vivendo de forma simples num pedaço do paraíso. E ouvindo essas histórias é quando a gente para pra se perguntar se a vida que a gente leva é a vida que vale a pena. Mas então nós entramos no assunto do sorvete e, por um momento, eu afastei esses pensamentos que costumam encher minha cabeça de caraminholas.

Essa gelateria é realmente 100% artesanal. Eles tem uma receita própria, e os sorvetes são fabricados pelo próprio dono. Com a base de uma receita italiana, ele mistura os ingredientes, como frutas, ervas e doces. Tenho que dizer que foi, sem dúvidas, um dos melhores sorvetes que eu já tomei.

A textura dele é cremosa, o sabor é bem marcante, é bem especial. Eu fui no de papaia com frutas vermelhas com chocolate belga, e foi a combinação perfeita. O doce do papaia, o azedinho das frutas vermelhas e o amargo do chocolate belga. Uma explosão de sabores :) Paolo foi no de caramelo com maracujá, e mesclou o doce com o azedinho que ele tanto gosta. Olha, foram escolhas ótimas. Não tenho como dizer se são as melhores, porque infelizmente foram as únicas que eu experimentei. Mas segundo as dicas do Foursquare os que levam manjericão fazem o maior sucesso, mas infelizmente não tinha nenhum deles quando a gente foi.

Eles tem mais de 100 sabores de sorvete, misturando várias coisas e fazendo diferentes combinações de ingredientes. São 16 sabores diferentes por dia, e a produção nunca para. E eu espero que não pare mesmo, porque eu quero que a Preciosa Gelateria Artesanal Italiana esteja lá da próxima vez que eu for para Pipa :)

 

 



© 2017 - ideias de fim de semana