home sobre mim sobre o blog mídia kit

travessia de barquinho e almoço na casa de banhos


travessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinhocasa de banhoscasa de banhoscasa de banhoscasa de banhoscasa de banhoscasa de banhoscasa de banhoscasa de banhosAtravessar de barquinho do Marco Zero até a Praça das Esculturas de Brennand ou até a Casa de Banhos é simplesmente uma delícia. É um passeio curto, mas só de estar perto da água, com vento no rosto e vendo o Recife de outra perspectiva vale a pena. E faz a gente pensar em como seria (será, tenho fé) gostoso ter o rio navegável e usado como meio de transporte no dia a dia. Mas enquanto isso não acontece, a gente usa de transporte de luxo nas sextas-feiras de almoço feliz na Casa de Banhos (ou Bar do Dique, como era conhecido antes) :)

A travessia é rápida (o tempo de algumas fotos pro Instagram e só) e não tem perigo. Não entendo como tem tanta gente que tem medo.. Tudo bem que o barco é um tanto rústico hahaha E que se a maré estiver muito mexida você pode terminar se molhando um pouco. Mas poxa, vai por mim que vale a pena. O preço depende da cara do freguês, claro. Tem quem cobre 5 reais ida e volta, e 5 reais cada trecho… Ou seja, não esqueçam de negociar. O moço que tá aí na foto é Yvison e ele é de confiança, faz um preço maneiro pra galera e ainda combina hora de buscar na volta.

Chegando na Casa de Banhos é só alegria. Cerveja gelada, atendimento gentil e comida da boa. Nesse dia das fotos terminou que a gente não pediu nenhum prato de verdade, só petiscos, por motivos de: cerveja. Mas a comida é toda uma delícia. Peixada, pirão, tudo. Os petiscos são ótimos também, caldinho, marisco ao coco, camarão ao alho e óleo, bolinho de charque, frango com cebola na chapa, tudo uma delícia. A única coisa que não rolou nesse dia foi a agulhinha frita, tristeza. O mais caro da conta tava seco e borrachudo… Mas eu tenho fé que foi só nesse dia e não vou guardar rancor.

O lugar tem um pier e uma vista linda, e pra quem não curte a ideia de atravessar de barquinho também tem como chegar lá de carro por Brasília Teimosa. Passa pelo Bar do Peixe e segue até esse quebra mar onde fica o restaurante. Então não tem desculpa. É um lugar que eu adoro ir, indicar pra galera e sempre que tem gente de fora na cidade eu gosto de levar pra conhecer. Então aproveita que tá chegando a sexta-feira de almoço feliz e o fim de semana e vai fazer esse passeio. Mas vai por mim e atravessa de barquinho que é muito mais legal. :D

Ah, e como não podia faltar, fecho o post com fotos do instagram e das companhias maravilhosas que fizeram a travessia comigo por esses dias. <3
travessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinhotravessia de barquinho


14 comentários sobre o assunto

Oi, Anna, tudo bem? Venho acompanhando sua trajetória e peripécias já faz algum tempo e tenho me divertido e aprendido muito.
Esse, é sem sombra de dúvida, um dos passeios mais encantadores que se pode fazer em Recife. Sempre que chega visita de outros Estados e países, lá é um dos destinos que depois rendem infinitos e rasgados elogios.
Tenho um querido grupo de amigos egressos do Instituto Cervantes, que uma vez ou outra, ou quase sempre, é para a Casa de Banhos que rumamos. Até de barquinho já nos aventuramos para a confraternização de fim de ano.
Sexta-feira passada, reboquei os colegas de trabalho. E, de novo, a cena se repete, invariavelmente: todos de boca aberta com a beleza do lugar e com a boca cheia de gostosuras que o pessoal da Casa de Banhos cuida de brindar-nos. E o serviço fica completíssimo pela simpatia e presteza de Luciano, um garçom cheio de jeito para fazer a gente ficar para sempre escravo.
Bom, taí meu relatório (com pesquisa de satisfação). Beijo,

Fátima Silveira

Fátima Silveira

    Muito obrigada pelo relato, Fátima!
    Assino embaixo :D

    Beijo!

    Anna Terra

Olá Anna,
Adorei a dica, mas fiquei na dúvida… Só funciona nas sextas??
E cm fazemos pra ter acesso a esse barquinho?

Mayara Lins

    Funciona outros dias da semana também, Mayara. Mas é bom confirmar com a Casa de Banhos os dias certinhos.

    E o barquinho basta chegar lá no Marco Zero e ir pra perto do mar, eles já vão te oferecer a travessia e tu negocia o preço ;)

    Anna Terra

Senhores, o turista hoje é extremamente exigente, o lugar é maravilhoso e a comida parece ser fantástica. Porém, algumas coisas precisam ser melhoradas:
– Coletes salva vidas.
-A tigela do caldinho , precisa melhorar a apresentação a tigela está toda suja por fora.
De resto o lugar é maravilhoso, só em Recife.
– O barqueiro por mais simpático que seja não pode ficar descamisado, o cara deve se vestir adequadamente.
Espero sinceramente estar contribuindo pela melhoria da qualidade do turismo nessa maravilhosa cidade do Recife.

Clovis Barros

    Clovis, obrigada pelo seu comentário. Acho que toda crítica construtiva é válida :) No entanto, acho que também não devemos ser rigorosos demais, porque parte dessa naturalidade é o charme de um passeio rústico e tranquilo.

    Os coletes existem e até aparecem nas fotos. O caldinho ok que está sujo, mas é porque veio bem servido e darramou na hora de colocar na mesa, acho que isso não bem um problema. E só pega barco com descamisado quem quer, concorda? O que nos atendeu estava bem vestido e era muito simpático. É uma questão do freguês escolher mesmo :)

    Espero que você tenha a chance de experimentar esse passeio, você vai perceber que esses detalhes são mínimos diante da beleza do todo :D

    Anna Terra

      Ana, concordo.Acho que fui meio ácido no comentário.desculpem. Como pernambucano torço para que sejamos No. 1 no turismo brasileiro.
      Abs.

      Clovis Barros

        Não precisa se desculpar Clovis, todo comentário é bem vindo :)

        Anna Terra

Ana adorei a matéria e o incentivo para que busquemos outras auternativas de turismo, mas como fotógrafo que sou, fiquei sem saber quem fez esta maravilhosas fotos,faltou o crédito do fotógrafo ou eu não consegui visualizar.

João Carlos Lacerda

    Oh João… As fotos fui eu mesma, todas tiradas do celular hahaha
    Fico feliz que tenha gostado :)

    Anna Terra

Ana adorei a matéria e o incentivo para que busquemos outras auternativas de turismo, mas como fotógrafo que sou, fiquei sem saber quem fez estas maravilhosas fotos,faltou o crédito do fotógrafo ou eu não consegui visualizar.

João Carlos Lacerda

Oi, Anna. Tudo bem? Por favor, vc pode me explicar uma coisa? Antes da travessia eu devo dizer ao barqueiro para onde quero ir(Praça das Esculturas ou Casa de Banhos) ou chegando do outro lado um local já é próximo ao outro? Agradeço se vc puder me responder. =)

Alice

    Eles são bem próximos, Alice. Mas é bom dizer pra onde você quer ir que ele deixa no pier mais perto :D

    Anna Terra

Gente, eu vivo chamando o pessoal do trabalho e outos. amigos pra conhecer essa delícia de passeio e de lugar! Já fui vatias vezes a mitos anos atrás e estou com saudades da comidinha gostosa de lá! Quem tem medo de pegar os barquinhos pode ir por Brasília Treimosa/Formosa que chega lá direitinho. Os barcos são para os fortes, que gostam de coisas novas e uma oitada de adrenalina! Cuidem de escolher os barqueiro q ue teham mais requisitos de segurança. Mas , não plastifiquem o que é natural com tantas normas! Aproveitem desde o parque cultural, aventura à gasronomia e à vista de Recife do outro ângulo ! Parabéns Anna pela reportagem e belas fotos!

Aurora Cristina

Deixe sua mensagem



© 2017 - ideias de fim de semana