home sobre mim sobre o blog mídia kit

lanterna de lata e vela


lanternalanternalanterna

Peguei essa ideia do blog Casa da Chris e dei uma adaptada básica. Ao invés de latas de leite, fiz com umas menores, de extrato de tomate Elefante, que como vem com uma tampinha e a gente não precisa usar o abridor, a latinha fica perfeita. Dei uma pintada com um spray metálico que tinha aqui em casa e também substituí o arame por uma fita de cetim também prateada, dessas que foi de algum presente que eu guardei. A técnica de furar a lata é ótima, é só colocar água e congelar, ai quando você for martelar o prego para fazer os furinhos a lata não amassa. Mas quanto mais furinhos melhor fica o efeito, eu fui fazendo os furinhos e o gelo foi quebrando e derretando, ficando invitável um amassão ou outro na lata, mas que também deixa ela um pouco mais “rústica”. Prendi ela na minha samambaia do jardim com um clip de papel, e já estou com outra lata no congelador para fazer outra, e depois outra, e deixar todas elas penturadas na samambaia em alturas diferentes. Vai ficar show hein? Prometo fotos quando terminar ;)


uma nova velha planta



Ontem passei o sábado em Carpina, cidade do interior aqui de Pernambuco, onde minha mãe tem uma simpática casa que está eternamente em reforma, afinal, tem coisa melhor do que sempre ter alguma coisa pra fazer na casa? Pois é, essa tem sido a diversão favorita dela há quase 1 ano. Entre o churrasco e a cervejinha, fui dar uma volta na rua para ver se achava alguma plantinha para roubar olhar. Sai de biciclieta com Malu, minha irmã e estreei as ferramentas de jardim da minha mãe na caçada. Para levar pra Recife eu enchi um saco com bastante terra, porque eu estou fazendo adubo orgânico e também precisava replantar algumas das minhas plantinhas. Para Carpina eu peguei algumas florzinhas que cresciam sem dono no canto da rua e replantei no terreno da minha mãe. Uma de flor roxinha, outra de flor branca e outra de flor rosadinha. Espero que elas fiquem firmes por lá ;) Então com terra nova e fértil em casa, hoje, domingão, resolvi me dedicar ao meu jardim. Uma das coisas que eu mais gostei de fazer foi dar uma mudada na minha planta da sala, que é uma dracena pleomele, juntando ela com os meus clorofitos. Foram as duas primeiras plantas que comprei aqui pra casa logo depois de me mudar, há mais de um ano, e eu estava precisando dar um upgrade no visual delas. Então resolvi fazer os clorofitos de forração da dracena, dando mais volume à planta, que tem um caule fino, e colocando mais tons de verde para dentro da sala. Eu adorei o resultado. A jardineirazinha que estava com os clorofitos já estava feia, vou dar uma lixada e uma pintada nela para começar outra plantação.

Aglumas pedras que tirei do vaso da dracena eu coloquei aqui aos pés do manjericão, que também replantei hoje. Ganhei esse lindo vaso da minha mãe, que também tinha me dado a muda de manjericão, e ele coloquei em cima desse prato de plástico, que é para vasos bem maiores. Coloquei algumas pedras menores também dentro do vaso e gostei da composição. Elas vão ficar por ai até eu ter um prato menor e um outro vaso grande para colocá-las.

Dica: Eu estou fazendo adubo orgânico da seguinte forma: peguei um balde de plástico, desses que são para lixeiro e são cheios de furos. Coloquei ele dentro de um saco plástico grande pra não fazer muita sugeira, mas o saco tem que ser grande o suficiente para ele ficar folgado e o adubo poder respirar. Fiz uma camada de terra e uma de matéria orgânica, que pode ser casca de frutas, verduras, casa de ovo, só não coloque comida de panela e esse tipo de resto. É só ir fazendo essas camadas e regando com um pouco de água. De vez em quando fure com um palito de churrasco ou com uma ferramenta de jardim para que o oxigênio possa entrar, porque caso ele não seja bem arejado o adubo começa a feder. Sempre terminando a camada com a terra por cima e fazendo essa aeração, o adubo é completamente inodoro. Depois que completar o balde espere entre uma média de 90 dias até o seu adubo estar pronto pra ser usado em suas plantinhas. Você recicla sua matéria orgânica em prol do seu próprio jardim ;) Quero deixar claro que essa é a minha maneira de fazer, pessoas mais profissionais utilizam outros elementos para a compostagem.


novo uso para o pote de sorvete


Bem, a primeira ideia que eu executei esse fim de semana foi dar um novo visual a um pote de sorvete. Na verdade a ideia era fazer ele de vaso para plantinhas, que pode ser para presentear alguém ou para o seu próprio jardim. Depois de fazer o post sobre a caminha de Chica, lembrei que ainda tinha um pedaço daquele tecido, que eu tinha usado como faixa de cabelo algumas vezes, e não tive dúvidas em usá-lo. Passei cola branca no pote inteiro e coloquei uns pedaços de fita dupla face na parte de cima, pra ajudar a colar. Fui enrolando o tecido e vi que infelizmente ele não ia ficar com um acabamento muito bom, porque o pote é mais fino na parte de baixo, e como eu estava com um tecido reto ele ficava meio folgadinho. Mas isso não foi um grande problema, fiz uma dobrinha nele e tava tudo resolvido. Fechei o tecido na parte de baixo e colei um papel por cima para não mostrar as dobras. Peguei uma fitinha de cetim que tinha em casa (eu guardo todas as fitinhas de presente que ganho) para fazer o lacinho e prendi com um pedaço de feltro, que tinha comprado pra colocar nos pés das minhas cadeiras da sala de jantar, encapado com o próprio tecido. Quando vi pronto é que eu percebi que um vasinho para plantas era só um dos usos desse pote, então deixei ele assim, nu e cru, para você olhar para ele e ver as possibilidades de uso. Eu já pensei em várias, como um pote para colocar bombons e doces em cima da mesa para uma festinha, um porta-talher pra a mesa, um pote para lápis de cor, uma embalagem para presente, afinal, é só colocar a tampa que é branquinha e tá tudo lindo, entre várias outras coisas. E você, qual é a ideia que tem para usar esse pote?

update
Pensei em outros usos para o pote, considerando que ele tenha tampa. Você pode fazer de caixinha de costura, primeiros-socorros, manicure, caixinha de fotos e todas essas outras caixinhas porta-whatever que a gente adora ;)


almofadinha toy art


Tem gente que não aguenta esperar o fim de semana para ter as suas ideias, então essa foi uma idéia de quinta-feira. Carol, a mesma dos porta-retratos, que vai ser uma das pessoas que mais vai me ajudar a alimentar esse blog com suas artes, fez essa coisinha mais linda. Pegou um tecido listradinho que estava escondido na casa da vó, juntou com uns retalhos e uns pedaços de feltro que tinha em casa e deixou a imaginação tomar conta. O olho de crochê também ficou por conta da vovó, e o preenchimento foi doado por um bob sponja que teve morte cérebral e a doação dos órgãos autorizada pela família, no caso, por Carol mesma. Foi toda costurado à mão, o que deixa ela ainda mais artesanal, mas com um acabamento super caprichoso. Ela sim, o nome dela é Bóba e conquistou todo mundo com seu olhar sexy e suas perninhas cangalhas. Parabéns mais uma vez Querol, ficou linda!



© 2017 - ideias de fim de semana