eu não preciso de você

Toda dependência é ruim. E precisar é uma palavra que carrega esse peso pra mim. Depender de algo ou de alguém é um pesadelo, sejamos justos. Nossa primeira fase na vida é totalmente dependente. Ou temos alguém pra ajudar, ou morremos. Precisamos da nossa mãe ou de alguém que faça esse papel. E cada conquista ao longo da vida é sempre rumo à independência. Pelo menos pra mim é assim. Desde pequena vendi as pulseiras de crochê que eu fazia pra poder comprar os chicletes sem pedir pro meu pai. Não queria precisar dele. Adolescente vendi os biscoitos de aveia que eu fazia pra poder pagar minhas farras sem pedir pra minha mãe. Não queria precisar dela. E assim vamos caminhando para o portão do “eu não preciso de você”.

Aí nos apaixonamos e sofremos aquele amor arrebatador, somos capazes de mudar o rumo das nossas vidas pra viver essa paixão, somos capazes de mover montanhas. Fazemos e deixamos de fazer tudo pensando no outro. Se brigamos o mundo cai, nada mais presta até se fazer as pazes. E então constatamos: eu preciso de fulano pra ser feliz. E quem nunca passou por isso? Seja no fervor da adolescência ou mesmo amadurecendo enquanto adulto, ou até mais velho, quem sabe? Mas o importante é passar por isso. Passar do verbo não passa mais. Passar de ir adiante e deixar isso pra trás. Não necessariamente o relacionamento, não é isso. Acredito que relacionamentos, especialmente os mais longos, tendem a ser vários namoros dentro de um só. As pessoas mudam, o relacionamento também. Então o que eu digo é que não podemos precisar de ninguém pra ser feliz.

Quando precisamos, dependemos. E quando dependemos, não temos opção. E não ter opção faz a gente viver aquilo de forma forçada, obrigada, e tem coisa pior do que você se sentir forçado a fazer algo por não ter outras alternativas? Mas isso não pode acontecer no amor. Ou melhor, quem sou eu pra dizer o que pode ou o que não pode acontecer no amor, né? Mas eu tenho a ousadia de dizer que se você quer ser feliz de verdade, não pode deixar o seu coração ser contagiado pelo vírus do “eu preciso”. Pra ser feliz com alguém é necessário, antes de tudo, ser feliz sozinho. Desculpa, poetinha. Mas é possível, e só é possível, ser feliz sozinho. Porque só assim vamos vislumbrar o outro com nosso coração inteiro.

Isso. Inteiro. Ninguém precisa de metade da laranja, gente. Ninguém pode ser metade. Só se é feliz quando se é inteiro, em busca de outro inteiro para, então, ser feliz a dois. Não virar um só, que coisa insuportável. Somos felizes nós dois, eu e você, lado a lado. E sempre com a opção de soltar as mãos e continuar sozinho. Só me importa caminhar ao lado de alguém que caminhe bem sem mim, porque sei bem que meus passos traçam qualquer caminho sozinhos, por mais tortuoso que seja. Se não for assim, tem um puxando o outro sem nem perceber. E, felizmente, a fase de precisar de ajuda pra andar já ficou pra trás faz tempo.

Posso dizer isso também de outras relações, vale pra todas. Meu relacionamento com a minha mãe, por exemplo, melhorou muito desde que eu saí da casa dela e cortei o cordão umbilical da dependência do mesmo teto. Passei a sentir saudade, a querer mais a presença dela, a querer estar mais em casa com ela, e valorizar mais esse tempo que estamos juntas. Porque eu não preciso. Eu quero. E quero, cada dia mais, estar mais junto dela.

Isso vale para o trabalho. Quando estamos trabalhando apenas porque precisamos daquele dinheiro no final do mês, ou porque devemos uma satisfação, ou porque não temos coragem de soltar as amarras e alçar nossos vôos solo, não rendemos do mesmo jeito. São aquelas pessoas que quando são questionadas “e se ganhar na mega sena?” a primeira coisa que responde é “não venho trabalhar mais”. Porque não tem paixão, não tem vontade. Tem só dependência.

E, claro, que isso vale para os relacionamentos à dois. Não precisar do outro é o primeiro passo para a felicidade. E quando, naquele balanço da relação que volta e meia nos pegamos fazendo, o “preciso” vier demais a mente, está na hora de repensar.

Não quero ninguém precisando de mim. Não quero precisar de ninguém. Quero estar por querer, por vontade, por desejo, por tesão. Quero estar por ser inteira, por querer inteiro, por acreditar que nunca seremos um. Seremos sempre dois unidos pelo amor e pela vontade.

Eu não preciso de você. E isso quer dizer que eu te amo.

cores de sexta: gatos na estante

gatos coloridos na estanteAs cores de sexta de hoje são uma indicação que recebi dizendo: lembrei dos seus bichos e do seu blog. Ou seja, lembrou das coisas que eu amo na vida <3 E não é que é minha cara mesmo?! :D Esse é um post da Vivianne Pontes, do dCoração. O passo a passo tá bem explicadinho nas fotos, não tem erro. E é uma forma de deixar a estante de livros mais colorida, animada, feliz. Acho que quanto mais durinho o papel, melhor.gatos coloridos na estante 2 gatos coloridos na estante 3 gatos coloridos na estante 4 gatos coloridos na estante 5 gatos coloridos na estante 7 gatos coloridos na estante 6Fica a inspiração pro feriado, pra quem gosta de curtir fazendo manualidades. :D

Bom fim de semana, gente.

pizza caseira super prática

pizza caseira 6Pizza é uma coisa maravilhosa, né? E se for pra fazer em casa, reunindo os amigos e transformando uma despretenciosa noite de sexta num momento maravilhoso, fica melhor ainda. E foi isso que fizemos dia desses. Acho que essa é a receita mais prática de massa de pizza caseira que eu já vi, e já fiz. E vou avisar: foi tudo por acaso.

Victor disse que ia fazer umas pizzas pra receber nossos amigos e eu disse: oba, levo a cerveja. Mas a receita de massa dele não rolou, a farinha acabou, a que chegou já era com fermento, tudo deu errado. Mas tem coisas que quando a gente corrige parece que saiu melhor que o original, né? E foi isso que aconteceu. Assumi a produção, deu tudo certo e eu aprendi: Victor só no ceviche. :P

Então como a gente teve que resolver com o que tinha, pesquisei uma receita de massa de pizza usando massa já com fermento, rezei e deu certo. Ela ficou fininha e crocante, do jeito que eu gosto. E só leva 4 ingredientes, maravilha.massa de pizza massa de pizza2Para a massa é só misturar 3 xícaras de farinha de trigo com fermento, 1 xícara de leite, 1 colher de sopa de óleo e 2 colheres de sopa de manteiga. Mistura tudo numa tigela e depois coloca na mesa enfarinhada pra ir sovando até a massa não grudar mais nos dedos. Aí vai adicionando mais farinha se precisar. Deixa descansar por meia horinha antes de abrir, tá? Essa quantidade rende dois discos de pizza médios.

Essa primeira ficou assim mais ~rústica~ e não muito redonda porque na casa de Victor não tinha rolo de massa, então usamos uma garrafa de vodka pra abrir… Aí demorei um pouco pra pegar a manha hehehe :P

pizza caseira pizza caseira 2Como é a receita mais prática de pizza caseira, o molho também foi super prático. Usamos tanto o Molho Pronto de Pizza Tambaú quanto o Molho Pronto de Majericão Tambaú, os dois funcionam muito bem como base da pizza. E se quiser, também pode incrementar mais o molho, refogando uns dentes de alho fatiados, dá um sabor incrível.

E pizza é aquela coisa, né? Uma ótima forma de experimentar misturas e ingredientes. A primeira que saiu foi metade de abobrinha e metade de champignon com alho frito, delícia.pizza caseira 3 pizza caseira 5 pizza caseira 7A segunda pizza foi de tomate e calabresa, que claramente está com mussarela demais hehehe A calabresa precisa ser frita antes de ir pro forno, se não ela fica meio crua na pizza, tá?

pizza caseira 8Luiza feliz com as bochechas cheias de pizza <3pizza caseira 9 pizza caseira 10E a última foi a que ficou mais bonita e mais gostosa, e apesar de todo mundo já estar satisfeito, não sobrou nenhum pedaço hehehe Tomate e abobrinha, com queijo na medida e molho com muito alho. Ficou maravilhosa. As pizzas ficam cerca de 20 minutos no forno, e a gente assou nessa pedra de pizza que é sensacional, fiquei querendo uma pra mim. Muito melhor (e bem mais bonita) que aquelas assadeiras… Tá na lista de desejos. :D

Já estou aqui articulando a próxima noite de pizza com os amigos, porque ô coisa boa é comer, beber e sorrir, né? :)

 

* Post em parceria com a Tambaú Alimentos

como fazer um quadro varal de fotos

quadro varal de fotos 8Fotos são uma das coisas mais preciosas da vida e uma das artes mais cheias de significado, na minha humilde opinião. E hoje em dia temos tão poucas fotos impressas, né? Pra pegar, passar, sentir. E eu acho que fotos na decoração dão mais do que beleza, dão um a vida, uma história, uma coisa maravilhosa.

Aí que olhando pra essa moldura de ar condicionado lembrei de uma foto que vi há muito tempo atrás no Pinterest, que a pessoa usava uma espécie de moldura de madeira e fazia um varal de fotos. Foi quando deu o estalo: é isso. Eu colei essa moldura na parede do meu quarto com aquelas fitas dupla-face da 3M, sabe? E tinha colocado um cartaz que ganhei de uma amiga no meio dela. Mas o cartaz caiu :( Aí fiquei com medo de colocar de novo e terminar estragando… Então passei um tempão com essa moldura vazia olhando pra mim quando eu acordava.

Mas aí resolvi que ia fazer esse varal e pronto, melhor coisa do mundo. Além de preencher a moldura, vou preencher com amor e saudade. E é tão simples que me perguntei porque não tinha feito antes. Usei tudo que eu tinha em casa: prego, fio de nylon, pregador de roupa e fotos antigas já reveladas. Fica lindo também se ao invés do nylon usar barbante ou até aquelas cordas de sisal fininhas, fica bem rústico. Mas na minha pressa taquei nylon que era o que tinha :P

Os pregadores de roupa eu catei os de madeira que achei em casa, e que podem ser pintados, decorados, como preferir. Eu gostei deles assim, crus mesmo, na madeira e com as marcas de uso. Achei que funcionou. Então é isso, bater um preguinho nas laterais, esticar o fio e pendurar as fotos. Tem coisa mais fácil?quadro varal de fotos 1 quadro varal de fotos 4 quadro varal de fotos 3 quadro varal de fotos 6 quadro varal de fotos 7 quadro varal de fotos 5Eu cheguei a começar uma seleção de fotos pra revelar e usar aí, mas então pensei: porque não transformar meu quadro varal em um quadro da saudade? Então peguei fotos antigas reveladas da minha família e saí espalhando por aí. Tem minha irmã bebê, eu criança carnavalesca, meu irmão bebezinho e eu do lado, minha mãe com o pé quebrado, eu e o cachorro da minha tia que ia me visitar em casa, meu pai me segurando bem bebê na praia, e meus avós lindos e apaixonados nas suas Bodas de Ouro, há mais de 20 anos atrás.

Lindo, né? Eu tenho o maior prazer de ficar olhando pra esse quadro agora. E quando as pessoas chegam aqui em casa eu já quero logo ir no quarto mostrar. Com o tempo pode ir trocando as fotos, colocando mais. A vontade que dá é de transformar a casa inteira num grande varal de fotos e recordações. <3

Então vamos sacudir a poeira das fotos e colocar pra gente ver, fotos não devem ficar só guardadas. E vamos imprimir mais fotos, pegar, ver com as mãos, como diz a história. :)

Página 1 de 2411234567...203040...Última »