home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre comida

dezembro sem carne


 

Eu resolvi me desafiar e ter uma última meta a cumprir antes de terminar o ano. Pois é, porque eu não consegui cumprir nenhuma daquelas que eu tracei pra 2014… E ainda mais: eu consegui fazer exatamente o contrário em algumas. Se a meta era emagrecer, engordei. Se a meta era juntar dinheiro, gastei. Se a meta era viajar,  fiquei. Claro que outras coisas muito boas aconteceram e que não estavam nos planos, como adotar um gato ou começar a namorar. Mas eu senti que precisava me desafiar por alguma coisa, sabe? Me colocar a prova mesmo. Então resolvi ficar sem comer carne vermelha por um mês. Eu sei que não é assim tão difícil, mas é no dia a dia que a gente encontra as maiores dificuldades. Meu vilão, por exemplo, é o esquecimento. Quando eu penso que estou sem comer carne vermelha eu penso em bife, churrasco (<3), espetinho, essas coisas DE CARNE, sabe? Mas existem as coisas COM CARNE que te pregam peça. Cachorro-quente, salsicha com cuscuz, escondidinho de charque… Especialmente quando elas estão na categoria “comida de bêbado”, que toda lembrança já é prejudicada.

Então tenho que confessar que até agora eu dei duas escorregadas. Uma num casamento, cheia de chopp na cabeça, na hora do cachorro-quente. Dei duas mordidas e “EITA!! NÃO TÔ COMENDO CARNE ALGUÉM PEGA POR FAVOOOOOR” como se além de tudo a carne tivesse virado tóxica, tamanho susto. E outra vez num café da manhã com ressaca, quando durante uma caminhada de volta pra casa eu não tive dúvidas e coloquei cuscuz, salsicha, ovo e queijo coalho no prato. O almoço perfeito da sustância. Esse eu lembrei na metade do prato, mas terminei de comer mesmo assim :(

Mas desde então estou forte no foco, inclusive diminuindo o consumo de carnes de mandeira geral, preferindo os legumes, queijo e soja, e dando preferência ao peixe quando rola. Inclusive, num dia de trabalho, calor e cansaço intenso, parei num bar que adoro, indiquei o cardápio, sonhei com o guisado de cabrito que tava pra chegar. Eu AMO bode/ cabrito/ carneiro. É minha carne preferida, de longe, muito muito muito. E quando o garçom colocou na mesa eu: PORRA. Não tô comendo carne… E fiquei firme no feijão com farofa de jerimum. Fui feliz.

E agora está aberta a temporada de churrascos, que vai coroar o meu sofrimento. Porque no dia-a-dia pra mim é super tranquilo ficar sem a carne. Mas no churrasco, meu amigo… Aí o buraco é mais embaixo. Ainda mais na praia. Ainda mais com cerveja. Ainda mais com os amigos. Ainda mais com isso tudo que culmina numa picanha sangrando com farofa e vinagrete. Mas eu serei forte, tenho fé. Rezem por mim hahaha :) E aproveito pra mostrar aqui algumas opções que estão em acompanhando esse tempo. Em casa e fora também :)

dezembro sem carne 6Linguine integral com molho de tomate, tomate seco, ricota e peito de peru (opcional), preparados pra um almoço com preguiça.
dezembro sem carne 7Essa conserva de abobrinha da Pitadinha, que salva um lanche. Uma salada. Uma vida. <3

dezembro sem carne 8Um bom prato de salada com grão de bico no self-service baratinho embaixo da agência. Um peito de frango ali, como quem não quer nada, sendo totalmente opcional.

dezembro sem carne 5  Um balde de salada com couscous marroquino e frango, com muita canela e um suco relaxante, lá no Sansa e com o desconto do ChefsClub.

dezembro sem carne 2Essa esfiha vegetariana do Snaubar, que é uma das melhores do cardápio e que eu pedia sempre, mesmo antes do #dezembrosemcarne. Porque também dá pra petiscar muito bem sem carne. ;)

dezembro sem carneUma lassanha de abobrinha com ricota que é a coisa mais simples de preparar: uma camada de molho de tomate, abobrinha fatiada por cima, uma fatia de peito de peru (opcional) e uma mistura de ricota esfarelada, creme de ricota, pimenta e alho. Aí repete essas camadas até finalizar com abobrinha e molho de tomate por cima. Coloquei queijo minas ralado pra fratinar e forno até cozinhar bem a abobrinha. Fica uma delícia.

dezembro sem carne 3Almoço sempre delicioso com soja, grão de bico e torta de legumes lá no O VegetarianoPor mim eu comia todos os dias lá sem enjoar, porque eu ainda tô pensando na “carne de cajú” e na torta de cacau de lá <3

dezembro sem carne 9Uma mistureba cheia de preguiça pra salvar o almoço, com penne integral, brócolis, ricota, milho e tomatinhos.

dezembro sem carne 12Uma fritada de abobrinha bem simples. É só ralar a abobrinha e refogar no azeite, temperar com vinagrete desidratado, alho em flocos, sal defumado e pimenta. Coloca numa travessa, cobre com 2 ovos batidos (uso só uma gema) temperados com açafrão e pimenta. Cobre com gergelim torrado e forno até dourar. E pronto. :)

dezembro sem carne 11 dezembro sem carne 10E a alegria de quem é vegetariano: um rodízio de sushi cheio de opções sem peixe. No Udon tem tofu, shitake, shimeji e legumes bombando no cardápio.

No meu Instagram (@terrinha) eu tô postando umas fotos com a hashtag #dezembrosemcarne, então se alguém quiser acompanhar e dar essa força, vou adorar a companhia :D


casa bonomi


casa bonomi casa bonomi 10 casa bonomi 2 casa bonomi 0 casa bonimi 5 casa bonomi 9 casa bonomi 6 casa bonimi 4 casa bonomi 3 casa bonomi 11 casa bonomi 7 casa bonomi 13 casa bonomi 8Casa Bonomi, o paraíso dos carboidratos para onde o Foursquare me levou em Belo Horizonte. Eu to devendo alguns posts da viagem ainda, tenho coisas legais pra compartilhar :) Mas o tempo tem me faltado, então as doses de posts estão sendo homeopáticas hehehe :P

Bem, eu tenho que dizer que adoro o Foursquare. Pra quem não conhece, é um aplicativo social de geolocalização, que mostra os estabelecimentos ao seu redor de acordo com o que você procura. Almoço, jantar, cerveja, doces, café-da-manhã, balada, escritório, qualquer coisa. E nos lugares você pode ver as pessoas que já deram check-in ali, as dicas do lugar, críticas boas, ruins, fotos e tudo mais. É uma mão da roda pra quem não quer ir conhecer um lugar totalmente às cegas sem saber o que esperar. E também é uma super ajuda pra quem está viajando e não conhece o que tem nos arredores. E é assim que eu mais uso o Foursquare.

Então estávamos em Belo Horizonte e eu queria muito tomar um café da manhã legal. Foi quando eu pedi pro santo app me ajudar. Ele mostrou que a Casa Bonomi estava perto, uns 5 minutos de caminhada. As fotos pareciam simpáticas, as dicas eram boas, a fome estava grande e pronto, não faltava mais nada pra gente ir conhecer. Chegando lá, já fiquei encantada com o lugar. Parecia uma loja saída direto do Pinterest, sabe? Com pães, doces, salgados, embrulhos, bolos, tudo que tinha direito. Lindo, com uma cara saborosa… Eu nem tinha olhado o cardápio e já estava achando tudo delicioso.

O lugar é todo aconchegante, com madeira por todos os lugares. Essas luzes amarelas com filamento aparente me encantam <3 Deixam o ambiente todo com o calor de um abraço, sabe? Pra onde a gente olha tem alguma coisa bonita. Seja um croissant de amêndoas ou uma plaquinha escrita de giz. Então sentamos pra comer e pedimos um sanduíche de queijo branco, pesto e tomate seco, que estava delicioso. Claro que eu sou olho grande e não ia resistir a um desses doces maravilhosos, né? Então fui desse Terrine 3 chocolates que é de fazer chorar. Amargo e doce, gelado e cremoso, impressionante.

Saímos de lá de bucho cheio, um café debaixo do braço e agradecendo ao Foursquare por mais uma grata surpresa no meio do caminho. Então fica a dica pra quem é de BH ou pra quem visita a cidade: Casa Bonomi, o paraíso dos carboidratos é aqui. <3


bar do zaqueu


bar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueubar do zaqueuO Bar do Zaqueu é uma experiência, e nada mais justo do que um lugar desse pra o post de sexta-feira. Primeiro, uma experiência geográfica, porque eu fui e não sei voltar de novo. Tenho fé que o nosso senhor do GPS nos guiará, mas que é um lugar difícil é. Sobe morro, desce morro, rua estreita, daquele jeito. Quando você acha que está perdido, anda mais um pouco e chega no lugar. Pronto. Sobe a escada e dá de cada com um super salão amplo, espaçoso e cheio de mesas. Então é só sentar e esperar começar a alegria.

De entrada fomos de caldinho de jabá, que é feijão preto com charque. E que charque. E que caldinho. E que quantidade. Também pedimos um queijo coalho assado que é chorado na manteiga, que combina super bem com a cerveja gelada que vende por lá. Ah, e pra quem gosta, deu pra ver que tem uma verdadeira carta de cachaça, né?

Na hora do prato principal fomos certeiros: rabada com pirão. Gente, que delícia é essa. Rabada é um prato difícil, que precisa de um tempero certeiro pra não deixar um ranço na carne, além de um tempo de preparo muito bom pra carne ficar soltinha. E eu não tenho absolutamente nada pra reclamar da rabada que veio. Deliciosa, generosa, inesquecível. E com essa pimenta da casa então, a coisa fica mais imoral ainda. Agora cuidado, que a bicha é braba.

Aí para os fortes vem a hora da sobremesa, que pode ser um belo pudim de leite ou esse queijo coalho com mel de engenho. E eu posso dizer que além do doce do mel ainda dá pra sentir a manteiga, é coisa linda. E depois de tanta coisa boa da entrada até a sobremesa, posso garantir que a hora da conta é outra coisa boa. Eu vou dizer que o preço é justo, pra não dizer que é barato e desvalorizar. Mas posso dizer com fé que foi um dos almoços que eu paguei menos pra ter uma comida tão boa.

Aí para os créditos da foto temos o próprio Zaqueu na cozinha, Amanda no pirão, Ely na sobremesa, eu no sorriso e, pra fechar com chave de ouro, a Cumbuca no sol. :D Então se você quer uma experiência completa pro almoço, vá no Bar do Zaqueu e tenha fé no GPS. :)

bar do zaqueuServiço:

Bar do Zaqueu

Rua Professor José Amarino dos Reis , 24 , Linha do Tiro.

(81) 3443-1940


el paso café


el paso caféel paso caféel paso caféel paso caféel paso caféel paso caféel paso caféel paso caféLembram do post que eu fiz sobre a Casamarela Co Working? Pronto, de lá pra cá aconteceu um monte de coisa, mudou um monte de coisa, e acho que tudo foi pra melhor :) A minha agência, a Cumbuca, agora também está na Casamarela, e eu tenho a sorte de ter o El Paso por lá também. Na verdade eu não sei se é muita sorte assim… Porque olha, vou virar um boi hahaha :P Dá vontade de comer tudo lá, e sempre.

O El Paso abre pro almoço e fica até o happy hour, então dá pra você almoçar, lanchar, jantar e ainda tomar uma cerveja gelada. O cardápio é ótimo e o carro chefe é o hambúrguer. Gente, que hambúrguer é esse. Ele é enorme, o tempero é uma delícia e o ponto dele, eles podem deixar mal passado do jeito que eu gosto, é inesquecível. E olhe, ele é uma refeição, viu? Essa porção gigante de carne aí é garantia de deixar você satisfeito por bastante tempo.

Para os dias de voltar pra linha, a salada da casa é sensacional. É bem servida, a porção de molho é generosa, tudo cortadinho do jeito que eu gosto. Afe, só de pensar já quero ir lá e comer de novo hahaha :) Além das opções vegetarianas que tem lá, que eu acho um diferencial sensacional. Tem guacamole, hambúrguer de grão de bico, de soja. Então podem ir todos que ninguém fica com fome por lá :D E pra rebater no final, as sobremesas são daquele jeito, né? O brownie da casa é receita de família de Daniel, então além de ser uma delícia ele tem aquele toque de casa, de carinho, sabe? Quentinho com um sorvete é perfeito. E tem também milkshake de Nutella (pode chorar) e outras opções.

Gente, no El Paso até de chá eu tô aprendendo a gostar. Porque além da comida ser uma delícia, o ambiente é super agradável. As vezes tenho vontade de abandonar a sala e ficar trabalhando aí do lado de fora, com as cigarras (ok, elas podiam ficar caladas), as árvores e o ventinho fresco. Até em dia de chuva fica uma delícia aí. E os meninos são super atenciosos no atendimento, o que é importante pra coroar toda a experiência, né?

Então anota aí pra fazer a visita. Ou melhor, as visitas. Porque depois de ir uma vez você vai querer voltar pra experimentar o cardápio inteiro aos poucos hahaha :P

el paso cafeServiço:

Rua Professor Álvaro Lima, 47, 52070-005 Recife

081 9522-2480

Seg – Sex: 12:00 – 20:00

Sáb: 10:00 – 16:00



© 2017 - ideias de fim de semana