Warning: Illegal offset type in isset or empty in /home/ideiasde/public_html/wp-includes/post.php on line 1151
papel | ideias de fim de semana
Warning: Illegal offset type in isset or empty in /home/ideiasde/public_html/wp-includes/post.php on line 1151

Tag Archives: papel

cores de sexta: mágico de oz em pop up

magico de oz magico de ozmagico de ozmagico de oz magico de oz magico de oz magico de oz magico de oz

Eu sou apaixonada por papel. Sim, a pessoa viciada em internet, que trabalha no núcleo digital, é viciada em papel. Adoro produzir coisas com papel, ver e ter papéis especiais, adoro mesmo. Gráfica, produção gráfica, novos formatos e tudo aquilo, é uma paixão antiga. Eu até trabalhei numa gráfica no começo da faculdade, e tenho que dizer que isso só aumentou a minha paixão pelo bom e velho pedaço de papel.

Então nem preciso dizer o quão boba eu fiquei quando vi esse livro do Mágico de Oz todo em pop up, né? Cada passada de página é uma surpresa, porque não é só o fato dos desenhos serem perfeitos e saltarem das folhas, mas o movimento que eles fazem. Gente, é inexplicável e eu nunca conseguiria traduzir isso em fotos. É tudo muito perfeito, muito colorido, muito certinho, muito encantador. Muito foda, é isso.

Além dessas páginas enormes, o livro inteiro tem umas abinhas laterais, onde está escrita a história, e cada viradinha tem outros pop ups, outras surpresas, outras coisas lindas. Tô boba até agora e pensando seriamente em comprar esse livro. E gente, pasmem, não custa os olhos da cara e, sinceramente, achei uma pechincha das boas. Tem pra vender lá na Livraria Cultura ;)

Esse livro é da chefa Ju Lisboa, que também comprou o de Alice no País das Maravilhas e da Fábrica de Chocolate. Acho que ela gostou mesmo dos livros :P

E pra começar o fim de semana com muita cor, alegria e historinhas, deixo vocês com o vídeo que mostra o livro em pop up de Alice no País das Maravilhas. É de babar :)

um talento colorido aflorado durante a guerra

Recebi esse link da querida amiga Larissa, que me mandou dizendo que achou a cara do Ideias. Fico tão feliz quando me mandam coisas assim tão lindas dizendo que lembraram do meu humilde bloguinho :)

A artista Liat Yaniv é de Israel e começou a desenhar em 1991, durante a Guerra do Golfo, quando tinha 13 anos e muito medo. Diante de um cenário de guerra, ela descobriu a felicidade numa caixa de 30 lápis coloridos e páginas de papel, e desde então o seu talento foi só se desenvolvendo. Hoje, como paper worker, Liat cria essas lindas e coloridas figuras através de recortes de jornal. Mas não é assim tão fácil como você pensa. Ela não colore, todas as cores são recortadas e montadas. É só jornal, tesoura, cola e muita inspiração. Além das imagens, Liat também cria bonecos com esses recortes. Lindos papers-toy-arts :P E tem mais coisas fofas e coloridas no blog dela.

Fiquei encantada com a delicadeza do material, e impressionada em como um talento tão colorido foi aflorado em plena guerra. Tá de parabéns ;)

um presente simples para uma amiga especial

É isso que acontece quando você precisa dar um presente para alguém especial, e na metade do mês está mais sem dinheiro do que antes de receber o salário. Então a gente faz o que pode né, porque o que importa é o carinho que se coloca no que se está fazendo.

Todo mundo sabe que Carol é uma GRANDE amiga minha (sem gracinha com o seu tamanho diminuto, ok?). Aquela amiga que você escolhe pra ser família, sabe? Que é pra quem você vai chorar, e a quem você consola. Aquela que você cuida como se fosse uma filha, briga como se fosse uma irmã, e pede força como se fosse uma mãe. Porque amiga que é amiga é assim, uma família inteira numa só pessoa, que a gente escolhe pra fazer parte da árvore genealógica do nosso coração.

E a minha pequena-grande amiga está fazendo aniversário amanhã, e tirando suas merecidas férias. Vai passar um mês longe de mim (como proceder?) e perto da mamãe, da irmã, da titia. Justo, justíssimo. E sabendo dessa viagem, que começará HOJE, preparei um presentinho simples, barato, mas cheio de amor. Carol é ilustradora e escreve melhor do que muito redator por aí. Outro detalhe da sua pessoa, é que ela é desorganizada e desmemoriada. Então, pensando em tudo isso, resolvi escolher como presente para ela um moleskine genérico, já que o original não coube no orçamento, para que ela usasse como diário de viagem, escrevendo, desenhando e anotando tudo que se passa em solo europeu, debaixo do seu salto doze. Isso vai ajudá-la a não esquecer instantaneamente das histórias, e ela ainda terá um lindo caderno cheio de boas lembranças para guardar pra sempre. Acho que foi uma boa escolha :)

E como eu não ia simplesmente entregar ele naquela embalagem horrível da Livraria Saraiva, fui personalizar uma caixinha pra ela. Fazer qualquer tipo de “arte” pra presentear Carol é um desafio, já que ela tem o dom dos trabalhos manuais e faz qualquer coisa com muito primor, então eu tive que caprichar. Usei o que eu tinha em casa, e terminei gostando do resultado :) Se eu tivesse grana, o presente era essa caixa de Godiva devidamente recheada com seus incríveis chocolates finos, mas a verdade é que eu ganhei os chocolates do meu sogro há quase 1 ano e guardei a caixa. Sim, eu guardo caixas, vidros, embalagens e fitas dos presentes.

Eu tenho alguns papéis especiais perdidos nas gavetas do escritório, e fui buscar um legal para cobrir a tampa da caixa. Encontrei esse, que é totalmente feito de fibras naturais. Foi produzido pela Bruxaxá para um projeto da Chesf, que escolheu determinadas regiões de onde foram recolhidas folhas de plantas características para fazer os papéis. Mais natural e artesanal impossível :) Claro que eu fiz de tudo para que a caixa ficasse com um bom acabamento, então coloquei ela em cima do papel, fui fazendo os vincos para marcar, vi onde precisava cortar para o encaixe ficar ideal e saiu esse corte que dá pra ver direitinho na segunda foto. Para prender, eu usei fita dupla-face apenas nas laterais da tampa, pra não colocar em cima e correr o risco do papel ficar marcado. Coloquei fita também nas laterais no lado de dentro, para fixar o acabamento. Ficou bem feito :)

Com a sobra do papel eu fiz o cartão, que levou um lacinho e foi escrito à mão com o maior carinho. A cinta para o caderno eu fiz em papel tipo kraft, para deixar claro que o presente tem um objetivo que precisa ser cumprido :P Para deixar um cheirinho agradável, usei um pouco desse pot-pourri que eu tinha em casa, com lascas de madeira e algumas sementes. Para fechar a caixa, usei essa ráfia que veio forrando uma cesta que Paolo me deu no aniversário, e que eu guardei e já usei em várias outras “artes” :P Tudo nessa vida é reaproveitamento, né? Mas com bom gosto, por favor ;)

E assim ficou o meu humilde, porém querido, presente. Para minha nada humilde (porque quem vai pra zoropa nas férias não é humilde, fecha com a cara da sociedade) porém muito, mas muito querida amiga.

Boa viagem, e feliz aniversário \o/

café da manhã leve

Gente que coisa mais linda. Por mais que todo mundo sempre faça miliuma coisas com papel, sempre tem alguém que vem e pá, faz mais bonito. Fiquei encantada com esse café da manhã, porque além de lindo e criativo, as fotos ficaram lindas. E eu adoro fotos lindas :D O acabamento do material foi feito com muito cuidado e carinho, e isso dá pra perceber de longe.

Esse material foi todo criado por Fanette G., que é uma estudante e fotógrafa de 18 anos que mora em Toulouse, na França. Ela tem um portfólio muito bom e um blog gracioso. É muito talento e bom gosto :)

Tá de parabéns :P

Página 1 de 41234