home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre quadro

quadro de escamas pra fazer em casa


quadro de escamasquadro de escamasGente que coisa linda esses quadrinhos que a Ana postou lá no A Casa que Minha Vó Queria. Além de ser lindo e fácil de fazer, dá pra aplicar diferentes formatos, texturas, cores. Adorei mesmo. E eu que tô nessa vibe de  ~mais cor por favor~ já estou pensando em fazer um desses mesclando também com uns papéis estampados. Acho que vai ficar legal, né? :D

E no post Aninha ainda linka um blog que eu não sei como ainda não conhecia. Cheio de coisas lindas, receitas, inspirações para festa e tudo mais, o You Are My Fave merece o clique e uma boa navegada pelas páginas dele. :D

E aí, é bom começar a semana com uma inspiração linda assim, né? É mais do que uma dica de decoração, fazer esse quadrinho é uma terapia. Certeza que você fica mais calma depois de cortar as bolinhas, colar, finalizar. Lindo, lindo, lindo. <3

 


uma casa cheia de brebotes


uma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesuma casa cheia de brebotesEu adoro um brebote, uma lembrancinha, um souvenir, um negocinho aqui, outro ali. Acho que é por isso que quando vejo uma decoração assim, bem cheia de coisas, eu super me identifico :P Eu não sou a pessoa mais organizada do mundo, então essa baguncinha de coisas faz eu me sentir em casa. Coisinhas estrategicamente espalhadas pela casa, cada uma com uma história, uma lembrança, um significado. Acho que uma casa cheia de coisas tem mais vida, mais história e mais alma que as outras.

Eu sei, é super chato pra limpar, pra organizar e tudo isso. Mas ainda assim é o tipo de decoração que eu gosto. Essa casa fica em São Paulo e é um loft que surgiu da união de três quitinetes. Pelo que eu entendi no post do Quarto & Sala, quem mora aí é Lídia (que eu não entendi se é atriz ou artista plástica), junto com sua bebê e sua cachorra.

São 100m2 em um único vão, com sala, quarto e cozinha. A falta de paredes deixa tudo maior, mais amplo, mais iluminado. E mesmo que a casa seja cheia de coisas, ela continua espaçosa e livre. Eu gostei, de verdade. Gostei dos quadros, das estantes repletas de coisas, dos pequenos objetos, dos penduricalhos, da mistura de culturas e religiões, tudojuntomisturado.

Eu sei que esse tipo de ambiente não agrada muita gente, mas eu gosto e tinha que compartilhar :)

Boa semana!


um breve romance com todas as coisas


Um breve romance com todas as coisas é o nome do blog de ilustrações de Carol, e esse foi o nome da exposição de dela, que começou ontem. Ela está expondo suas telas ilustradas no Açúcar e Afeto, uma lojinha super linda que tem um café e um espaço para esse tipo de evento cultural. Achei ótima a proposta do lugar e algumas fotos de lá você pode ver aqui aqui no Flickr.

A exposição reúne coisas que Carol ama, como livros, músicas, filmes e outros desenhos. E estão todos lindos :) Os quadros vão ficar lá até o dia 26 de fevereiro, e se você quiser comprar é melhor ir logo, viu? O meu já está garantido :) Aqui não estão todos os quadros que Carol está expondo, são vários que você precisa ver de perto. De verdade.

Eu sou suspeita para falar, então é melhor ir ver com seus próprios olhos :)

Finalizo o post com uma foto de Lu e Carol, sempre lindas, femininas, elegantes, charmosas, e eu sempre de jeans e camiseta :P Essas lindas!


anna terra, o quadro


Eu não consegui misturar esse post com o da exposição toda. Foi especial demais, sabe?

Quem acompanha o blog entende que eu e Carol temos um caso de amor há alguns anos, que começou quando trabalhávamos juntas, e depois no separamos, e juntamos de novo e fomos novamente afastadas uma da outra. Mas só profissionalmente, claro, já que não trabalhamos mais na mesma agência. Já que eu não tiro mais as fotos pro Small Fashion Diary. Já que não temos mais nosso bolinho de bacia da padaria, nem o café depois do almoço, nem a fugida no meio da tarde. E foi por tudo isso que a noite de ontem foi tão especial. Porque quando a saudade tem dessas coisas.

Ontem foi a vernissage (achei chic, hein) da exposição de Carol, que reuniu grandes amigos e grandes saudades. E então eu estava lá, toda trabalhada na máquina fotográfica registrando a exposição, quando me deparei com meu quadro. Isso mesmo. MEU quadro. Carol disse que tinha uma surpresa pra mim, mas eu não imaginei que ela fosse me fazer essa homenagem tão linda… Gente, eu caí em prantos automaticamente. Chorei, chorei, chorei. E depois eu percebi que não chorava só pela homenagem, mas pela saudade. Como Carol, Lucila, Miau, Myrella, Danilo e todo pessoal tão especial da Plano b) me deixa com saudades. Porque lá eu fiz mais do que contatos, eu fiz amigos de verdade, pra toda vida. E foi isso que me fez soluçar por alguns longos minutos. E eu sou dessas que se eu estou com vontade de chorar, eu choro, e não tô nem aí se tem gente vendo. Chorar não faz vergonha pra ninguém, é uma expressão tão sincera quanto uma crise de riso.

Então eu quero agradecer Carol não só pelo quadro, mas por ser assim tão especial na minha vida. Por ser tão fundamental para o meu bem estar. Porque eu percebi que períodos longos de distância dela não me fazem muito bem…

Carol, te amo <3

E vocês aguardem só um pouquinho que já já sai o post completo da exposição :)



© 2017 - ideias de fim de semana