home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre madeira

um lindo loft francês


loftfrançaloftfrançaloftfrançaloftfrançaloftfrançaOntem eu recebi um e-mail engraçado do talentoso Heitor Pontes, me passando um site de decoração de interiores e dizendo que achava que eu já conhecia todos :P Mas não é verdade, eu tenho conhecido poucos e cada vez menos, então conhecer um novo ou olhar novamente um que eu já conheço é sempre uma ótima :) E eu que não conhecia o Kikette Interiors, já adoro.

Navegando por esse blog que traz lindas fotos de casas por todo o mundo, encontrei esse loft francês e só lembrei do meu irmão Fabinho. Ele disse que amou o loft industrial em Barcelona que eu postei aqui e disse que iria morar lá um dia. Então vou postar esse aqui só pra você ficar em dúvida, tá irmão? :)

Esse edifício em Saint-ouen era uma antiga garagem para caminhões de bombeiros, e foi totalmente reformado para virar esse lindo loft. Ele tem 300m2 distribuídos em 6 metros de altura. Espaço pra dar e vender :) Os moradores atuais estudaram bem a estrutura da casa e descobriram que ela teve duas fases de construção: a parte de madeira que data de 1906 e a de ferro que é mais pra 1936. Então para acompanhar esse clima antigo da casa a decoração foi feita basicamente com peças antigas resgatadas de diversos lugares.

Preciso dizer que amei tudo e mais um pouco? Antes de tudo eu quero esse piso aqui em casa (é, eu sei que eu falo isso pra quase todos os pisos de madeira, mas esse é tão lindo…). Depois eu quero as paredes de tijolo aparente, as vigas de madeira e as clarabóias pra entrar muita luz natural.

Depois eu vou querer essa cozinha americana que mais parece um bar dos anos 50, com direito a esse piso losangular e tudo. Quero todos esses móveis antigos, os quadros gigantes, as luminárias industriais e os ladrilhos da lareira (duvido você falar três vezes bem rápido “ladrilhos da lareira” hahaha)

Mas eu só queria isso tudo pra dar de presente pro meu irmão, afinal, o loft vai ser dele, e ele vai precisar me convidar muuuito para eu aproveitar cada pedacinho desse lugar lindo :)


meu aparador de madeira envelhecida


aparadoraparadoraparadoraparadoraparadoraparadorE eu não aguento esperar muito, então aqui está o resultado final do projeto de envelhecer e personalizar uma prancha de madeira :P A minha prancha virou um apoiador na parede, sustentando por um lindo par de mãos francesas que parecem de ferro e pesadas, mas que são bem safadinhas e custaram 15 conto cada uma :P

Como eu tinha dito, a frase “all we need is love” ficou mais escura depois de passar o verniz fosco, e eu gostei bem mais. Quando a gente olha de cima vê que tem uma coisa diferente na ponta e quando vai ver o que é se depara com uma frase linda dessa :) É meio ruim de ler sim, mas e daí? Não é outdoor que a gente tem que ler rápido e entender, é o meio apoiador te dizendo uma frase de amor <3

Em cima da prancha fica o meu ferro de passar roupa antigo, também herdado da nossa casa de veraneio, e uma ferradura de cavalo que eu encontrei na hípica que a minha irmã treina. Dei uma topada nessa ferradura e decidi que ela seria o meu objeto de sorte :) Em cima do aparador também estão as rolhas dos vinhos de Paolo e de alguns espumantes meus. Eu sei que elas merecem um vidro bem lindo, mas como o que elas estavam ficou pequeno, elas vão descansar um pouco nessa cestinha :)

Além disso, eu peguei um porta-retrato antigo que estava quebrado e coloquei um postal que o meu sogro trouxe da Turquia. Türk süslemelerinden örnekler ou a arte turca das pinturas iluminadas. São postais lindíssimos, cheios de detalhes e cores, totalmente ornados de dourado. Realmente eles são iluminados. Junto dele eu coloquei o meu porta-incenso de pedra, que foi presente do meu amado amigo Fred.

Para dar uma divertida nesse aparador estão algumas bebidas e os fradinhos que eu roubei temporariamente da minha mãe para segurar um vinho que ganhei de presente. Eu adoro esses fradinhos :P


como envelhecer e personalizar uma prateleira de madeira


comoenvelhecermadeiracomoenvelhecermadeiracomopersonalizarmadeiracomopersonalizarmadeiraHá muito tempo que eu estou pra fazer esse post e ainda não tinha finalizado o projeto. Mas nada melhor do que receber visitas pra gente organizar as pendências de casa, né? E como meu pai e meu irmão estão chegando para o meu aniversário, estou dando um jeito no cafofo :P

Quando meu pai vendeu nossa casa de veraneio eu peguei algumas coisas velhas pra mim, e essa prancha foi uma delas. Ela era feia, cor de asa de barata (como bem classificou Dani), e cheia de um verniz horroroso.

O primeiro passo foi lixar, lixar e lixar. Por conta da minha alergia do inferno, essa parte ficou com o maridão :) Depois de lixada a prancha ficou muito tempo sendo apoiada em cima de dois bancos altos (também velhos da casa vendida) esperando a hora de ser envelhecida para passar a combinar com os outros móveis da sala.

Mas além de envelhecer, eu queria personalizar a prancha, então o processo não foi tão simples. Poderia ter sido muito mais fácil se a minha impressora estivesse funcionando, ou se eu tivesse me programado para fazer um adesivo recortado. Mas não, eu fui pelo caminho mais difícil.

Escolhi a frase que eu queria colocar na prancha, que pela posição ia ficar de frente para quem entrasse em casa. Então nada melhor que uma linda e positiva frase, para olhar todos os dias ao chegar no nosso lar: “all we need is love”. Então fui para o computador e escolhi uma fonte legal e que fosse fácil de cortar na mão, ou seja, que fosse bem reta. Fonte e frase escolhidas, eu fiquei com um olho no computador e outro no papel, desenhando letra por letra na medida que eu queria. Que paciência, viu? :P Ainda mais pra mim que não tenho o dom do desenho e que sou uma designer frustrada :(

Depois recortei todas as letras e peguei como molde para passar para o verso do papel contato, desses que a gente usava pra encadernar os livros da escola. Atentando para o detalhe de colocar as letras ao contrário, para que quando eu aplicasse o adesivo elas ficassem certas. Letras devidamente recortadas do papel contato, é a hora de aplicar na prancha, que deve estar bem limpinha e sem poeira.

É hora de começar a lambança :P

Primeiro você mistura Betume da Judéia com Aguarrás (que você encontra em papelarias e lojas de artesanato), numa proporção que pode variar de acordo com o tom que você quer dar para madeira. Quanto menos Aguarrás, mais escuro vai ficar. Começa com uma proporção de 1 medida de Betume para 2 de Aguarrás e vai vendo o tom. Então é espalhar essa mistura com um um pincel largo, passando bem delicadamente onde estão coladas as letras. Não tem problema se vazar um pouco pra dentro da letra, é ate natural que vaze por conta das fibras da madeira.

Se quiser um tom mais escuro pode passar una segunda mão, mas se não é só esperar secar, tirar os adesivos e lixar de novo. Quando você lixa deixa o tom de envelhecido, entao é bom lixar bem nas extremidades e deixar um pouco disforme, pra ficar com essa cara de velho mesmo. Eu ainda finalizei com um verniz fosco, também dissolvido em Aguarrás, pra dar o acabamento. Foi legal porque além dele dar uma distribuída no tom escuro, ele levou um pouco do Betume para cima da frase, deixando ela mais natural e mais discreta. Aí pronto :)

Aí é só arrumar uma linda mão francesa ou pendurar por ferro mesmo. Fica legal, né? Mas eu só mostro o resultado final no próximo post, que vai trazer também o que eu arrumei pra decorar minha nova-velha prancha de madeira :)


castello di semivicoli, um hotel de luxo na itália


Castello di SemivicoliCastello di SemivicoliCastello di SemivicoliCastello di SemivicoliCastello di SemivicoliCastello di SemivicoliCastello di Semivicoli

Tem como a gente se apaixonar por um lugar para onde nunca foi? Sentir saudade de coisas que nunca viveu? É exatamente assim que eu me sinto quando vejo lugares lindos na Itália. Eu sou uma verdadeira apaixonada pelo país em formato de bota, sem nunca ter colocado meus pés lá.

Sou apaixonada por massas, pães, queijos, acho que a única coisa que eu preciso realmente aprender a gostar é o vinho. Mas eu adoro o clima da Itália, principalmente da cidades menores. Até o destino me fez casar com Paolo, descendente de italianos. Significa?

Já falei mais de uma vez aqui sobre meu desejo de me aposentar e ir morar na Toscana, numa casa de pedra e madeira, rodeada por um jardim lindo cheio de flores, com a minha horta, meu pomar e minha internet, claro :P

Foi por isso que quando Raphinha Aretakis, do raphanomundo, me passou esse link dizendo que achou minha cara, na mesma hora eu falei que ia virar um post. Eu sei que esse é um hotel de mega luxo por lá, mas ele não perde esse clima “italianinho”, sabe? Fiquei encantada.

O Castello di Semivicoli fica em Abruzzo e foi construído entre os séculos 16 e 17. Foi transformado em hotel de alto luxo pela família Masciarelli, proprietária de vinícolas, que podem ser visitadas pelos hóspedes. É impressionante como as construções européias dessa época me dão uma saudade… Acho que vivi nessa época por lá :)

Para ler mais sobre esse lugar lindo, tem um post completo no Revista Adega sobre ele.

Estou encantada, e só me faz lembrar que um dia eu preciso visitar a Itália. O quanto antes.

 



© 2017 - ideias de fim de semana