home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre planta

a beleza e as delícias do tio pepe


O Tio Pepe é um restaurante muito gracioso aqui do Recife. Inaugurado na década de 60, ele foi, ao longo dos anos, se tornando cada vez mais bonito. José Garrido, o tio Pepe, veio da espanha para o Brasil, e se apaixonou por uma pernambucana. Casou, criou quatro filhos e abriu o restaurante, que é um sucesso há muitos anos.

O lugar além de lindo, gracioso e super arborizado, inspira alegria e bom humor. Dona Pepa, que se auto-intitula Diretora Superintendente da Gerência Geral e zela pelo bom humor da equipe, se mostra muito competente. O cardápio além de ser cheio de opções suculentas, também é muito divertido. Em cima de cada mesa, um pequeno estandarte traz a descrição dos pratos. De entrada pedimos o Bumbum-boom de Sereia, que é a cauda de filé de pescada amarela à milanesa, servida com dois molhos da Chefa Dona Pepa. O prato principal foi a Porca Vulcânica, excelente dica do meu querido Eden, que é o filé inteiro de porca preparado na brasa, regado ao molho do Chefe. Acompanhado de vulcão de feijão frito, com lavas de creme de leite, pimentão sem pele assado na brasa e bolachões de macaxeira estalante. “Um luxo” muito do gostoso. A sobremesa eu não fotografei porque não resisti e quando vi já tinha detonado ela inteira… Mas foi um Doce de Leite Bêbado, que é uma “mistureba de doce de leite, claras em neve e uma boa dosagem de vinho do Porto, geladíssimo!” Foi de babar.

Cada detalhe da decoração é um flash hahaha :) E olhe que eu não fotografei nem metade. Tive vontade de levar todos os tachos pra casa, as cabaças coloridas, todas as latas de leite, metade das plantas e o tatu altamente sensual também. O lugar é todo lindo, a decoração é criativa, o atendimento é excelente e a comida é maravilhosa. A cozinha é aberta, e mostra bem a sua organização e higiene para quem quiser ver. Uma excelente opção para quem está no Recife, e não precisa se assustar com o preço que é acessível, mas se você for pirangueiro demais pode comer no cachorro quente da esquina :P

Eu fui e vou voltar muito, sem dúvidas.


we heart primavera



Nós do hemisfério sul comemoramos o equinócio de primavera no dia 21 de setembro. É quando o inverno se vai, e o dia e a noite começam a ter a mesma duração. Aqui em Recife não temos as estações definidas, mas cada um vive a primavera do seu jeito. Eu escolho viver a primavera com cor. Adoro as flores, mas pra mim a primavera é mais do que isso. É a cor, a luz, o clima e a energia da primavera.

Para celebrar o início da estação mais linda do ano, as bruxas usam guirlanda de flores, pintam ovos de galinha (ritual que inspirou a troca de ovos de páscoa), dançam e celebram a fertilidade. Os rituais, as celebrações e a meditação, podem contar com os incensos, velas, pedras e ervas da estação.

Incensos: violeta africana, jasmim, rosa sálvia e morango.
Cores das velas: dourada, verde, amarela.
Pedras preciosas sagradas: ametista, água-marinha, hematita, jaspe vermelho.
Ervas ritualísticas tradicionais: bolota, quelidônia, cinco-folhas, crocus, narciso, corniso, lírio-da-páscoa, madressilva, íris, jasmim, rosa, morango, atanásia e violetas.

A primavera é uma estação mágica, que me inspira amor. Um amor pela vida e pela natureza. Me dá vontade de fazer picnic, de caminhar no bosque (se aqui tivesse um) de encher a casa de flores e de sair por aí com uma guirlanda de flores na cabeça. Aproveite a primavera para cultivar a felicidade, ela faz muito bem :)

Essas e outras fotos lindas estão todas com os seus devidos créditos lá no meu We Heart It, que eu entrei recentemente mas é onde se encontra facilmente lindas e inspiradoras fotos.

Aqui, mais alguns posts em clima de primavera.

Os jardins de Monet

As belas e as feras

Festa rosa e amarela

Union Square Greenmarket

A casa com jardim de suculentas

Cor na minha sexta-feira

A delicadeza da sakura

Pura Poesia



feijoada do vovô hortêncio



O vovô Hortêncio não é o meu avô, mas a feijoada dele é uma delícia. É um carrinho no meio da rua, que serve uma das melhores feijoadas que eu já comi na vida. O clima do lugar é excelente. Fica em Setúbal, numa das áreas mais arborizadas da Zona Sul do Recife. Eles tem algumas cadeiras, bancos, mas nada de mesas. A prefeitura não deixa, sacomé né. Então os veteranos já levam o seus banquinhos a tira colo.

Eles são super organizados, e o atendimento é excelente. São várias pessoas trabalhando de boa vontade, e bom humor. Quem frequenta a feijoada termina conversando com quem tá do lado, porque já viu por lá outra vez, ou pra puxar assunto mesmo. E assim tudo vira uma grande festa. Parece que todo mundo tá em casa. Fui com minha mãe e meu querido-amado-amigo-professor Fred, e nos divertimos de verdade.

Eles só funcionam no fim de semana, e se quiser comer é melhor chegar cedo. A feijoada do vovô Hortêncio sempre fica lotada, e o pessoal dá conta de comer tudo antes das 14h da tarde. Chegamos tarde no sábado, e a nossa foi a última feijoada do dia, por sorte. Passamos o dia entre muitas risadas, cervejas, cervejas, cervejas e feijoada, claro. E eu não posso esquecer de comentar como essa couve estava deliciosa. Posso dizer que foi a melhor couve que eu já comi? Tá, brigada.

Eu confesso que adoro lugares simples, bons e baratos. E esse é um deles. Troco fácil um almoço num restaurante bacana, por uma tarde em pé na calçada comendo dessa feijoada.

E como o sábado não acaba quando a pança tá cheia, eu e Fred ainda fomos dar uma volta na beira mar. Fomos conversando e andando, pra fazer a digestão. Mas claro que isso tinha um objetivo. O meu objetivo foi com recheio de frutas vermelhas, e o de Fred foi uma delícia de objetivo com biscoito, lá na Dalena.

Faço gordices e sou feliz. Entre para o clube você também :D



© 2017 - ideias de fim de semana