home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre publieditorial

massa cremosa e crocante


penne vitarellaReceita Premiada Vitarellapenne vitarellapenne vitarellapenne vitarellapenne vitarellaMacarrão com salsicha é o meu prato preferido. Pronto, é isso. Sabe aquele prato que te quebra na emenda, te deixa com água na boca só de pensar e que você comeria no café da manhã, almoço e jantar? Pronto. No dia-a-dia eu tento levar uma alimentação mais saudável, sabe. Muita salada, peitinho de frango, pouco açúcar, pouco sódio. Mas se quiser me fazer mudar de rumo, coloque um cachorro quente ou um macarrão com salsicha na minha frente. Assim vai-se minha fé na dieta hahaha :)

Aí quando a Vitarella me convidou pra fazer uma receita, e me mandou um kit bem recheado de produtos, meus olhos bateram no Penne Vitarella e eu pensei: não vou conseguir fazer outra coisa. Por gostar tanto, apesar de não comer muito, eu sempre tento fazer uma receita diferente para o meu adorado macarrão com salsicha. E essa ficou bem gostosa, misturando uma textura cremosa e crocante ao mesmo tempo.

Vou compartilhar com vocês a receita aqui, mas fiquem espertos. É bom ir se inspirando que hoje começa o Concurso Receita Premiada da Vitarella, que vai dar até R$2.000,00 em vale-compra para a receita vencedora. Participar é bem fácil. Você pode inscrever quantas receitas quiser, mas tem que ser aquelas que você faz com carinho, sabe? Com os seus ingredientes favoritos e que deixa todo mundo com água na boca. Aí é só pegar essa receita, inscrever no site da Vitarella e começar a divulgar. As 50 receitas mais votadas no site vão passar por uma comissão julgadora, que vai eleger as 10 melhores para serem preparadas pelo Chef Wellington, num evento todo especial. Nesse dia, eu, Juliana do Pitadinha e Ana do A Casa Que Minha Vó Queria vamos experimentar as 10 receitas, dar o nosso voto e de lá sairá a grande vencedora. Legal, né? E então, o que tá esperando? :D

Pra dar uma forcinha, aqui vai a receita simples da minha massa cremosa e crocante, mas vale ser receita doce ou salgada, tá? Primeiro você vai cortar 1 cebola em pedacinhos e colocar pra refogar no azeite. Enquanto isso, pode ir ralando 1 linguiça calabresa e 6 salsichas. Junte um pouco de alho ao refogado e, em seguida, misture a linguiça ralada. É bom deixar a linguiça refogar bem pra ir soltando a gordura e ajudar no refogado da salsicha. Então pode juntar as salsichas raladas e mexer até dar uma secadinha. Nessa etapa eu já gosto de começar a temperar, com pimenta calabresa e orégano. Não precisa colocar sal, já que a linguiça e a salsicha já são bem salgadinhas, né.

Aí depois do recheio ficar bem refogado, você pega uma lata de tomate pelado e, se tiver com paciência, passa na peneira pra descer só o sugo mesmo. Aí não entra o bagaço nem as sementes do tomate. Mas se tiver com preguiça coloca com tudo mesmo. ;) Aí deixa ferver bem e, se quiser, coloca um pouco de água e deixa ir fervendo e evaporando, pra ficar bem cozido. Enquanto isso coloca pode ir preparando o Penne Vitarella conforme as instruções da embalagem. Também já pode pegar umas 4 folhas grandes de acelga e cortar só o talo. As folhas pode reservar pra uma saladinha de acompanhamento. ;) Aí pega esses talos e corta em tiras não muito finas, e reserva.

No final, pega duas colheres bem cheias de requeijão e mistura no molho. É isso que vai deixar a massa bem cremosa. Depois que desmanchar todo o requeijão é a hora da mistureba. :) Numa travessa mistura a massa com o molho e, só na hora de servir, coloca a acelga. Ela vai dar uma amolecida por conta da temperatura do prato, mas vai continuar crocante. E esse prato foi uma grata surpresa de texturas. Uma massa cremosa bem saborosa com uns pedacinhos crocantes.

E aí, deu pra inspirar? Então vai logo se inscrever no Concurso Receita Premiada, que é até o dia 30 de novembro. E pra ficar por dentro de tudo, acompanha o Facebook da Vitarella, que vai ter muita coisa bacana por lá. Ah, e se depois desse prato deu vontade de comer alguma coisa doce, que tal um brigadeiro de colher carinhosamente preparado pelo amor, pra comer com bolacha Maria Leite? Hummmm!maria leite vitarellaEste post é um publieditorial.


o show de alanis morissette


Alanis no Chevrolet HallAlanis no Chevrolet HallAlanis no Chevrolet HallAlanis no Chevrolet HallAlanis no Chevrolet HallAlanis no Chevrolet HallSabe aquele dia em que tudo meio que dá errado? Correria no trabalho, coisas pendentes pra fazer, aquele risco de não dar tempo de sair na hora, a comida que não faz bem, o treino na academia que vai mal. Enfim, um dia turbulento que precisava terminar bem. E terminou bem, muito bem. :)

Acho que a última coisa que deu errado no dia foi não ter conseguido ir pro meet & greet e tirar a minha foto com a Alanis… Manoel até tinha desenrolado um cartaz do show pra ela assinar, que seria o presente de aniversário de Fabinho, meu irmão e fã dela. Mas infelizmente não rolou… A parte que me consola é que ninguém estava conseguindo pegar autógrafo, apenas tirar uma foto rápida com ela. Então Fabinho, fica triste não cara. Se eu não consegui pra você, ninguém também conseguiu. :P

Mas e aí que começou o show!  O Chevrolet Hall estava mais cheio do que eu imaginava para um show na quarta-feira, tenho que dizer. Mas estava aquele cheio confortável, sabe? Todo mundo no seu espacinho, coisa linda. :D Primeiro que eu achei massa que o camarote dava acesso ao frontstage também. Desculpa aí a ignorância se isso é de praxe, é que a pessoa aqui não é lá muito acostumada a esse tipo de mordomia hahaha :) Então começamos a ver o show lá da frente, e tava ótimo. Tranquilo e vendo tudo bem de pertinho. E não é que ela tá linda mesmo, gente? Nem é foto nem nada. Ela tá um espetáculo de mulher.

Agora o que me deixou mais encantada mesmo foi a voz dela. GENTE, QUE VOZ. Só gritando em caps mesmo, viu? Porque a mulher arrasa demais cantando, gritando, tocando gaita, batendo cabelo. Foi lindo. E, claro, que ela tocou os clássicos, né? Continuei enrolando em You Learn, mas devido a gritaria do público ninguém percebeu :P Entre outras músicas que ela tinha que tocar, né? Ironic, You Oughta Know e, claro, finalizou o show com Thank U. :)

Depois de algumas fotos lá de baixo, subimos para o camarote pra ver e ouvir tudo lá de cima. Estava tranquilo, ficamos sentadinhos, eu e meu amor. Foi massa demais. E posso até dizer, que agora eu gosto mais de Alanis do que nunca. E que o próximo show a gente possa ir juntos, Fabinho. :D

Alanis no Chevrolet HallEsse post é um publieditorial.

 


eu e alanis morissette


alanisEu não sou uma pessoa muito musical. Não tenho ídolos da música, sabe como é? Minha vida não tem bem uma trilha sonora. Talvez ela seja uma uma playlist bagunçada com todos os estilos do mundo, que vão da minha infância até hoje. Mas a gente sempre tem músicas que nos transportam pra uma época, um lugar, uma situação, né?

E quando eu escuto Alanis eu sou automaticamente transportada pra uma época que eu assistia a clipes da MTV na TV e ficava achando incrível ela catando Thank U peladona com aqueles cabelos enormes. Que eu ficava enrolando a língua cantando You Learn, sem saber a letra certa. Que eu me achava incompreendida e tinha certeza que Ironic era a história da minha vida. Época em que se ouvia piadinhas sobre você morre uma vez e Alanis Morissette. É um sentimento bom de nostalgia, sabe? Bom de verdade.

Aí agora, três anos depois do primeiro show em Recife (que eu perdi), Alanis volta pra cá. No dia 12 desse mês ela vai estar lá, no Chevrolet Hall, com a turnê do seu novo CD, o Havoc and Bright Lights. Com músicas diferentes das que eu ouvia, e com um cabelo bem diferente do que cobria seu corpo no clipe Thank U, ela vai estar lá, toda linda. Por sinal, e como está linda, hein? Ah, e eu também estarei! Linda não, mas lá no show sim. ;)

E mais do que no show, eu estarei no camarote e, em seguida, no CAMARIM. Gente, eu nunca fui tietar ninguém em camarim, morro de vergonha hahaha. Mas o convite foi feito e aceito, e lá estarei eu, tirando fotos, desenrolando meu inglês e, quem sabe, até pedindo um autógrafo. :P Depois eu conto aqui como foi essa experiência de viver uma adolescente novamente.

E quem também quer fazer companhia pra gente, e não quer esperar mais alguns anos pra ver aquela das sete vidas ao vivo, ainda tem tempo de comprar o ingresso aqui. E não tem desculpa de estar sem grana, porque o preço tá super justo e ainda rola dividir em 5x no cartão.

E aí, vamos ou bora? E se quiser ir esquentando os motores, preparei essa playlist do amor pra ir ouvindo até o dia do show. Tem os clássicos e o CD novo também. Afinal, quem nunca ficou em casa ouvindo as músicas pra decorar a letra antes do show? :P

alanis
Este post é um publieditorial.

televisão na decoração


televisao na decoracaotelevisao na decoracaotelevisao na decoracaotelevisao na decoracaotelevisao na decoracaotelevisao na decoracaoEu cresci numa casa com uma pessoa apaixonada por televisão, chamada minha mãe. Com 37 anos de trabalho numa emissora de TV, ela assiste porque gosta, porque precisa, porque se diverte e tudo mais. Ela sempre disse que, por ela, tinha televisão até no banheiro. E aqui em casa sempre foi cada cômodo com uma. Umas pequenas, outras maiores, mas sempre tinha uma.

Depois que eu me mudei eu percebi que eu nem sou muito de ver tevê. Gosto de ver filme, seriado, essas coisas. Mas paro pouco pra assistir mesmo. Mas parece que é praticamente como a cama em que você dorme, parece que a gente tem que ter em casa. E é bom ter, né? Colocar um dvd pra rolar quando recebe uns amigos, garantir o videogame do namorado e tudo mais. No fundo, no fundo, todo mundo gosta de televisão.

E agora que a cada mês lançam uma maior, mais moderna, mais fina, mais isso, mais aquilo, as televisões estão cada vez mais presente na decoração das casas. Sejam em cima dos racks, penduradas, embutidas, são mil formas de usar pra incluir esse item quase obrigatório nas nossas casas. Quando a Casa do Suporte me chamou pra conhecer o site primeiro eu pensei: nossa, tem uma loja inteira dedicada a suportes de tevê! E não é que tem. São mil formas de usar, articular, pendurar, tudo pra facilitar a inclusão da tevê na nossa vida.

Olhando o site eu comecei a ver mil possibilidades de usar as televisões. Então fui lá no Houzz e pronto, na mosca. Achei várias referências bacanas pra compartilhar aqui. :) Tem umas pessoas que embutem na parede e pintam um trecho pra destacar a área da tevê, mas tem quem use um verdadeiro painel de madeira mesmo. O que é ótimo para esconder os fios e madeira é sempre uma boa pedida, né? Gosto quando usam molduras e até quando a televisão é colocada dentro das estantes ou entre os quadros. Acho que deixa ela mais natural no ambiente.

Também achei várias referências de televisões em todos os cômodos. Seja nos banheiros, cozinha, quartos, sala e até nas áreas externas. Então eu vi que muita gente pensa que nem mamãe e também querem uma telinha em cada canto. E aí, gostaram as inspirações?

televisao na decoracao* Este poste é um publieditorial



© 2019 - ideias de fim de semana