home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre restaurante

a comida deliciosa do restaurante oca gourmet


restaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocarestaurante ocaPapai começou as comemorações do aniversário dele na quinta-feira, lá em Santos, num jantar para os amigos, no Oca Gourmet. Angélica organizou super bem as coisas, e foi naquele esquema de escolher o cardápio resumido antes e deixar pro pessoal fazer o pedido do menu de entrada, prato principal e sobremesa na hora. O restaurante é lindo e super aconchegante. Alguns probleminhas de atendimento, mas entre tantas taças de proseco e chopps Heineken eu nem percebi. Mas o que me chamou a atenção mesmo foi a comida. Gente, que comidas incríveis.

Sabe quando você vai comendo e vai fazendo involuntariamente aquele sinal de “sim” com a cabeça? Pronto. Foi assim desde as entradas. Aqui pra nós, eu nem gosto de queijo de cabra… Mas esse “pastelzinho” com a geléia de abacaxi tava coisa divina. Eu fui muito feliz na escolha da minha salada pra entrada. Apesar as folhas super montadas, eu apenas cortei tudo (mal aê, Glorinha) e mandei essa combinação perfeita de queijo brie e tomate seco pra dentro. Como é que uma salada tão simples pode ficar tão gostosa? Sério, chamou a atenção.

No pedido dos pratos, eu fui a única da nossa mesa que pedi peixe, e não me arrependi. O filé estava uma delícia, frito sequinho, maravilhoso. E o torteloni que acompanhou estava levinho, tudo combinou muito bem. Claro que eu não sou besta nem nada, e fui dar uma bicada no risoto de alho poró de papai, e estava perfeito. E olhe que risoto é aquela coisa, né? Ou está muuuuito bom, ou está péssimo. Ainda bem que foi a primeira opção :D

E as sobremesas… Ahhh as sobremesas… Claro que entre tapioca e churros, eu fui de churros,  né? Sair de Recife pra ir comer tapioca em Santos é sacanagem hahaha :) Até porque provei a tapioca, mas considerando que meus critérios foram formados entre Olinda e Recife, acho que faltou um bocado pra ser aqueeela tapioca, sabe? Mas como eu fui de churros com doce de leite não teve erro. Churros sequinho, quentinho, tive vontade de comer um balde inteiro disso, sério. Rezava por mais espaço na minha barriga.

E era engraçado ir comendo e reparando nas pessoas, porque foi unânime. A comida agradou a todo mundo, todo mundo comendo feliz e satisfeito. Eu fiquei na curiosidade de voltar lá pra conhecer o cardápio da casa, sem ser esse reduzido pra festa, que deve ser incrível. Então quem tiver pela baixada santista em busca de uma comida inesquecível, dá um pulo lá no Oca Gourmet que você não vai se arrepender.

E eu, como fotógrafa da festa, registrei minha presença com um selfie básico hahaha :)

restaurante oca

a linda casa estrela


Eu não sei bem por onde começar a falar da Casa Estrela… Tem tanta coisa ao mesmo tempo. É um lugar lindo, que serve uma comida deliciosa, que tem uma proposta de arte e gastronomia mas que, antes de qualquer coisa, é a casa de Rafael e Luisa. Ok, acho que já sei por onde começar. :)

casa estrelaRafa e Lu são um casal muito querido, dessas pessoas que você quer sempre por perto, sabe? Pronto. Recém casados, eles moram nessa casa linda, que também é o estúdio fotográfico de Rafa. E só de entrar pelo portão você já sente a energia boa do casal por todo canto. Nos pequenos detalhes da decoração, nas plantas, nas luzes, nos gatos, em tudo você consegue sentir um pouco dos dois. E é isso que faz toda a diferença na Casa Estrela. Porque você entra, é recebido pelos anfitriões e automaticamente se sente em casa.

casa estrelacasa estrelacasa estrelacasa estrelacasa estrelacasa estrelaA casa, enquanto Casa Estrela, tem essa proposta de arte e gastronomia, que harmoniza muito bem (com trocadilho). Todas as sextas-feiras eles abrem as portas para receber amigos, convidados e todos os interessados em uma boa comida num lugar legal. Tem exposição de artistas locais que está sempre mudando, então além de ir pra comer e beber, você pode admirar e comprar um pouco de beleza. Cada sexta-feira um chef é convidado para montar o menu do jantar, e o esquema é preço único pelo menu completo, com entrada, prato principal e sobremesa. Alguns dias antes eles divulgam na página da Casa Estrela no Facebook quem será o chef e qual será o menu, então é só ligar pra reservar sua mesa e curtir uma noite deliciosa.

Na noite que eu fui o chef foi o super simpático Pedro Godoy. Gente, ele é um moço de 22 anos que arrasa muito. Ele dá aula da Oficina de Chefs e foi o responsável pelo menu da noite, que eu tive o prazer de degustar junto com minha amada Ju, do Pitadinha.

casa estrela

casa estrelacasa estrelacasa estrelacasa estrelacasa estrelacasa estrelaVocês vão desculpar aí a minha falta de memória para o nome dos pratos, e também para todos os ingredientes. Mas eu tenho que dizer que tudo estava incrível! A salada de salmão com tangerina de entrada foi leve e suculenta. O arroz negro com shitake e camarões de prato principal encheu os olhos e a boca d’água. E a sobremesa, MINHA GENTE, que sobremesa! Uma versão especial de queijo coalho com goiabada e sorvete de coco, foi inesquecível.

E sabe o que é o mais legal? É sentar na sala da Casa Estrela, ou ir lá fora pegar um ar fresco, tomar uns bons drinks, jogar conversa fora, enquanto podemos ver o chef comandando as panelas do nosso lado. Sim sim, é tudo aberto. É uma experiência, minha gente. Aí ele vem tão lindo explicar o que nós vamos comer, o que tem em cada prato, coisa fina mas sem frescura, sabe? Porque ao mesmo tempo que estamos falando de uma gastronomia alto nível, estamos falando da casa de Rafa e Lu, sabe? É o equilíbrio perfeito.

Então fica ligado que HOJE é dia de Casa Estrela! Fica de olho lá na fanpage deles e acompanha. Porque vale a pena viver um pedaço disso, viu. :)

Bom fim de semana, gente!

casa estrela

a comida ritual do burgogui, o coreano


burgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiburgoguiTem dias que até quando tudo dá errado, alguma coisa dá certo pra salvar, né? Sexta-feira passada um monte de coisa deu errado, energias pesadas rondaram, coisas estranhas aconteceram e até o jantar que estava marcado com Ju, do Pitadinha, deu pra trás de última hora. Mas, como nem tudo está perdido, imprevistos bons também aconteceram e eu terminei indo parar no Burgogui por acaso, se supetão, e foi maravilhoso.

O Burgogui é um restaurante coreano aqui de Recife, que sempre que eu vou eu me pergunto porque passei tanto tempo sem ir. O lugar é simples e maravilhoso. A comida é sensacional, a experiência inteira é ótima, o atendimento é super simpático e gentil, e até a cerveja é gelada. Se isso não melhorar o dia mais difícil de qualquer pessoa, eu não sei o que melhora. :)

Assim que você pede o seu prato chega a traidicional sopinha com queijo de soja e tal, temperadinha, e uma toalhinha quente pra você higienizar as mãos, afinal, é com elas que você vai comer. Sim, come-se com as mãos. Depois tem que pedir Mandú de entrada, que são esses pastéis coeranos recheados de carne e temperinhos. Eles acompanham um molho de soja delicioso e vão muito bem com uma cervejinha gelada, caso seja do gosto do freguês. :D

Depois é a hora de pedir o Burgogui. Sim, o churrasco coreano que leva o nome do restaurante. Ele é preparado na mesa e eu já experimentei as versões de carne e shitake, e as duas são deliciosamente aprovadas. E com a versão shitake você pode chamar seus amigos veganos e ser feliz. :D O “churrasco” é preparado nesse suporte aquecido num fogo a gás e com esse caldo temperado ao redor. A carne vem fatiada fininha e temperada, e fica pronta rapidinho. As guarnições são essas da foto e você monta do jeito que quiser. Mas, claro, tem todo o ritual.

Primeiro, você pega o alface e coloca na palma da mão. Ele será seu “prato”. Então você coloca a pastinha de soja e começa a montar com o que quiser, lembrando que a ideia é que a folha de alface feche numa trouxinha que caiba inteira na sua boca, mas confesso que muitas vezes eu mordo e faço a maior bagunça hahaha :P Pra mim os melhores acompanhamentos são, de longe, a acelga apimentada (que eu vou tentar fazer em casa de todo jeito) e o amendoim caramelado. Além disso, tem a batatinhas carameladas, broto, arroz grudadinho e, claro, a carne. Então é fechar isso, colocar na boca e se deliciar com a explosão de sabores. Sério, é inesquecível.

E claro que mesmo depois de estar cheia eu continuo petiscando a carne, o amendoim, como se nada… :P E pra fechar com chave de ouro tem uma dica de quem conhece a casa: pede o viagra. Com promessas de que levanta até defunto, o viagra nada mais é do que uma mistura do arroz que sobra no potinho com o caldo temperado do churrasco e os pedaços de carne assada que sobraram. Aqui pra nós, é uma das melhores partes do jantar. Depois disso é pedir a saideira, a conta e o troco. Ah, e lembrar de não passar de novo tanto tempo sem ir, porque o lugar vale super a pena e nem é caro. E então, pensando em reunir a turma pra uma confra e não sabe onde? Então um problema a menos na sua vida, leva geral pro Burgogui! :D

Bom fim de semana, gente!


recortes do final de semana


corangelicaangelicaseu vitalfabitomalustelacachorro pretooficina do saboroficina do saboroficina do saborboteco e bistroliaSó porque hoje é sexta-feira e me deu vontade de começar de novo o final de semana passado, com feriado e família. Tem coisa melhor do que receber em casa a família que mora longe? São sempre dias tão bons, tão felizes e, infelizmente, tão corridos. Dias entre muita risada, saudade, comidas, bebidas, histórias, passeios. Dias que deveriam acontecer mais vezes e, cada um, durar muito mais. Né? :)

Pai, Angélica, Fabinho, Malu, Mamis: amo vocês. <3

E um bom fim de semana a todos \o/

 



© 2017 - ideias de fim de semana