home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre restaurante

as delícias do capitão lima


capitao lima Eu adoro o Capitão Lima. Nem lembro desde quando eu conheço e frequento, só sei que gosto muito. Seja pra ir tomar uma e petiscar, seja pra almoçar, ou seja pra fazer um pouco dos dois ao mesmo tempo. E foi assim que fizemos num almoço super feliz dia desses. Eu, Dani (do Ricota Não Derrete), Ju (do Pitadinha) e Ely (do coração) conseguimos tirar nosso encontro do papel e brindamos, papeamos e, claro, comememos muito. :D

capitao limacapitao limacapitao limacapitao limaO chef e proprietário Rafael Chamie foi super receptivo, e nos enviou algumas entradas pra gente ir tomando nossa Terezópolis gelada. O conhecido chips de batata doce é, sem dúvidas, uma das melhores opções pra acompanhar a cervejinha. A gente experimentou a entrada que é lançamento lá, que é o francezinho pomodoro que é tipo uma brusqueta crua com queijo, deliciosa. Ah, e ele ainda mandou um compilado de caprese, batatinhas com manteiga marrom e espinafre com alho. Eu tive que parar de comer pra poder começar a pensar no prato principal hahaha :P

Ju foi certeira num dos meus pratos preferidos de lá: tropeirinho de azuki. Temperado com linguiça e curry, esse tropeirinho é inesquecível. Ele tem no cardápio como entrada e também como acompanhamento de alguns pratos, mas a verdade é que as vezes eu penso em ir pra lá pra comer só ele. Dani, que é vegetariana, foi no croquete integral de soja com penne. Gente, esse prato é uma delícia. Sério, eu indico pra todo mundo desde que eu experimentei. É suculento, saboroso e super bem servido.

capitao limacapitao limaEu dividi o prato do dia com Ely, um pernil de carneiro à nova capela, que é simplesmente I-M-O-R-A-L. Gente, o pernil vem desmanchando, coberto com esse alho crocante e um molho delicioso. É inesquecível. O prato do dia acompanha salada, aquelas batatas com manteiga marrom e arroz de brócolis, que nós gentilmente pedimos pra trocar pelo rubacão do prato original. Eu nunca tinha comido rubacão e me perguntei como sobrevivi 27 anos sem isso. Gente, é uma delícia! Tipo, sem exagero, eu já não aguentava mais comer e ficava dando mini garfadas direto no pote pra ir sentido o sabor. Sério, delicioso e dá vontade de comer de novo só de pensar.

capitao limacapitao limacapitao limacapitao limaMas como eu sou adepta da máxima “estômago de doce é outro”, mesmo depois de estar totalmente entupida de comida, eu resolvi partir pra sobremesa. Lá tem várias opções que são incríveis. Até postei no instagram dia desses o pudim com bolo e calda de café. Mas desde que eu vi na fanpage do Capitão Lima a tortinha de macã, eu sonhava com ela. Ela nem está no cardápio ainda, mas eu tive que pedir. E olhe, ainda bem que eu pedi. Geladinha, crocante e cremosa ao mesmo tempo, com um sabor leve e delicioso. Eu nem consigo descrever. Foi perfeito pra fechar esse almoço com chave de ouro. E se você me perguntar o que é o melhor lá, eu nunca vou conseguir dizer. Pode até fazer escolha cega no cardápio que eu tenho certeza que o que vier, vai ser gostoso. Pode voltar lá AGORA? :P

capitao limaAh, e como nem só de comidas gostosas se faz um almoço feliz, o ambiente também é ótimo. Tem vários espaços, com e sem ar condicionado. Tem até lá atrás, perto da cozinha, ao ar livre. Como não querer passar uma tarde inteira comendo e bebendo nesse lugar?

capitao limacapitao limaEnfim, está feita aqui a minha declaração de amor ao Capitão Lima, que com certeza é um dos poucos lugares onde, até hoje, tudo que eu comi foi delicioso. E pra onde eu, sem dúvidas, voltarei várias vezes. :D

* Este post NÃO é patrocinado. É de coração. <3


o incrível butcher’s market


butchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketbutchers marketSó pra contextualizar vocês antes de tudo, são quase 1 hora da manhã e eu estou sentada na frente do computador, fazendo esse post, enquanto minhas entranhas se matam pra digerir a quantidade enorme de carne, bacon, queijo e molho barbecue que eu coloquei pra dentro lá no Butcher’s Market. Deu pra sentir o peso na consciência? Então pra não sofrer sozinha, eu vim aqui compartilhar logo com vocês esse lugar lindo que serve comidas deliciosas, porque você não merece esperar mais um dia.

Foi um jantar em família, reunindo eu, papai, meu irmão, e meus primos que são quase irmãos também. Coisa linda, feliz e rara. E o lugar escolhido foi esse, o Butcher’s Market que Fabinho já tinha ido conhecer pra comemorar o aniversário dele. Gostou tanto que voltou levando a gente menos de uma semana depois. Já deu pra ver que é boa a coisa, né? Pena que eu (ainda) estou sem câmera e as fotos do iPhone no escuro não fazem juz ao lugar e a suculência das comidas. Mas acredita em mim, não é qualquer coisa não. É coisa incrível.

De entrada umas onion rings gigantes com maionese picante. Logo pra mim, que tenho sérios problemas com cebola, uma fatia desse tamanho… E não é que tava uma delícia? Frita no ponto certo a cebola estava docinha e mole na medida certa, apesar do corte grosso. E eu também não sou chegada em maionese (tudo errado, hein), mas essa picante da casa estava de repetir a cada mordida. Pra acompanhar, uma Sol mexicana que é suave e estava super geladinha. Coisa linda. Coisa certa.

Pra jantar eu fui de 180g de carne de hamburguer mal passada com alface, tomate, muçarela, bacon e molho barbecue da casa. Aquele que não tem erro, sabe? Só que melhor. E tive o prazer de experimentar o sanduíche de fraldinha marinada e grelhada com pimentões, cebola, cogumelos frescos e três queijos, que foi o pedido do meu irmão. Gente, é uma coisa imoral de boa. Sério. E pense numa história bem servida, porque eu tô até agora passando mal de tanta comida que eu botei pra dentro, e já faz quase 3 horas que eu parei de mastigar. Então imagina.

Infelizmente depois disso tudo meu bucho ficou sem espaço pra sobremesa, mas eu tenho certeza que tudo que tem no cardápio é bom, porque não é possível. O lugar é lindo, os pratos são lindos, o garçom é lindo e até o banheiro é lindo, gente. Sim sim, eu tirei foto no espelho do banheiro porque ele tem bigodes e é lindo hahaha :P Além de dizer que eu sou linda. Acho que isso é pra você ler e pensar: sou linda mesmo, posso comer até morrer e vou continuar linda. E volta pra mesa pra continuar comendo. Só pode ser.

Então se você mora em São Paulo ou está de passagem, e quer conhecer um lugar lindo e comer bem, não perde tempo, cara. Vai lá rua Bandeira Paulista, no Itaim, e se joga no Butcher’s Market. Você não vai se arrepender. E eu que tô indo embora sexta-feira pra Recife já estou pensando que quando voltar, tenho que ir lá de novo… Cabeça de gordinha hahaha :P

Beijo e boa semana, gente. :Dbutchers market


massarella, a melhor massa de maceió


massarella maceiómassarella maceiómassarella maceiómassarella maceiómassarella maceiómassarella maceiómassarella maceióO título do post é quase um trava língua, né? Mas eu não tinha outra forma de dizer isso. Eu sou apaixonada por massas. É um fato. Adoro fazer em casa, comer fora, na casa dos amigos, de qualquer jeito. Seja uma massa caseira ou uma seca, barata ou cara, com um molho elaborado ou só no alho e óleo. Foi uma boa massa, eu tô feliz e salivando.

E na Semana Santa eu e meu lindo fechamos a nossa viagem com chave de ouro. Logo antes de pegar a estrada de volta, nós paramos para almoçar na Massarella, uma casa de massas muito conhecida lá em Maceió. Ela tem um ambiente bem aconchegante lá dentro. Meio escurinho, trabalhado na madeira, com uma decoração meio de cantina italiana. Bem agradável.

Quando nós fomos atendidos a mocinha explicou que os pratos eram individuais, porém muito bem servidos. E que podiam servir até duas pessoas, dependendo da fome. Optamos por pedir um medalhão de filé ao molho de queijos com talharim caseiro. E tenho que dizer, foi uma das melhores massas que eu já comi. Não digo de cara que foi a melhor porque eu tenho meu carinho todo especial pelo Parpadelli com Porpetas do Bodega & Pizza lá de Candeias, mas essa massa foi imoral. Sério.

Foi legal ter recebido a dica do tamanho do prato, realmente seria muito pra uma pessoa só. Mas a massa estava tão boa que pareceu ser pouco pra dividir pra dois, apesar da gente ter saído satisfeito. O ambiente externo parece ser super agradável à noite, e deu vontade de ir pra lá comer uma pizza qualquer dia. Quem sabe o dia que eu voltar ao Radisson eu não escolha ir à noite para a Massarella? :)

Se você vai pra Maceió e gosta de uma boa massa, não deixe de conhecer a Massarella. De verdade ;)


capital kitchen, um restaurante lindo


capital kitchencapital kitchencapital kitchencapital kitchencapital kitchencapital kitchencapital kitchencapital kitchenO Capital Kitchen é mais um desses lugares lindos que, além de terem uma decoração primorosa também capricham na identidade visual. Ou seja, deixam tudo totalmente lindo. Ele fica no maior shopping da Austrália e eu boto a maior fé que além de lindo serve umas comidas maravilhosas.

Eu nem preciso dizer que quando ganhei esse link de presente me apaixonei, né? Tanto pelo link quanto por quem me mandou ele ;)

E também não preciso dizer que fiquei encantada com todos os detalhezinhos da decoração. Tijolo aparente e madeira pra cima de mim, gente? Pelamor, é me ganhar na certa. Tudo bem que as mesas, cadeiras e bancos de metal podem ser meio frios e tal, mas ficam tão lindos que a gente deixa passar, né?

Gente, até as galhadas penduradas na parede eu achei encantadoras. Sério, não é muito o meu estilo isso de decorar com bichos e tal, mas eu até respeito as galhadas. E essas ficaram especialmente lindas. Aprovado. E tudo mais, né?  Os quadros, os copos, até a máquina de café é linda, gente.

As vezes eu sinto falta de lugares assim por aqui por perto. Sou só eu? :)



© 2017 - ideias de fim de semana