home sobre mim sobre o blog mídia kit

Todos os posts sobre domingo

domingo de praia (ou dia de pensar)


domingo de praiadomingo de praiadomingo de praiadomingo de praiadomingo de praiadomingo de praiadomingo de praiadomingo de praiadomingo de praiaDomingo, pra mim, costuma ser um dia difícil. As vezes pela ressaca do sábado, as vezes pela preguiça antecipada da segunda. As vezes pela quantidade de coisas pra fazer, as vezes pelo vazio. As vezes pela companhia, as vezes pela falta dela. Mas domingo sempre é um dia que me faz pensar. Acho que o clima de domingo é meio que um pouco do clima de fim de ano, só que acontece toda semana. É meio que um balanço, um saldão. As vezes da semana, as vezes da vida inteira.

Tem domingo que eu acordo já pensando em dormir de novo, tem domingo que eu acordo querendo que ele tenha 48 horas. Tem domingos produtivos, e outros que são um zero a esquerda. Temos domingos e domingos nessa vida, né? Esse domingo que passou foi um domingo feliz, por sinal. E percebi que meu saldo de domingos anda até positivo. Talvez isso seja um reflexo dos meus dias, como um todo. Porque quando a gente para pra pensar, é em dias como o domingo que temos uma visão mais verdadeira de como estamos caminhando. Ao menos pra mim é assim que parece.

Dias de trabalho são corridos, agência, academia, feira, casa, cozinha e ainda arrumar tempo pra viver. Sábado sempre tem alguma coisa pra fazer, gente pra ver, lugares pra sair. Domingo é o seu reflexo sem maquiagem no espelho, nu e cru. É quando eu tenho mais tempo pra pensar, perguntar, responder. É quando eu vou dormir pensando e embarco num sono que as vezes nem me deixa descansar, de tanta coisa que se passa na minha cabeça. E, de tanto pensar, constatei que domingos, na verdade, são dias preciosos.

Não importa em que dia da semana caia o seu domingo, o mais importante é ter um dia assim. Onde pode acontecer tudo, inclusive nada, sabe? Que você possa tirar pra pensar, fazer contas e passar a régua. Um dia que seja só seu, mesmo que você passe com amigos, amor, família, com quem for. Um dia onde você possa tirar seu extrato e conferir pra ver como anda o balanço das coisas. Porque só assim vamos ver onde podemos melhorar, pra que lado devemos equilibrar. E não precisa esperar o fim do ano pra fazer as contas, né?

Então um viva para a domingoterapia! E que cada dia de amanhã seja melhor que o de ontem.


feijão gordo


Eu já ouvi dizer que se você sabe cozinhar um feijão, é porque cozinha de verdade. Eu não sei se isso é muito certo, já que fazer feijão não é a coisa mais difícil do mundo. Quem faz feijão aqui em casa é Paolo, ele faz melhor que eu :P

Então ontem, domingão véspera de fim de férias, a gente resolve ficar em casa e beber uma cerveja fazendo um feijãozinho. Confesso que eu não sei bem das medidas, mas acho que usamos umas três xícaras de feijão (ou um pouco mais). Catamos para tirar os feijões ruins e as pedrinhas, se tiver, e colocamos na panela de pressão com água até cobrir e sobrar mais uns dois dedos. Contamos uns 20 minutos depois que começou a sair a pressão para desligar o fogo, e enquanto isso vai preparando o refogado que vai temperar o feijão.

Derrete um pouco de manteiga com um fio de azeite e refoga uma cebola em cubinhos até murchar. Junta o alho, dá uma boa refogada e vai juntando os salgados: bacon, paio e linguiça calabresa. Refogar bem para que a gordura dos salgados dê uma derretida, e juntar sal, pimenta, cominho, noz moscada e o tempero que você achar que combina com o seu feijão. Quando tudo estiver lindamente refogado, você vai juntando o feijão aos poucos, tirando um pouco do caldo, concha a concha e misturando. Não precisa juntar o feijão inteiro, porque depois que levantar fervura você vai voltar toda essa mistura temperada para a panela do feijão, misturar e deixar levantar fervura de novo. Está pronto :D

Ótimo pra comer com um  arroz branco e uma couve refogada no alho e bacon. É um feijão bem gordo, que dá um caldinho maravilhoso pra tomar com cerveja. Que é a cara do domingo fim de férias, a despedida antes de entrar de regime :P E não bastasse, ainda fiz um brownie de sobremesa que daqui a pouco aparece por aqui :P~


macarrão caseiro com frango cremoso


Eu acordei mais cedo no domingo chuvoso, e como eu sabia que não ia ter coragem de tirar o pé de casa durante o dia inteiro, tratei de deixar algo descongelando para preparar o almoço mais tarde. Com Paolo ainda dormindo, resolvi tirar uns filés de frango, que dá pra fazer várias coisas diferentes, que ele me ajudaria a escolher quando acordasse. Mas terminou que, pensando no que fazer com os filés, eu pensei que um domingo chuvoso seria a melhor oportunidade para a gente estrear nossa máquina de macarrão, comprada no final do ano passado. Então como o frango já estava descongelado, resolvi que o macarrão seria o acompanhamento de um frango cremoso gratinado ao forno, que ficou uma delícia. Mas tenho que dizer, o macarrão fica tão bom, mas tão bom, que a melhor coisa é comer ele só com um molho de tomate, azeite e pimenta. E só.

A receita do macarrão já tem aqui no blog, no post que fiz sobre o aniversário de Paolo lá em Gravatá. Então vou deixar pra cá só a receita do frango, que é super fácil. Cortei os filés em cubinhos e deixei no tempero (limão, azeite, sal e pimenta) por um tempinho, enquanto eu preparava o molho. Cortei uns quatro talos pequenos de alho poró em rodelas bem fininhas, e coloquei numa panela pra refogar na manteiga (sem esquecer do fiozinho de azeite pra não queimar). Então depois de ficar bem murchinho eu juntei mais ou menos uma colher de sopa de farinha de trigo, e fui mexendo até a mistura ficar bem douradinha. Agora tem que deixar dourar mesmo pro molho não ficar com gosto de farinha, tá?

Aí eu fui acrescentando o leite aos poucos, dissolvendo a mistura de farinha com alho poró e manteiga. Não sei quanto de leite eu usei, mas deve ter sido tipo umas duas ou três xícaras. Eu sou péssima de medidas :( Então é ficar mexendo até o molho engrossar, o que eu fiz lentamente em fogo baixo. Temperei com um pouco de sal, pimenta, noz moscada ralada na hora e ainda acrescentei duas colheres de requeijão, para ficar bem cremoso. Aí mexe mexe mexe até cansar :P

Com o molho pronto, é só colocar os cubos de frango temperado dentro (escorrendo o excesso de limão), misturar bem e deixar ferver por uns 10 minutinhos mexendo sempre para não grudar no fundo. Aí é só colocar numa travessa, povilhar parmesão ralado na hora por cima e deixar por uns 20 minutinhos no forno para o frango terminar de cozinhar e dar uma boa gratinada. Aí pronto, é só juntar com o que quiser. Eu juntei com o macarrão caseiro que, mais uma vez, ficou delicioso. É muito fácil de fazer, rápido e barato.

Eu nem ia postar essa receita, porque ficou tudo tão branco, sem cor, que eu achei que não tava muito apetitoso de se ver. Mas já que faz tempo que eu não posto uma receitinha, está aqui pra começar a semana :D


domingo de crepe



O domingo dos pais foi assim. Em cuidando da casa e da cozinha. Paolo, como pai de Chica, escolheu o prato do dia: crepe. Comecei esquentando com uma entradinha de salame, amendoim, azeitona e pão com tomate seco, enquanto bebericávamos uma cervejinha. Depois separei todos os ingredientes que poderiam ir no crepe e preparei a massa. Receitinha básica de um ovo, uma xícara de leite e outra de farinha de trigo com uma pitada de fermento, temperada com sal, pimenta chili e açafrão. Preparei o disco numa frigideira de teflon limpa, e quando um lado ficou pronto eu virei e já levei à mesa para rechear. Escolhi alguns dos ingredientes e levei novamente ao fogo por um tempinho. Então é só fechar, colocar um molho por cima (usei o de tomate pelado com temepro caseiro) e pronto. Acompanhei com uma alface bem temperadinha e foi a melhor coisa do mundo.

Para a sobremesa eu preparei uma massa diferente para o crepe, usando a mesma base, mas temperada com canela, açúcar mascavo, baunilha e cacau em pó. Usei geléia de morango pra rechear, e sorvete de creme para acompanhar. Nem preciso dizer que ficou dos céus, né? :)

E assim foi o meu domingo. Delicioso :)



© 2017 - ideias de fim de semana